Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/38399
Título : Desempenho de sementes de algodão submetidas à deficiência hídrica e presença de Colletotrichum gossypii var. cephalosporioides
Título(s) alternativo(s): Performance of cotton seeds submitted to water deficiency and presence of Colletotrichum gossypii var. cephalosporioides
Autor: Barrocas, Ellen Noly
Machado, José da Cruz
Alves, Marcelo de Carvalho
Corrêa, Carla Lima
Palavras-chave: Restrição hídrica
Sementes de algodão
Gossypium hirsutum L.
Patologia de sementes
Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Data da publicação: 2014
Referência: BARROCAS, E. N. et al. Desempenho de sementes de algodão submetidas à deficiência hídrica e presença de Colletotrichum gossypii var. cephalosporioides. Bioscience Journal, Uberlândia, v. 30, n. 2, 2014.
Resumo : A deficiência hídrica do solo por ocasião do plantio e associação de patógenos com sementes podem ocasionar a diminuição da germinação e vigor de um lote de sementes, levando à redução do estande e introdução de doenças no campo. Nesse trabalho utilizou-se sementes de algodoeiro cultivar Deltapine Acala 90 (suscetível a ramulose) e linhagem IAC 2226 (resistente a ramulose) para avaliar o desempenho das sementes mediante condições de deficiência hídrica (manitol,-0,8MPa), e presença de Colletotrichum gossypii var. cephalosporioides. Após a submissão a dificiência hídrica em substrato agarizado na presença e ausência do fungo, pelos períodos de 0, 24, 36 72 e 108 horas, foram avaliados: emergência de plantas, índice de velocidade de emergência (IVE), peso de matéria seca de parte aérea, sanidade e índice de doença. Verificou-se que com o aumento do tempo de deficiência hídrica na presença e ausência do patógeno a emergência, vigor e matéria seca de parte aérea de ambos os genótipos diminuiu, sendo mais acentuado na presença do fungo. Observou-se aumento na incidência de C. gossypii var. cephalosporioides à medida que se aumentou o período de deficiência hídrica. O índice de doença na cultivar suscetível foi de aproximadamente 40% no maior período de restrição hídrica, enquanto no material resistente o índice manteve-se praticamente constante em 12% durante todo o período de restrição hídrica.
URI: http://www.seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/17993
http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/38399
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DEG - Artigos publicados em periódicos
DFP - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.