Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAE - Departamento de Administração e Economia >
DAE - Programa de Pós-graduação >
DAE - Administração - Doutorado (Teses) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/653

Título: Gestão social sob a ótica da teoria da estruturação
Autor(es): Peres Júnior, Miguel Rivera
Orientador: Pereira, José Roberto
Membro da banca: Brito, Mozar José de
Vilas Boas, Ana Alice
Emmendoerfer, Magnus Luiz
Silva, Gustavo Melo
Área de concentração: Organizações, Estratégias e Gestão
Assunto: Gestão social
Ação gerencial dialógica
Práticas de gestão social
Teoria da estruturação
Sistema deliberativo
Política pública
Territórios da cidadania
Território da cidadania sertão de Minas
Management
Dialogical managerial action
Social managerial practices
Theory of structuration
Deliberative system
Public policy
Data de Defesa: 25-Fev-2013
Data de publicação: 2013
Agência de Fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq
Referência: PERES JÚNIOR, M. R. Gestão social sob a ótica da teoria da estruturação. 2013. 373 p. Tese (Doutorado em Administração) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2013.
Resumo: O campo da Gestão Social conta com uma crescente produção acadêmica voltada para a discussão de formas alternativas de gestão, caracterizadas por ações gerenciais dialógicas. Revisão dos trabalhos de maior impacto na área indicou quatro abordagens teóricas distintas: 1) crítica frankfurteana; 2) gestão do desenvolvimento interorganizacional; 3) administração pública societal; e 4) abordagem “puquiana”. A despeito da abrangência dessas abordagens, não se verifica a utilização da Teoria da Estruturação. Basilar nessa teoria é o conceito de dualidade da estrutura: a estrutura (conjunto de regras e recursos constituintes dos sistemas sociais que possibilitam ou inibem a agência) é meio e resultado da ação e as práticas sociais são reflexiva e recursivamente (re)produzidas por agentes cognoscitivos. Assim, o objetivo com esta tese é analisar a dualidade da estrutura estabelecida entre a ação gerencial dialógica e os componentes estruturais, presentes nos contextos de interação do Colegiado do Território da Cidadania Sertão de Minas. Para isso, é proposto um arcabouço teórico baseado no de Whittington (1992). Esse quadro teórico explicita que a ação está sujeita à influência de propriedades estruturantes de sistemas diversos e sobrepostos. O arcabouço teórico desta tese agrega, a esse quadro, um sistema liberativo que, influenciado por Mansbridge (1999), estabelece como regra básica a participação dialógica e como recurso principal a argumentação deliberativa. A investigação empírica serviu para empregar as definições do arcabouço como recursos sensibilizadores para compreensão das ações gerenciais dialógicas. As principais percepções indicam que, ao empregarem regras e recursos típicos do sistema deliberativo, os atores estão (re)produzindo as práticas de gestão social e, consequentemente, contribuindo para sua estruturação. Como a realidade observada confirmou que os agentes recorrem às propriedades estruturais de sistemas sociais diversos o processo de (re)produção das práticas de gestão social reais pode estar configurando um conjunto significativamente distinto daquele preconizado pela academia, de práticas de gestão social ideais. Evidências de incorporação do linguajar técnico dos teóricos da Gestão Social também são observadas neste estudo, numa indicação de ocorrência da dupla hermenêutica sugerindo que os agentes podem estar modificando o “objeto de estudo”, aqui definido como as práticas de gestão social, explicitando o caráter reflexivo e recursivo da Gestão Social.
The scientific field in Social Management counts on an increasing academic production aimed at the discussion of alternative management forms, characterized by dialogical management actions. The review of larger impact papers indicated four distinct theoretic approaches: 1) frankfurtean criticism; 2) inter-organizational development management; 3) societal public administration and; 4) “puquian” approach. Regarding the extent of these approaches, the use of the Structuring Theory is not verified. To base on this theory is the concept of structure duality: the structure (set of rules and resources constituting the social systems which allow or inhibit the agency) is, simultaneously, means and result of the action and the social practices are reflexive and recursively (re) produced by cognitive agents. Thus, the objective of this thesis is to analyze the duality of the structure established between the dialogical management action and the structural components present in the contexts of social interaction existent in the Colegiado do Território da Cidadania Sertão de Minas. In order to do this, we propose a theoretic framework based on that of Whittington (1992). This theoretic frame reveals that the action is subjected to the influence of structuring properties of various systems and is overlapping. The theoretic framework of this thesis aggregates, to this frame, a deliberative system which, influenced by Mansbridge (1999), establishes as a basic rule the dialogical participation and, as main resource, the deliberative argumentation. The empirical investigation served to employ the framework’s definitions as sensitizing resources for the comprehension of dialogical management actions. The main perceptions indicate that, while employing rules and resources typical of the deliberative system, the actors are (re)producing the practices of social management and, consequently, contributing to its structuring. The reality observed confirmed, however, that the agents resort to the structural properties of various social systems. Thus, the (re)producing process of real social management practices may be configuring a set significantly distinct from that commended by the academy, of ideal social management practices. Evidences of the incorporation of technical language from Social Management theorists are also observed in this study, in an indication of the occurrence of double hermeneutics suggesting that the agents might be modifying the “object of study”, defined here as social management practices, and revealing the reflexive and recursive character of Social Management.
Informações adicionais: Tese apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Administração, área de concentração Organizações, Estratégias e Gestão, para a obtenção do título de Doutor.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/653
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DAE - Administração - Doutorado (Teses)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
TESE_Gestão social sob a ótica da teoria da estruturação.pdf2,63 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback