Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/45531
metadata.artigo.dc.title: Influência de diferentes intervalos de coleta de excretas sobre o valor energético e de nutrientes metabolizáveis de alimentos para aves
metadata.artigo.dc.title.alternative: Influence of different ranges of excreta collection on the energy value and metabolizable nutrient of food for birds
metadata.artigo.dc.creator: Melo, Carlos Cicinato Vieira
Alvarenga, Renata Ribeiro
Santos, Luziane Moreira dos
Oliveira, Dalton Mendes de
Lago, Aline Assis
Oliveira, Evelyn Cristina de
Rodrigues, Paulo Borges
Zangeronimo, Márcio Gilberto
metadata.artigo.dc.subject: Coleta total
Energia metabolizável
Ensaio de metabolismo
Frangos de corte
Broilers
Metabolism test
Metabolizable energy
Total excreta collection
metadata.artigo.dc.publisher: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão - IFMA
metadata.artigo.dc.date.issued: 2014
metadata.artigo.dc.identifier.citation: MELO, C. C. V. et al. Influência de diferentes intervalos de coleta de excretas sobre o valor energético e de nutrientes metabolizáveis de alimentos para aves. Acta Tecnológica, São Luís, v. 9, n. 1, p. 27-32, 2014. DOI: http://dx.doi.org/10.35818/acta.v9i2.293.
metadata.artigo.dc.description.resumo: Objetivou-se avaliar a influência dos diferentes intervalos de coleta total de excretas sobre a digestibilidade e o valor energético de rações para frangos de corte. O ensaio metabólico foi conduzido no Setor de Avicultura do Departamento de Zootecnia da Universidade Federal de Lavras, em Lavras, MG, utilizando 72 pintos dos 30 aos 37 dias de idade, machos, da linhagem Cobb-500, distribuídos aleatoriamente em gaiolas metabólicas em delineamento inteiramente casualizado em esquema fatorial 2x2 (dois alimentos – farelo de soja e farinha de carne e ossos – e duas metodologias de coleta – uma ou duas diárias) totalizando quatro tratamentos com quatro repetições de três aves cada. Os coeficientes de metabolizabilidade da matéria seca (CMMS), da proteína (CMPB) e da energia (CME) e os valores de energia metabolizável aparente (EMA) e aparente corrigida (EMAn) de cada alimento foram determinados utilizando a metodologia de substituição. As formas de coleta influenciaram o CMMS e os valores de EMA e EMAn apenas da farinha de carne e ossos. Conclui-se que a metodologia de coleta total de excretas em frangos de corte deve ser realizada em duas coletas diárias com a farinha de carne e ossos e, para o farelo de soja, apenas uma coleta diária é suficiente.
metadata.artigo.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/45531
metadata.artigo.dc.language: pt_BR
Appears in Collections:DMV - Artigos publicados em periódicos
DZO - Artigos publicados em periódicos



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons