Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DCA - Departamento de Ciência dos Alimentos >
DCA - Programa de Pós-graduação >
DCA - Ciência dos Alimentos - Doutorado (Teses) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4941

Title: Tratamento, caracterização química e estudo In vivo do bagaço de azeitona resultante da extração do azeite de oliva
???metadata.dc.creator???: Júlio, Luciana Resende Cardoso
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Barcelos, Maria de Fátima Piccolo
???metadata.dc.contributor.referee1???: Abreu, Wilson César de
Oliveira, Adelson Francisco de
Almeida, Martha Elisa Ferreira de
Medeiros, Rosalina Maragon Lima
Keywords: Bagaço de azeitonas
Atividade antioxidante
Análise química
Ensaio em ratos Wistar
Waste from the extraction of olive oil
Antioxidant activity
Chemical analysis
Test with Wistar rats
???metadata.dc.date.submitted???: 9-Dec-2014
Issue Date: 2015
???metadata.dc.description.sponsorship???: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Fundação de Amparo à Pesquisa do estado de Minas Gerais (FAPEMIG)
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Citation: JULIO, L. R. C. Tratamento, caracterização química e estudo In vivo do bagaço de azeitona resultante da extração do azeite de oliva. 2015. 144 p. Tese (Doutorado em Ciência dos Alimentos) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2014.
???metadata.dc.description.resumo???: Aiming to viability the use in human food of the olive pomace resulting from the extraction of olive oil by centrifugation in a two phase system were conducted two experiments. In the first experiment had as objective to test different treatments (water in ambient temperature, heated water, saline at 1%, saline at 2% and wet drying at 55 °C) and to obtain bagasse flour for each treatment, including its raw form. The experimental design was completely randomized design (CRD) with six treatments and three replications. The chemical analyzes were understand the chemical composition with dietary fiber, minerals, fatty acids profile, organic acids, phenolics, and total antioxidant activity in vitro by the methods, β-carotene/linoleic acid, DPPH and ABTS, the results indicated that the treatments used did not significantly altered the chemical composition of flour and all had a high dietary fiber content. High mineral content, especially potassium, were found in the flour, but the use of aqueous solutions promoted a reduction in these compounds. Emphasis is given to the low toxicity in relation to concentration of the lead mineral. In all flours, the oleic fatty acid presented at high levels, since the oxalic organic acid found in higher concentration in flours obtained with the treated waste. The treatments provided a significant drop in the levels of total phenolics and antioxidant capacity. In the second experiment aimed to evaluate the effect of flour obtained from treated olives bagasse obtained from olive oil extraction introduced into the diet of rats Wistar, especially in lipid control of these animals. The experimental design was a completely randomized design (CRD) with six treatments and seven replications. Chemical composition of flours obtained from raw residue and treated was made for adjustments of the macronutrients in standard AIN - 93M. During the experiment were analyzed dietary intake and weight development of rats. At the end, the feces were collected for analyzes of lipid content and total phenolics to obtain the coefficient of apparent digestibility of these compounds. After sacrificing the animals, it was held collection of blood plasma and liver section for analysis of serum lipids, transaminases liver weight and liver histology, respectively. The results indicated that rats fed with flour of olive pomace had no significant changes in food intake and had normal weight gain as the standard diet. The flours used in the diets showed good lipid and phenolic digestibility, but the increase of phenolic consumption promoted greater fecal loss of these compounds which may be reflected in feces with darker coloring. Rats subjected to inducing diets of increase cholesterol showed an increase of capillary caudal glycemic, but not having differed statistically from control, high levels of TC, LDL-c and decreases HDL-c, TG and VLDL. By the transaminases analysis only was evidenced the high level as the ALT or the group that received inducing diets of increase cholesterol with introduction of 5% of flour from olive pomace. It was evident that phenolic contained in the olive pomace, although they submitted good use by the organism, were not effective in preventing the elevation of serum cholesterol and hepatic alterations linked to this process.
