Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/38341
metadata.artigo.dc.title: A apropriação crítica da teoria poliárquica no pensamento político de Wanderley Guilherme dos Santos
metadata.artigo.dc.creator: Moreira, Marcelo Sevaybricker
metadata.artigo.dc.subject: Wanderley Guilherme dos Santos
Poliarquia
Pensamento político brasileiro
Ciência política
Polyarchy
Brazilian political thought
Political science
metadata.artigo.dc.publisher: Universidade Federal de Juiz de Fora
metadata.artigo.dc.date.issued: 2010
metadata.artigo.dc.identifier.citation: MOREIRA, M. S. A apropriação crítica da teoria poliárquica no pensamento político de Wanderley Guilherme dos Santos. Revista Eletrônica de Ciências Sociais, Juiz de Fora, n. 9, p. 150-178, jan./abr. 2010.
metadata.artigo.dc.description.resumo: O artigo que se segue consiste na tentativa de avaliar o diálogo estabelecido pelo cientista político brasileiro Wanderley Guilherme dos Santos com a teoria poliárquica, formulada originalmente pelo cientista político norte-americano Robert Alan Dahl. A teoria da poliarquia constitui uma reavaliação da teoria democrática aliada à preocupação de entender o funcionamento das democracias efetivamente existentes e foi formulada a partir dos métodos de pesquisa empírica da ciência política contemporânea. A apropriação da teoria poliárquica pelo pensamento de Wanderley Guilherme dos Santos, por sua vez, revelou estar associada à consolidação do tema da democracia no pensamento político-social brasileiro, bem como da própria ciência política no Brasil. O referido diálogo travado pelo autor brasileiro demonstrou ser também bastante crítico, marcado por objeções e proposição de mudanças na teoria poliárquica, revelando, como se procurou destacar, afinidades e diferenças entre os dois autores relacionados. A partir da avaliação dessas críticas e modificações, conclui-se que elas chamam a atenção para fenômenos importantes das democracias contemporâneas, em especial para o problema das oligarquias, mas não constituem, por outro lado, uma ruptura com o modelo dahlsiano.
metadata.artigo.dc.description.abstract: The following article is an attempt to assess the dialogue the Brazilian political scientist Wanderley Guilherme dos Santos established with the polyarchal theory, which was originally formulated by the North American political scientist Robert Alan Dahl. The polyarchal theory is a reassessment of the democratic theory linked to the concern to understand how the actually existing democracies work. That theory was drawn from the empirical research methods of contemporary political science. The ownership of the polyarchal theory by the Wanderley Guilherme dos Santos thought can be associated to the consolidation of the democracy issue in the political and social Brazilian thought and the consolidation of the political science in Brazil. The dialogue proposed by the Brazilian author also proved to be rather critical, highlighted with objections and proposals for changes in the polyarchal theory, revealing, as it was pointed out, similarities and differences between both related authors. From the evaluation of these criticisms and changes, the conclusion is that they call attention to important phenomena of current democracies, in particular to the problem of the oligarchies, but are not, however, a break with the dahlsiano model.
metadata.artigo.dc.identifier.uri: https://periodicos.ufjf.br/index.php/csonline/article/view/17143
http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/38341
metadata.artigo.dc.language: pt_BR
Appears in Collections:DCH - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.