Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10778
Título: Bacillus subtilis e bactérias endofíticas autóctones como agentes de biocontrole para Fusarium solani e bioacúmulo de ferro na cultura da mandioca
Autor : Freitas, Mônica Aparecida de
Lattes: http://lattes.cnpq.br/3081184942260930
Primeiro orientador: Medeiros, Flavio Henrique Vasconcelos de
Primeiro coorientador: Paré, Paul W.
Primeiro membro da banca: Souza, Jorge Teodoro de
Segundo membro da banca: Andrade, Luiz Antônio De Bastos
Terceiro membro da banca: Campos, Vicente Paulo
Palavras-chave: Manihot esculenta Crantz
Microscopia eletrônica de varredura
Microanálise de raio x
Vasos de Leonard
Scan electron microscopy
X-ray microanalysis
Leonard vases
Data da publicação: 22-Dez-2015
Agência(s) de fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Referência: FREITAS, M. A. de. Bacillus subtilis e bactérias endofíticas autóctones como agentes de biocontrole para Fusarium solani e bioacúmulo de ferro na cultura da mandioca. 2015. 91 p. Tese (Doutorado em Agronomia/Fitopatologia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2015.
Resumo: A mandioca é uma cultura de elevada importância sócio econômica. No entanto, o valor nutricional da raiz é pobre, contém pouca proteína, vitaminas ou nutrientes como o ferro. Em adicional, a cultura sofre perdas em qualidade e produtividade devido à ocorrência de doenças, dentre as principais, a podridão radicular causada por Fusarium solani. Nesse sentido, foram realizados ensaios com a adoção de isolados bactérianos benéficos no melhoramento da cultura. Para avaliar o antagonismo contra F. solani e a indução do acumulo de ferro em plantas de mandioca foram utilizados isolados bacterianos endofíticos autóctones e a rizobactéria GBO3. Dessas, AMRAC31 (Rhizobium radiobacter), MGRTSA05 (Bacillus subtilis), MAIIF2a (Microbacterium imperiale) e GBO3 (Bacillus subtilis) promoveram crescimento de plantas, acumulo de ferro e/ou ausência de sintomas da podridão radicular causada por F. solani. Novos ensaios foram então realizados com os isolados bactérianos mais promissores para indução do acúmulo de ferro por plantas cultivadas em solução nutritiva. MAIIF2a, MGRTSA05 e GBO3 foram capazes de induzir o acumulo significativos de ferro pelas plantas em condições ideais e de deficiência em ferro. Os isolados também apresentaram efeito fungicida e fungistatico, protegendo gemas e ramos de mandioca contra a colonização de F. solani após bacterização in vitro. A partir da combinação dos resultados obtidos, foi avaliado em campo o potencial indutor do acúmulo de ferro dos isolados mais promissores em duas cultivares previamente selecionadas quanto a produtividade. Concluiu se que MGRTSA05 e GBO3, foram capazes de induzir o acumulo de ferro por plantas de mandioca cultivar “IAC 576” com valores significativos em relação ao tratamento controle.
Abstract: Cassava is a culture of high socio-economic importance. However, the nutritional value of the root is poor. It contains little protein, vitamins or nutrients, such as iron. In addition, the culture suffers quality and productivity loss due to the occurrence of disease, among which, the main disease is root rot caused by Fusarium solani. In this sense, we conducted trials adopting bacterial isolates beneficial to improving the culture. To evaluate the antagonism against F. solani and the induction of iron accumulation in cassava plants, we used endophytic and autochthonous bacterial isolates and the GBO3 rhizobacteria. Of these, AMRAC31 (Rhizobium radiobacter), MGRTSA05 (Bacillus subtilis), MAIIF2a (Microbacterium imperial) and GBO3 (Bacillus subtilis) promoted growth, iron accumulation and/or absence of root rot symptoms caused by F. solani. New trials were conducted with the most promising bacteria for inducing the accumulation of iron by plants cultivated in nutritive solution. MAIIF2a, MGRTSA05 and GBO3 were capable of inducing significant iron accumulation by plants in ideal conditions and iron deficiency conditions. The isolates also presented fungicide and fungistatic effect, protecting cassava gems and branches against colonization by F. solani after in vitro bacterization. With the combination of the obtained results, we evaluated, in field, the inducing potential of iron accumulation on the more promising isolates in two cultivars previously selected regarding productivity. We concluded that the MGRTSA05 and GBO3, were capable of inducing iron accumulation by cassava plants of cultivar “IAC 576” with significant values regarding the control treatment.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10778
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções:DFP - Agronomia/Fitopatologia - Doutorado (Teses)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.