Com o objetivo de viabilizar o uso, na alimentação humana, do bagaço de azeitonas resultante da extração do azeite de oliva por centrifugação em sistema de duas fases foram conduzidos dois experimentos. Com o primeiro experimento objetivou-se testar diferentes tratamentos (água em temperatura ambiente, água aquecida, solução salina a 1%, solução salina a 2% e secagem úmida a 55 ºC) e obter a farinha do bagaço para cada tratamento, incluindo da sua forma bruta. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado (DIC), com seis tratamentos e três repetições e as análises químicas compreenderam a composição centesimal com fibra alimentar, minerais, perfil de ácidos graxos, ácidos orgânicos, fenólicos totais e atividade antioxidante total in vitro pelos métodos, β-caroteno/ácido linoleico, DPPH e ABTS. Os resultados indicaram que os tratamentos aplicados não alteraram de forma significativa a composição centesimal das farinhas, e todas apresentaram elevado conteúdo de fibra alimentar. Teores elevados de minerais, sobretudo o potássio, foram encontrados nas farinhas, mas o uso de soluções aquosas promoveu uma redução nesses compostos. Destaque é dado à baixa toxicidade em relação à concentração do mineral chumbo. Em todas as farinhas, o ácido graxo oleico apresentou-se em teores elevados; já o ácido orgânico oxálico foi encontrado em maior concentração nas farinhas obtidas com o resíduo tratado. Os tratamentos propiciaram uma queda significativa nos teores dos fenólicos totais e da capacidade antioxidante. No segundo experimento, objetivou-se avaliar o efeito da farinha obtida do bagaço de azeitonas tratado obtido da extração do azeite de oliva introduzida na dieta de ratos Wistar, sobretudo no controle lipidêmico desses animais. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado (DIC), com seis tratamentos e sete repetições. A composição centesimal das farinhas obtidas do resíduo bruto e tratado foi efetuada para ajustes dos macronutrientes no padrão da AIN – 93M. No decorrer do experimento, foram analisados o consumo alimentar e o desenvolvimento ponderal dos ratos. Ao final, as fezes foram coletadas para análises do teor de lipídeos e fenólicos totais, para a obtenção do coeficiente da digestibilidade aparente desses compostos. Após o sacrifício dos animais, realizaram-se a coleta do plasma sanguíneo e a secção do fígado, para análise do lipidograma, transaminases, peso do fígado e histologia hepática, respectivamente. Os resultados indicaram que os ratos alimentados com a farinha do bagaço de azeitonas não tiveram alterações significativas no consumo alimentar e atingiram um desenvolvimento ponderal normal conforme a dieta padrão. As farinhas utilizadas nas dietas apresentaram boa digestibilidade lipídica e fenólica, porém, o aumento do consumo de fenólicos promoveu maior perda fecal desses compostos, o que pode ter refletido em fezes com coloração mais escuras. Os ratos submetidos às dietas indutoras da elevação do colesterol apresentaram um aumento da glicemia capilar caudal, porém, não diferindo estatisticamente do controle, elevado teor de CT, LDL-c e redução da HDL-c, TAG e VLDL. Pelas análises das transaminases, somente foi evidenciado nível elevado quanto à ALT para o grupo que recebeu a dieta indutora da elevação do colesterol com introdução de 5% da farinha do bagaço de azeitonas. Evidenciou-se que os fenólicos contidos no bagaço de azeitonas, apesar de terem apresentado bom aproveitamento pelo organismo, não foram eficazes na prevenção da elevação do colesterol sérico e das alterações hepáticas vinculadas a esse processo.
Description: Tese apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Ciência dos Alimentos para a obtenção do título de Doutor.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4941
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
???metadata.dc.language???: pt_BR
Appears in Collections:DCA - Ciência dos Alimentos - Doutorado (Teses)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
TESE_Tratamento, caracterização química e estudo In vivo do bagaço de azeitona resultante da extração do azeite de oliv.pdf1.01 MBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback