Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DCA - Departamento de Ciência dos Alimentos >
DCA - Programa de Pós-graduação >
DCA - Ciência dos Alimentos - Doutorado (Teses) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/990

Título: Pectinases de Cladosporium cladosporioides (Fres.) de Vries: condições de cultivo, purificação parcial e caracterização
Autor(es): Bastos, Sabrina Carvalho
Orientador: Pimenta, Carlos José
Coorientador(es): Dias, Disney Ribeiro
Membro da banca: Souza, Sara Maria Shalfoun de
Batista, Luís Roberto
Goulart, Patrícia de Fátima Pereira
Assunto: Pectina liase
Pectinametilesterase
Exo-poligalacturonase
Endo-poligalacturonase
Pectin lyase
Exo-polygalacturonase
Endo-polygalacturonase
Data de Defesa: 4-Mai-2012
Data de publicação: 2013
Agência de Fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ)
Fundação de Amparo à Pesquisa do estado de Minas Gerais (FAPEMIG)
Referência: BASTOS, S. C. Pectinases de Cladosporium cladosporioides (FRES.) de Vries: condições de cultivo, purificação parcial e caracterização. 2012. 133 p. Tese (Doutorado em Ciência dos Alimentos) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2012.
Resumo: O trabalho objetivou otimizar as condições de cultivo do fungo Cladosporium cladosporioides (Fres.) de Vries, purificar parcialmente as pectinases sintetizadas e caracterizá-las quanto as suas condições de estabilidade. O fungo Cladosporium cladosporioides (Fres.) de Vries foi cultivado em condições submersas específicas para avaliar os efeitos do tempo de incubação (24 a 120 horas), pH inicial (3,5 a 6,5) e concentração de pectina (5 a 20g/L) sobre a síntese de pectina liase (PL), pectinametilesterase (PME), exo-poligalacturonase (exo-PG) e endo-poligalacturonase (endo-PG). Através do planejamento experimental por DCCR, foi possível otimizar as condições de cultivo e obter um aumento significativo na atividade das pectinases em estudo. A condição de fermentação que resultou em produção máxima de PL (7000 U/mg), exo-PG (1 U/mg) e endo-PG (40U/mg) foi pH inferior a 3,5, concentrações de pectina superior a 16g/L e tempo de cultivo menor que 40 horas. Estas enzimas, produzidas nas condições otimizadas, foram parcialmente purificadas utilizando sulfato de amônio a 60% e posterior diálise. Foi possível obter índices de purificação significativos equivalentes a 8,1; 7,6; 7,8 e 8,4, para PL, PME, exo-PG e endo-PG, respectivamente. A porcentagem de recuperação destas enzimas com o processo de purificação foi superior a 90%. As enzimas parcialmente purificadas foram caracterizadas quanto a estabilidade em relação ao pH (4,0 a 8,0), temperatura (30 a 70ºC) e tempo de incubação (43 a 107 horas). O pH e a temperatura tiveram efeito negativo sobre a estabilidade de todas as pectinases, em contrapartida, o tempo não influenciou na resposta enzimática. A estabilidade das enzimas PL, PME, exo-PG e endo-PG foi máxima em pH ácido, entre 3,5 a 5,0 e temperatura entre 25 a 35°C. Nestas condições, foi possível reter aproximadamente 95% da atividade enzimática inicial. Também foi possível reter 80% da atividade inicial das pectinases em pH alcalino (8.0) associado a uma temperatura de até 30ºC
The work aimed at optimizing the growing conditions of the fungus Cladosporium cladosporioides (Fres.) de Vries, partially purify pectinases synthesized and characterized them as their conditions of stability. The fungus Cladosporium cladosporioides (Fres.) de Vries was cultivated under specific submersed conditions to evaluate the effects of incubation time (24 to 120 hours), initial pH (3.5 to 6.5) and pectin concentration (5 to 20g/L) upon the synthesis of pectin lyase (PL), pectinmethylesterase (PME), exo-polygalacturonase (exo-PG) and endo-polygalacturonase (endo-PG). Through the experimental planning by DCCR, it was possible to optimize the cultivation conditions and obtain a significant increase in the activity of the pectinases under study. The fermentation condition which resulted into maximum production of Pl (7000 U/mg), exo-PG (1 U/mg) and endo-PG (40U/mg) was pH lower than 3.5, pectin concentrations higher than 16g/L and cultivation time shorter than 40 hours. These enzymes, produced in the optimized conditions, were practically purified by using 60% ammonium sulfate and further dialysis. It was possible to obtain significant purification indices equivalent to 8.1; 7.6; 7.8 and 8.4 for PL, PME, exo-PG and endo-PG, respectively. The recovery percentage of these enzymes with the purification process was higher than 90%. The partially purified enzymes were characterized as to the stability in relation to pH (4.0 to 8.0), temperature (30 to 70ºC) and incubation time (43 to 107 hours). Both pH and temperature had negative effect upon the stability of all the pectinases, on the other hand, time did not influence the enzyme response. The stability of the enzymes PL, PME, exo-PG and endo-PG was maximal at acidic pH, between 3.5 to 5.0 and temperature between 25 to 35°C. Under these conditions, it was possible to retain about 95% of the initial enzyme activity. It was also possible to retain 80% of the initial activity of pectinases at alkaline pH (8.0) associate with a temperature of up to 30ºC
Informações adicionais: Tese apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Ciência dos Alimentos, para a obtenção do título de Doutor
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/990
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DCA - Ciência dos Alimentos - Doutorado (Teses)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
TESE_Pectinases de Cladosporium cladosporioides (Fres.) de Vries: condições de cultivo, purificação parcial e caracterização.pdf1,38 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback