Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1238
Título: Qualidade de vida no trabalho para os servidores técnico-administrativos de uma universidade federal em Minas Gerais
Autor : Pinto, Lauisa Barbosa
Primeiro orientador: Vilas Boas, Ana Alice
metadata.teses.dc.contributor.advisor-co: Pereira, José Roberto
Primeiro membro da banca: França, Ana Cristina Limongi
Cappelle, Mônica Carvalho Alves
Área de concentração: Organizações, Gestão e Sociedade
Palavras-chave: Qualidade de vida no trabalho
Serviço público
Teoria do novo serviço público
Quality of working life
Public service
Theory of new public service
Data da publicação: 22-Out-2013
Agência(s) de fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Referência: PINTO, L. B. Qualidade de vida no trabalho para os servidores técnico-administrativos de uma universidade federal em Minas Gerais. 2013. 172 p. Dissertação (Mestrado em Administração)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2013.
Resumo: O presente estudo foi realizado com o objetivo principal de analisar a qualidade de vida percebida pelos servidores técnico-administrativos de uma universidade federal em Minas Gerais. Especificamente, nesta investigação, procurou-se: (a) descrever os significados atribuídos pelos servidores técnico-administrativos em uma universidade pública a respeito de qualidade de vida no trabalho; (b) identificar os indicadores (biológicos, psicológicos, sociais e organizacionais) de qualidade de vida no trabalho para os servidores técnico-administrativos; (c) apreender os fatores relevantes e limitantes de qualidade de vida no trabalho existentes na organização em estudo e (d) separar os indivíduos em grupos, com base nas variáveis mais relevantes verificadas. A pesquisa foi executada em duas fases, envolvendo metodologias quantitativas e qualitativas embasadas teoricamente na abordagem BPSO-96 e no modelo conceitual de competências de qualidade de vida no trabalho de Limongi-França (2010). Na etapa quantitativa foi utilizada análise estatística descritiva e multivariada (análises de clusters e análise discriminante), em que se constatou que 64,5% dos respondentes afirmaram que têm qualidade de vida no trabalho, 23,7% alegaram não ter qualidade de vida no trabalho e 11,8% não se pronunciaram. Dois clusters foram identificados, sendo cluster 1, denominado “menos satisfeitos” e cluster 2, “mais satisfeitos”. Na fase qualitativa, pôde-se apreender o conceito de qualidade de vida no trabalho e seus fatores mais relevantes e limitantes para os servidores técnico-administrativos, por meio da análise de conteúdo. Na fase qualitativa, pôde-se apreender o conceito de qualidade de vida no trabalho e seus fatores mais relevantes e limitantes para os servidores técnico-administrativos, por meio da análise de conteúdo. Considerando as duas fases da pesquisa, concluiu-se que o perfil do gestor público e o relacionamento dos gestores com os servidores na realização do trabalho são os pontos de maior relevância encontrados neste trabalho e que afetam a percepção de qualidade de vida no trabalho.
The main objective of this study was to analyze the quality of working life perceived by technical and administrative staff of a federal university in Minas Gerais. Specifically, this research sought to: (a) describe the meaning of Quality of Working Life attributed by technical and administrative staff of such university, (b) identify the Quality Working Life’s indicators (biological, psychological, social and organizational) for the technical and administrative staff; (c) capture the relevant and limiting factors of Quality of Working Life in the organization under study, and (d) separate individuals into groups and group them based on the most relevant variables verified. The research was performed in two phases involving quantitative and qualitative methodologies theoretically based on the BPSO-96 approach and the Conceptual Model of QWL Skills of Limongi-França (2010). It was used statistical descriptive analysis and multivariate analysis (cluster analysis and discriminant analysis) in the quantitative phase. In these analyses, 64.5% of respondents said that they have quality of working life, 23.7% claimed not to have QVT, and 11, 8% did not comment. Two clusters were identified, cluster 1 named "Less Satisfied" and cluster 2, "More Satisfied." In the qualitative phase, the concept of QWL was extracted from the technical and administrative staff’s comments. The most relevant and limiting factors were also pointed out in the content analysis. Considering the two phases of the research, it was concluded that the profile of the public manager and the relationship of the managers with the servers in performing their work are the most relevant points observed in this study that affect their perception of QWL.
metadata.teses.dc.description: Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Administração, área de concentração em Organizações, Gestão e Sociedade, para a obtenção do título de Mestre.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1238
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DAE - Administração - Mestrado (Dissertações)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.