Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAG - Departamento de Agricultura >
DAG - Programa de Pós-graduação >
DAG - Agronomia/Fitotecnia - Mestrado (Dissertações) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/5286

Title: Desempenho de sementes de genótipos de milho infectadas pelo complexo Stenocarpella e potencial de detecção dos patógenos por meio de espectroscopia no infravermelho próximo
Other Titles: Performance of corn seeds genotypes infected by the complex Stenocarpella and potential detection of pathogens through near infrared spectroscopy
???metadata.dc.creator???: Fernandes, Joana Souza
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Guimarães, Renato Mendes
???metadata.dc.contributor.referee1???: Vieira, Antônio Rodrigues
Machado, José da Cruz
Nunes, Cleiton Antônio
Keywords: Podridão de diploidia
Zea mays L.
Rot by diploidia
???metadata.dc.date.submitted???: 23-Feb-2015
Issue Date: 2015
???metadata.dc.description.sponsorship???: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG)
Citation: FERNANDES, J. S. Desempenho de sementes de genótipos de milho infectadas pelo complexo Stenocarpella e potencial de detecção dos patógenos por meio de espectroscopia no infravermelho próximo. 2015. 84 p. Dissertação (Mestrado em Agronomia/Fitotecnia) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2015.
???metadata.dc.description.resumo???: Com o uso da técnica de plantio direto, os campos de produção de sementes estão sujeitos a ataques de fungos com maior facilidade. O gênero Stenocarpella sp., composto por duas espécies, S. maydis e S. macrospora, causador da podridão branca da espiga, podridão do colmo, e de manchas foliares pode sobreviver em restos culturais, causando perdas significativas na cultura do milho. O método usado para verificar a presença desse fungo em sementes é lento, trabalhos, cabendo ao setor de controle de qualidade oferece segurança na comercialização de sementes. Objetivou-se nesta pesquisa verificar o desempenho de sementes de genótipos de milho infectadas pelo complexo Stenocarpella e potencial de detecção dos patógenos por meio de espectroscopia no infravermelho próximo. O trabalho foi realizado no Laboratório Central de Análise de Sementes do Departamento de Agricultura e no Laboratório de Patologia de Sementes do Departamento de Fitopatologia, da Universidade Federal de Lavras (UFLA). Foram utilizadas sementes de milho de um genótipo suscetível, e outro tolerante ao fungo estudado, da safra 2013/2014, cedidas pela empresa Dow Agrosciences. A colônia fúngica foi desenvolvida em meio BDA+ manitol. Após o crescimento das colônias, as sementes foram distribuídas sob o meio por diferentes potenciais de inóculo, (0, 24, 48, e 72 horas). A determinação da qualidade fisiológica das sementes foi realizada pelos testes de germinação, primeira contagem de germinação, emergência, índice de velocidade de emergência e teste de frio. A qualidade sanitária foi determinada pelo “Blotter test” com congelamento. A presença de Stenocarpela sp. foi verificada através da Reação em Cadeia da Polimerase (PCR) convencional, análise da isoenzima esterase (EST), e pelo teste de sanidade, os resultados foram usados como referência para a análise de sementes por espectroscopia no infravermelho próximo (NIR). Para estabelecimento do modelo de calibração foi utilizado o método de regressão por mínimos quadrados parciais com análise discriminante (PLS - DA). Pode-se concluir que com o aumento do tempo de exposição das sementes ao inóculo houve uma ligeira redução da qualidade fisiológica. A PCR é um método eficiente na detecção do fungo a nível de gênero. A análise isoenzimática de esterase pode auxiliar na diferenciação de isolados de S. maydis e S. macrospora, e a técnica de espectroscopia no infravermelho próximo (NIR) junto ao método PLS-DA, mostra-se promissora na detecção e diferenciação do fungo estudado.
The tillage technique use, the seed production fields are inclined to fungal attacks more easily. The gender Stenocarpella sp., is composed for two species S. maydis and S. macrospora, causer of white ear rot, stalk rot and leaf spot, they can survive in crop debris causing significant losses in corn. The method used to verify the presence of this fungus in seeds is slow and laborious, so the quality control industry is responsible to provide security in the market of maize seeds. The objective of this research was to verify the performance of maize genotypes seeds infected by the Stenocarpella complex and the potential detection of the pathogens by spectroscopy in the near infrared. The research was carried out at the Seed Analysis Laboratory of the Agriculture Department and at the Seed Pathology Laboratory of the Plant Pathology Department, at the Federal University of Lavras (UFLA). Corn seeds were used of a susceptible genotype, and other tolerant to the studied fungus from the harvest 2013/2014, provided by Dow Agrosciences company. The fungal colony was developed on BDA + manitol media. After growth of the colonies, the seeds were distributed in the medium by different inoculum potential (0, 24, 48, and 72 hours). The determination of physiological quality of seeds was performed by germination test, first germination count, emergency, emergency speed index and cold test. The sanitary quality was determined by "Blotter test" with freezing. The Stenocarpela sp. presence detected by the Polymerase Chain Reaction (PCR), analysis of the isoenzyme esterase (EST), and the sanity test, the results were used as reference for the seed analysis by spectroscopy in the near infrared (NIR). To establish the calibration model was used the regression method by partial least squares with discriminant analysis (PLS DA). It can be concluded that with increasing time of the seed exposure to the inoculum there was a slight reduction in the physiological quality. The PCR is an efficient method for fungus detection to the gender level. The isoenzyme esterase analysis can help in the isolates differentiation of S. maydis and S. macrospora, and the spectroscopy technique in the near infrared (NIR) with the PLS-DA method is promising for the detection and differentiation of the studied fungus.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/5286
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
???metadata.dc.language???: pt_BR
Appears in Collections:DAG - Agronomia/Fitotecnia - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
DISSERTACAO_Desempenho de sementes de genótipos de milho infectadas pelo complexo Stenocarpella e potencial de detecção dos patógenos por meio de espectroscopia no infravermelho próximo.pdf886.17 kBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback