Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/6477
Título: Qualidade de tangerina 'poncã' minimamente processada, armazenada a 5°c
Autor: Pinto,Daniella Moreira
Vilas Boas,Eduardo Valério de Barros
Damiani,Clarissa
Palavras-chave: Citrus reticulata Blanco
processamento mínimo
refrigeração
Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Data: 1-Ago-2007
Outras Identificações : http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542007000400028
Descrição: Com o presente trabalho, objetivou-se analisar o comportamento da Tangerina 'Poncã' minimamente processada armazenada a 5ºC. O experimento foi executado no Laboratório de Pós-Colheita de Frutas e Hortaliças do Departamento de Ciência dos Alimentos da Universidade Federal de Lavras MG. As frutas foram lavadas com detergente neutro e sanificadas com hipoclorito de sódio a 200 ppm por 15 minutos, descascadas, embaladas e resfriadas imediatamente a 5ºC. Foi utilizado um delineamento inteiramente casualizado simples, com 3 repetições e 3 frutas por parcela experimental. A influência de 5 níveis do fator tempo (0, 3, 6, 9 e 12 dias) foi avaliada. A qualidade das frutas foi analisada a partir das seguintes variáveis: perda de massa, rendimento em suco, concentração de O2 e CO2 no interior das embalagens, valores L*, a* e b*, pH, acidez titulável, sólidos solúveis, beta-caroteno e vitamina C. A temperatura de 5°C foi adequada no armazenamento de Tangerina 'Poncã' minimamente processada, baseado nas pequenas modificações na cor, acidez titulável, sólidos solúveis, perda de massa e rendimento do suco, embora, perdas nos teores de vitamina C (34,07%) e beta-caroteno (42,75%) tenham sido observadas.
Idioma: pt
Aparece nas coleções:Ciência e Agrotecnologia

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.