Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
Revistas UFLA >
Ciência e Agrotecnologia >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/5720

Título: Rendimento e composição química de cultivares de milho em moagem a seco e produção de grits
Autor(es): Gonçalves, Rogério Amaro
Santos, Jamilton Pereira dos
Tomé, Pedro Henrique Ferreira
Pereira, Rosemary G. F. A.
Ascheri, José Luiz Ramirez
Abreu, Celeste Maria Patto de
Assunto: milho
moagem
degerminação
processamento
rendimento
Zea mays
Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Publicação: 1-Jun-2003
Outras Identificações: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542003000300020
Informações adicionais: O milho é uma das principais matérias-primas para a indústria de alimentos. Desse cereal, é possível obter óleo, fubá, canjica, grits, farelo, amido e zeína. Conduziu-se este trabalho com o objetivo de avaliar o rendimento de moagem a seco, produção de grits e composição química de 16 cultivares de milho. Os grãos de milho das 16 cultivares avaliadas tiveram a sua umidade padronizada para 12% e foram submetidos a um processo de limpeza em uma mesa gravimétrica. Encerrada a etapa de limpeza, foram colocados 10 kg de grãos de cada cultivar em degerminador de facas com rotação de 600 rpm por um período de 10 minutos. Após a degerminação, o endosperma foi passado por moinho de rolos corrugados com distância entre rolos de 30 mm. O material moído foi submetido à tamisação em peneiras de 14, 20, 25 e 30 mesh por um período de 10 minutos. Para a degerminação, o delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, com um fator de 16 cultivares e 2 repetições. Na tamisação, o delineamento usado foi com dois fatores: 16 cultivares, 5 peneiras e 2 repetições. A cultivar BR-106, o híbrido duplo BRS-2114 e o híbrido triplo BR-3123 registraram maiores rendimentos (P<0,05) na fração endosperma. Na tamisação, a fração avaliada foi a retida em peneira de 20 mesh, por causa da utilização de grits com essas dimensões como matéria-prima na indústria de snacks . Os híbridos triplos BR-3123, BRS-3101 e BR 106 foram os mais produtivos na peneira de 20 mesh, sendo os mais indicados para a indústria produtora de grits , fornecedora de matéria-prima para a indústria de alimentos, entre essas, as de snacks e a de bebidas.
Idioma: pt
Aparece nas coleções: Ciência e Agrotecnologia

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback