Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAE - Departamento de Administração e Economia >
DAE - Programa de Pós-graduação >
DAE - Administração - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/550

Título: Incertezas institucionais e psicológicas na ação empreendedora: estudo acerca do papel de incubadoras de empresas de base tecnológica
Autor(es): Noronha, Nayara Silva de
Orientador: Castro, Cleber Carvalho de
Membro da banca: Cunha, Neila Conceição Viana da
Zambalde, André Luiz
Área de concentração: Gestão Estratégica, Marketing e Inovação
Assunto: Empreendedorismo
Incubadoras de empresas de base tecnológica
Entrepreneurship
Incubators for technology-based firms
Data de Defesa: 25-Jan-2013
Data de publicação: 2013
Agência de Fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES
Referência: NORONHA, N. S. de. Incertezas institucionais e psicológicas na ação empreendedora: estudo acerca do papel de incubadoras de empresas de base tecnológica. 2013. 184 p. Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2013.
Resumo: Esta dissertação de mestrado teve como objetivo identificar como os empreendedores de base tecnológica percebem as incertezas da ação empreendedora e o papel das incubadoras de empresas nesse contexto. Um modelo de análise para a compreensão desses elementos é proposto e discutido na busca de compreender a relação das incertezas institucionais sobrevindas do ambiente, das incertezas psicológicas advindas do sujeito e do papel das incubadoras de empresas, como organização de apoio ao desenvolvimento da ação empreendedora, para mitigar tais incertezas. Para tanto, foi realizado um estudo de casos múltiplos, de caráter qualitativo, em duas incubadoras de empresas de base tecnológica, uma sediada em Minas Gerais e a outra em Goiás e seis empresas incubadas, sendo três de cada uma das incubadoras. Foram realizadas entrevistas, utilizando-se de roteiros semiestruturados, com os gestores das incubadoras de empresas e com os empreendedores das incubadas, totalizando oito entrevistas. Após a transcrição, as entrevistas foram submetidas à análise de conteúdo e, com a ajuda do software Weft-QDAro, nove categorias de análise foram definidas. Observou-se que dentre as incertezas institucionais, os empreendedores apontam as incertezas mercadológicas e financeiras como as de maior influência na ação empreendedora, seguidas das incertezas tecnológicas. As incertezas políticas e legais só são percebidas pelos empreendedores quando relacionadas aos programas de subvenção econômica e, nos demais casos, apresentam baixo nível de influência. As incubadoras de empresas contribuem para a redução das incertezas mercadológicas e financeiras, mas não são capazes de contribuir para minimizar as incertezas políticas e legais, além do âmbito de assessoria jurídica. Não houve consenso entre as incubadoras quanto ao seu papel na redução das incertezas tecnológicas e, para os gestores das incubadoras, a localização da geográfica também constitui uma incerteza. No que tange as incertezas psicológicas, os empreendedores apontam as incertezas emocionais como aquelas que apresentam maior nível de influência. Já o nível de influência para o desejo de mudança e para as incertezas cognitivas é, respectivamente, médio e baixo. Contudo, os resultados demonstram não ser competência das incubadoras mitigarem as incertezas emocionais, somente em relação às incertezas cognitivas e o desejo de mudança é que as incubadoras são capazes de contribuir para a redução das mesmas, por meio do acompanhamento contínuo dos projetos incubados. Sugere-se, assim, que estratégias sejam desenvolvidas pelas incubadoras para mitigar o nível de influência das incertezas na ação empreendedora de base tecnológica.
This master’s degree essay comes with the objective of identifying how technology-based entrepreneurs may notice the uncertainties of entrepreneurial action and the role of business incubators in this context. It is also proposed and discussed an analytical model of understanding these elements, aiming to perceive the psychological uncertainty which comes from the subject, the uncertainties stemming the institutional environment and the role of business incubators as an organization to support the entrepreneurial action development. Therefore, it has been performed a qualitative multiple case study. Two incubators of technology-based firms located in the states of Minas Gerais and Goiás and six incubated firms, three from each of the incubators. Thereby, interviews were conducted, by using semi-structured roadmaps, with managers of business incubators and entrepreneurs from incubated firms, totaling the amount of eight interviews. After the transcription, the interviews were subjected to content analysis, and, with the help of the software called WEFT QDA nine analysis categories were defined. It has been observed that among the institutional uncertainties, entrepreneurs suggest marketing and financial uncertainty as the most influence on entrepreneurial action, later follows the technological uncertainties. The only legal and political uncertainties perceived by entrepreneurs are related to economic subsidy programs and, in the other cases, have a low level of influence. Business incubators use to contribute to the reduction of marketing and financial uncertainties, but they are not able to contribute to minimize the political and legal uncertainties, beyond the scope of legal advice. There was no consensus among the incubators regarding its role in reducing technological uncertainty, to the managers of incubators, the geographical location is also an uncertainty. Relating to psychological uncertainty, those are considered to have the highest level of influence. The level of influence to the desire for change and cognitive uncertainty are respectively, medium and low. However, the results demonstrate not being the incubators role to mitigate the emotional uncertainties. It was observed that the incubators can only contribute in relation to the cognitive uncertainties and desire to change, by means of continuous monitoring of incubated projects. It is suggested, thus, the development of strategies by the incubators aiming mitigate the level of influence of technology-based uncertainties in entrepreneurial action.
Informações adicionais: Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Administração, área de concentração em Gestão Estratégica, Marketing e Inovação, para a obtenção do título de Mestre.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/550
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DAE - Administração - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Incertezas institucionais e psicológicas na ação empreendedora estudo acerca do papel de incubadoras de empresas de base tecnológica.pdf1,28 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback