Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4497
Título: Comparação entre modelos estatísticos de rating em torneios de xadrez
Autor : Pires, Danilo Machado
Primeiro orientador: Bueno Filho, Júlio Sílvio de Sousa
Primeiro membro da banca: Sáfadi, Thelma
Ferreira, Daniel Furtado
Chaves, Lucas Monteiro
Campos, Adriano Polpo de
Área de concentração: Estatística e Experimentação Agropecuária
Palavras-chave: Comparação pareada
Dado categorizado
Delineamento de torneio
Inferência bayesiana
Bayesian inference
Categorical data
Pairwise comparison
Tournament design
Data da publicação: 29-Out-2014
Agência(s) de fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: PIRES, D. M. Comparação entre modelos estatísticos de rating em torneios de xadrez. 2014. 89 p. Tese (Doutorado em Estatística e Experimentação Agropecuária) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2014.
Resumo: Sistemas de rating são modelos estatísticos para estimar a força relativa de jogadores ou equipes esportivas. O xadrez é um dos esportes mais praticados no mundo, existindo uma vasta literatura a seu respeito e uma enorme quantidade de dados relacionados a partidas e jogadores. Parte da popularidade do xadrez deve-se ao sistema de ratings, utilizado pela Federação Internacional de Xadrez (a FIDE, que adota o sistema ELO). A comunidade enxadrística tem manifestado diversas críticas ao ELO por este não levar em conta, por exemplo, o possível benefício de jogar de brancas (iniciar a partida), a forte tendência de ocorrerem empates entre mestres e a hipótese de que resultados recentes tenham maior importância que os antigos. Neste trabalho foram propostos modelos paramétricos para um sistema de ratings para jogadores de xadrez e sua análise bayesiana. Foram feitas comparações quanto à capacidade descritiva e preditiva em exemplos reais, focando em diferentes níveis de complexidade para a modelagem da vantagem das brancas. Foi também modelada a tendência a ocorrer empates. Adicionalmente, foram analisados fatores de ponderação temporal na verossimilhança, de forma que partidas antigas tenham menos peso em relação às mais recentes. Foi analisado um banco de dados composto por partidas oficiais jogadas pelos melhores 46 enxadristas de do mundo (ELO>2700) no período de janeiro de 2010 até novembro de 2012. A inferência sobre os parâmetros foi feita mediante estatísticas descritivas calculadas em amostras das suas distribuições marginais a posteriori. Na análise da capacidade de predição usou-se um banco de dados independente, constituído de partidas dos principais torneios jogados no período de janeiro a agosto de 2013. O ajuste dos modelos foi comparado usando critérios de informação e a medida de DeFinetti. Diversos modelos superaram o sistema ELO. Nosso estudo aponta que uma melhoria evidente e de fácil implementação consiste em considerar a vantagem das brancas em modelos com verossimilhança ponderada, ou suas versões dinâmicas.
Ratings systems are statistical models to estimate relative strength of players or sporting teams. Chess is one of the sports with the highest number of practitioners and the larger specialized literature. Part of its popularity is due to chess rating system used by International Chess federation (FIDE, that uses ELO system). Chess community has expressed many criticisms on ELO not taking into account some known disturbances in performance, for instance, the benefit of having the white pieces (initial move), the drawing tendency among players with higher strength, and the hypothesis that recent results are more meaningful than older ones. In this thesis we propose parametric models for rating systems and their Bayesian analysis. We compared their descriptive and predictive performance in real data, focusing in the complexity of modeling for white advantage. Drawing tendency was also modeled. Time dependent weights on likelihood functions were also investigated, with the older games having smaller weights than the new ones. A dataset containing games from the best 46 world elite chess players (ELO>2700), collected from January 2010 to November 2012. The inference was carried out using samples statistics from marginal posterior distributions. Analyses of predictive performance used an independent data-set with games from the same players from year 2013 (January to August). Model adjustment were compared using information criteria as well as DeFinetti measure. Many of the proposed models overcome ELO. An evident and straightforward change would be to consider white advantage in weighted likelihood models, or dynamic versions of them.
metadata.teses.dc.description: Tese apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Estatística e Experimentação Agropecuária, área de concentração em Estatística e Experimentação Agropecuária, para a obtenção do título de Doutor.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4497
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DEX - Estatística e Experimentação Agropecuária - Doutorado (Teses)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TESE_Comparação entre modelos estatísticos de rating em torneios de.pdf1,47 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.