Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DBI - Departamento de Biologia >
DBI - Programa de Pós-graduação >
DBI - Genética e Melhoramento de Plantas - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/9408

Título: Variabilidade fenotípica e genética de isolados de Colletotrichum spp oriundos de lesões da mancha manteigosa do cafeeiro
Título Alternativo: Phenotype and Genotype variability of Colletotrichum spp. strains originated from coffee blister spot lesions
Autor(es): Pereira, Lucas Fidelis
Orientador: Souza, Elaine Aparecida de
Membro da banca: Barcelos, Quélen de Lima
Gonçalves, Flavia Maria Avelar
Área de concentração: Genética e Melhoramento de Plantas
Assunto: Colletotrichum gloeosporioides
Coffea arabica
Resistência genética
Melhoramento genético
Caracterização morfológica
Fisiológica
Citológica
Marcador IRAP
Genetic resistance
Genetic improvement
Morphologic characterization
Physiologic characterization
Cytological characterization
IRAP marker
Data de Defesa: 25-Fev-2015
Data de publicação: 8-Mai-2015
Agência de Fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Referência: PEREIRA, L. F. Variabilidade fenotípica e genética de isolados de Colletotrichum spp oriundos de lesões da mancha manteigosa do cafeeiro. 2015. 59 p. Dissertação (Mestrado em Genética e Melhoramento de Plantas)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2015.
Resumo: A mancha manteigosa do cafeeiro é uma doença que vem se destacando nos últimos anos, sendo causada pelo complexo Colletotrichum spp. A doença compromete todas as partes da planta, podendo levar a perdas totais na produção. O controle químico tem se mostrado ineficiente, por isso a importância da identificação de genótipos resistentes. Entretanto, estudos sobre o agente etiológico da doença e a sua caracterização acerca da variabilidade são poucos na literatura. Objetivou-se neste trabalho realizar o teste de patogenicidade de quatro isolados de Colletotrichum spp., oriundos de lesões da mancha manteigosa do cafeeiro, por meio de duas metodologias diferentes, uma utilizando esporos e a outra micélio, como inóculo. Também foi realizada a caracterização fisiológica de 87 isolados de Colletotrichum spp. em que foi estimado o índice de velocidade de crescimento micelial (IVCM) e diâmetro da colônia. Caracterização citológica de 34 isolados de Colletotrichum sp. avaliados para dimensão dos conídios, porcentagem de conídios germinados, septo em conídios germinados, porcentagem de tubos de anastomose entre conídios (CAT's) e porcentagem de apressórios em tubos germinativos.Caracterizaçãomorfológica de 86 isolados de Colletotrichum sp. que foram classificados como conídias ou periteciais, além da avaliação da compatibilidade micelial de 45 isolados de Colletotrichum spp. Caracterização molecular de 32 isolados de Colletotrichum spp., por meio do marcador IRAP. No teste de patogenicidade, não foi observado nenhum isolado patogênico para as cultivares utilizadas. Os isolados apresentaram ampla variabilidade para todas as características avaliadas. A formação de CAT's, a presença de isolados sexuais e a alta compatibilidade micelial entre os isolados avaliados evidenciam a grande capacidade da(s) espécie(s) em ampliar a variabilidade genética. O marcador IRAP não foi eficiente em diferenciar os isolados de Colletotrichum spp., oriundos da mancha manteigosa do cafeeiro.
Coffee blister spot, caused by the Colletotrichum spp. complex, is a disease that has been gaining notice in recent years. This disease compromises all parts of the plant, leading to total loss in production. The chemical control has been shown to be inefficient, thus the importance of identifying resistant genotypes. However, studies on the etiologic agent and its characterization regarding variability are scarce in literature. In this work, we aimed at conducting the pathogenicity test of four Colletottrichum spp. isolates originated from coffee blister spot lesions, by means of two distinct methodologies, one using spores and the other mycelia as inoculate. We also performed the physiological characterization of 87 Colletotrichum spp. isolates, in which we estimated the mycelial growth index (MGI) and the diameter of the colony. Cytological characterization of 34 Colletotrichum spp. isolates was performed to evaluate conidia dimensioning, percentage of germinated conidia, septa in germinated conidia, percentage of conidial anastomosis tubes (CATs) and the percentage of appressoria in germination tube. We also performed morphological characterization of 86 Colletotrichum spp. isolates, which were classified as conidia or peritecial, in addition to the evaluation of mycelia compatibility of 45 Colletotrichum spp. isolates; molecular characterization of 32 Colletotrichum spp. isolates, by means of the IRAP marker. In the pathogenicity test, we observed no isolate pathogenic to the used cultivars. The isolates presented wide variability for all traits evaluated. The formation of CATs, the presence of sexual isolates and the high mycelial compatibility between the evaluated isolates show a high capacity of the species in widening its genetic variability. The IRAP marker was not efficient in distinguishing the Colletotrichum spp. isolates originated from the coffee blister spot.
Informações adicionais: Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Genética e Melhoramento de Plantas, área de concentração em Genética e Melhoramento de Plantas, para a obtenção do título de Mestre.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/9408
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DBI - Genética e Melhoramento de Plantas - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Variabilidade fenotípica e genética de isolados de Colletotrichum spp oriundos de lesões da mancha manteigosa do cafeeiro.pdf646,16 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback