Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1029
Título: Análise sistêmica das respostas fisiológicas foliares de espécies sempre-verdes e decíduas à disponibilidade hídrica
Autor : Nogueira, Joana Messias Pereira
Primeiro orientador: Barbosa, João Paulo Rodrigues Alves Delfino
metadata.teses.dc.contributor.advisor-co: Souza, Gustavo Maia
Primeiro membro da banca: Nakamura, Adriana Tiemi
Alves, José Donizeti
Área de concentração: Ecofisiologia Vegetal
Palavras-chave: Rede de conectância
Índice de reflectância
Troca gasosa
Network connectance
Reflectance indice
Gas exchange
Data da publicação: 2013
Agência(s) de fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Referência: NOGUEIRA, J. M. P. Análise sistêmica das respostas fisiológicas foliares de espécies sempre-verdes e decíduas à disponibilidade hídrica. 2013. 96 p. Dissertação (Mestrado em Ecofisiologia Vegetal)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2013.
Resumo: As plantas em seu ambiente natural estão sujeitas a variações periódicas na disponibilidade hídrica, um dos principais estresses abióticos que afeta espécies dos neotrópicos, as quais apresentam processos complexos e distintos de respostas à seca, como a deciduidade. Objetivou-se compreender a estabilidade fisiológica de características foliares em espécies lenhosas sempre-verdes e decíduas frente à periodicidade da disponibilidade hídrica, através de uma análise sistêmica e por índices de reflectância espectral. Em casa de vegetação, foram realizados dois ciclos de deficiência hídrica (D) e dois de reirrigação na capacidade de campo (R) em indivíduos jovens de sempre-verdes (Coffea arabica e Hymenaea courbaril) e decíduas (Tabebuia aurea e Eucalyptus urograndis). Utilizou-se trinta indivíduos para cada tratamento: disponibilidade hídrica (Estresse-Recuperação) e sob capacidade de campo (Controle), realizando-se avaliações após 1, 5 e 12 dias do 1º D; 3, 8 e 13 dias da 1ª R; 3, 8 e 11 dias do 2º D e 3, 6 e 9 dias após a 2ª R, sendo avaliadas cinco amostras de cada tratamento por espécie. Monitorou-se características ambientais e se quantificou aspectos foliares de trocas gasosas, relações hídricas, pigmentos cloroplastídicos, fósforo e nitrogênio foliar, fluorescência e índices de reflectância foliar. Em cada tempo de avaliação, aplicou-se análise multivariada e foram calculados os valores de conectância global (Cg) de trocas gasosas e de relações hídricas. Aos doze dias do 1º D ocorreu perda da CgTotal com intensa queda foliar nas decíduas, enquanto que as sempre-verdes mantiveram maior homeostase. Nos ciclos de R, o Cafeeiro apresentou maior resiliência que o Jatobá. Com a progressão do déficit hídrico, as sempre-verdes estudadas apresentaram manutenção da estabilidade fisiológica, indicando a existência de processos de memória de resposta à seca. Esta estabilidade nas redes foi detectada pelo Índice de Diferença Normalizada (NDI) (r = 0,926, p = 0,0239) e Índice de Reflectância Fotoquímico (PRI) (r = -0,881, p = 0,0421) em Cafeeiro após cinco dias do 1º D e pelo PRI em Jatobá (r = 1,00, p = 0,0167) aos 11 dias do 2º D. Este estudo permitiu uma análise ampla de alguns aspectos fisiológicas relacionados com a deciduidade foliar em espécies nativas e cultivadas que passam pela sazonalidade na disponibilidade hídrica imposta pelo clima do Cerrado, fornecendo evidências científicas importantes para ampliar o conhecimento sobre os mecanismos ecológicos e respostas fisiológicas a eventos recorrentes de seca.
In their natural environment plants are subject to changes in water availability, a major abiotic stress affecting species of the neotropics, which have complex and distinct responses to drought as the deciduousness. This study aimed to understand the physiological stability of leaf traits of woody evergreen and deciduous species facing water availability through time, using systemic analysis and spectral reflectance indices. In the greenhouse, we performed two cycles of water deficit induction (D) followed by two rewatering at field capacity (R) in evergreens (Coffea arabica and Hymenaea courbaril) and deciduous (Tabebuia aurea and Eucalyptus urograndis) plantlets. Thirty plants were used per treatment: water availability (Stress in and Stress out), and under field capacity (Control), performing evaluations after 1, 5 and 12 days for the 1st D; 3, 8 and 13 days from the 1st R; 3, 8 and 11 days for the 2nd D and 3, 6 and 9 days after the 2nd R in five samples. The environmental characteristics of the greenhouse were monitored along the experimental period and we quantified aspects of leaf gas exchange, water relations, leaf pigments, phosphorus and nitrogen, chlorophyll fluorescence and leaf reflectance indices. For each evaluation period, the data was analized bu a principal component analysis and we calculated the total connectance (Cg) of the gas exchange and water relations networks. At the 12th day of the 1st D we observed the total loss of the CgTotal with intense leaf fall in deciduous species, while evergreen maintained higher homeostasis. In the R cycles, the Coffee plants showed greater resilience than Jatoba individuals. With the progression of drought, the studied evergreens showed processes of physiological stability, indicating that memory processes may be present in response to drought. This stability in the network was detected by the Normalized Difference Index (NDI) (r = 0,926, p = 0.0239) and Photochemical Reflectance Index (PRI) (r = -0,881, p = 0,0421) after five days in Coffee 1st D and the PRI in Jatoba (r = 1,00, p = 0,0167) at 11 days of the 2nd D. This study allowed a broad analysis of some physiological aspects linked with leaf deciduousness in native and cultivated species facing the seasonality of water availability of the Cerrado, providing scientific evidences to expand the knowledge about the ecological mechanisms and physiological response to recurring drought events.
metadata.teses.dc.description: Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Agronomia/Fisiologia Vegetal, área de concentração em Ecofisiologia Vegetal, para a obtenção do título de Mestre.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1029
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DBI - Agronomia/Fisiologia Vegetal - Mestrado (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTACAO_Análise sistêmica das respostas....pdf1,16 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.