Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11028
Título: Mudanças temporais associadas ao espectro de dispersão e a guildas de regeneração em uma comunidade arbórea de Mata Atlântica
Autor : Silva, Eder Marcos da
Lattes: http://lattes.cnpq.br/3102242873107839
Primeiro orientador: Santos, Rubens Manoel dos
Primeiro membro da banca: Morel, Jean Daniel
Segundo membro da banca: Garcia, Paulo Oswaldo
Palavras-chave: Bambu
Resiliência
Silvigênese
Interação biótica
Bamboo
Resilience
Biotic interaction
Data da publicação: 13-Abr-2016
Agência(s) de fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: SILVA, E. M. da. Mudanças temporais associadas ao espectro de dispersão e a guildas de regeneração em uma comunidade arbórea de Mata Atlântica. 2016. 60 p. Dissertação (Mestrado em Botânica Aplicada)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2016.
Resumo: O objetivo do presente estudo foi analisar as mudanças estruturais ocorridas em uma comunidade arbórea de floresta estacional semidecidual, localizada na Fazenda Lagoa, município de Coqueiral, MG, durante o período de 10 anos (2003-2013) de monitoramento e detectar padrões associados a grupos ecológicos de sucessão, assim como para o espectro de dispersão da comunidade. Para tal, buscou responder as seguintes perguntas: (1) Existem padrões nas alterações estruturais da comunidade arbórea ao longo do tempo? (2) Há padrões nas alterações estruturais temporais de grupos sucessionais específicos (pioneiras e não pioneiras)? (3) Existem padrões para as alterações estruturais do espectro de dispersão (zoocoria, autocoria e anemocoria) da comunidade? Os estudos ecológicos na área se iniciaram em 2003, por meio do levantamento fitossociológico da comunidade arbórea, com a alocação de 25 parcelas permanentes de 20×20 m, ao longo de cinco transeções, totalizando uma amostragem de 1 hectare. Os indivíduos arbóreos vivos com circunferência à altura do peito (CAP) maior ou igual a 15,7 cm receberam etiquetas numeradas de alumínio e foram medidos em circunferência. Em 2008 e 2013 ocorreram os inventários de monitoramento, onde os indivíduos sobreviventes foram mensurados, os mortos contabilizados e os recrutas incorporados. As mudanças estruturais temporais foram analisadas por meio da obtenção de taxas de dinâmica relativas à abundância de indivíduos e área basal para a comunidade como um todo, bem como para grupos de guildas de regeneração e o espectro de dispersão. A comunidade apresentou instabilidade durante o período de monitoramento, caracterizada pelo predomínio de mortalidade e ganho de área basal no primeiro intervalo, seguido de mortalidade e perda de área basal no segundo intervalo, possivelmente em função da presença de bambus na área. Com base no padrão das taxas apresentadas pelas espécies pioneiras, em resposta às condições desfavoráveis do hábitat, foi possível constatar uma menor dificuldade de estabelecimento, quando comparada às espécies não pioneiras. Com relação ao espectro de dispersão da comunidade, ocorreu a ausência de um padrão para a dinâmica da área basal dos grupos, tendo em vista que as características ecológicas ligadas à dispersão estão associadas apenas ao sucesso de chegada dos grupos na área, e não em seu estabelecimento. As espécies anemocóricas não apresentaram um padrão de dinâmica claro, no entanto, um padrão claro demonstra uma redução no recrutamento de espécies zoocóricas. Torna-se necessário o desenvolvimento de novos estudos para subsidiar a compreensão de alguns padrões encontrados, como, por exemplo, a alta mortalidade de espécies autocóricas, ao longo do período de monitoramento.
Abstract: The aim of this study was to analyze the structural changes in a tree community of semideciduous forest, located on Fazenda Lagoa, city of Coqueiral, Minas Gerais, during the period of 10 years (2003-2013) to monitor and detect patterns associated with ecological groups of succession, as well as for the community dispersal spectrum. To this end, this work sought to answer the following questions: (1) Are there patterns in the structural changes of the tree community over time? (2) Are there patterns in the temporal structural changes of specific successional groups (pioneer and non-pioneer)? (3) Are there patterns for structural changes in the dispersal spectrum (zoochory, autochory and anemochory) community? Ecological studies in the area began in 2003, through the phytosociological survey of the tree community, with the allocation of 25 permanent plots of 20 × 20 m over five transects totaling a sample of 1 hectare. The living individual trees with circumference at breast height (CBH) greater than or equal to 15.70 cm received numbered labels of aluminum and were measured in circumference. In 2008 and 2013 the monitoring inventories occurred, where survivor individuals were measured, the dead were recorded and recruiters were incorporated. Temporal structural changes were analyzed by obtaining dynamic rates on the abundance of individuals and basal area for the community as a whole as well as for groups of regeneration guilds and dispersal spectrum. The community presented instability during the monitoring period, characterized by the prevalence of mortality and gain of basal area in the first interval, followed by mortality and loss of basal area in the second interval, possibly due to the presence of bamboos in the area. Based on the pattern of charges made by pioneer species, in response to the poor quality of the habitat, there has been a minor difficulty in establishing compared to non-pioneer species. With regard to community dispersal spectrum there was a lack of a pattern for the dynamic basal area of groups in order that the ecological traits of dispersion are associated only with the successful arrival of the groups in the area, and not in their establishment . Anemochoric dynamic did not show a clear pattern, however, a clear pattern demonstrates a reduction in the recruitment of zoochoric species. It is necessary to develop new studies to support the understanding of some patterns found, for example, high mortality of autochorous species throughout the monitoring period.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11028
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções:DBI - Botânica Aplicada - Mestrado (Dissertações)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.