Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12633
metadata.artigo.dc.title: Níveis de metionina + cistina digestíveis em rações para poedeiras no pico de produção
metadata.artigo.dc.title.alternative: Digestible methionine plus cystine levels in diets for laying hens at the production peak
metadata.artigo.dc.creator: Geraldo, Adriano
Bertechini, Antônio Gilberto
Fassani, Edison Jose
Rodrigues, Paulo Borges
metadata.artigo.dc.subject: Poedeira
Metionina+cistina digestível
Ovo - Qualidade
Desempenho
Layer
Digestible amino acids
Egg quality
Performance
metadata.artigo.dc.publisher: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária
metadata.artigo.dc.date.issued: 2010
metadata.artigo.dc.identifier.citation: GERALDO, A. et al. Níveis de metionina + cistina digestíveis em rações para poedeiras no pico de produção. Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia, Belo Horizonte, v. 62, n. 5, out. 2010.
metadata.artigo.dc.description.resumo: Avaliaram-se os efeitos de níveis de aminoácidos sulfurados digestíveis (AASD) sobre o desempenho e a qualidade interna e externa de ovos de 360 poedeiras de 25 a 41 semanas de idade. Foram formuladas seis dietas experimentais: cinco continham 0,578; 0,636; 0,694; 0,752 ou 0,810% de AASD, e em uma o nível de AASD foi o usualmente recomendado, cada tratamento com cinco repetições de 12 aves, em quatro períodos de avaliação de 28 dias cada. Melhores resultados para produção de ovos, conversão alimentar, massa de ovos e ovos viáveis foram obtidos com as aves que consumiram 729; 751; 801 e 730mg AASD/dia, respectivamente. A elevação dos níveis de AASD resultou em aumentos lineares no consumo de ração, no ganho de peso, nas porcentagens de gema e no extrato etéreo na gema. Nos ovos armazenados por sete dias, houve aumento linear da porcentagem de gema e decréscimo linear da porcentagem de casca, unidade Haugh e peso específico com a elevação dos níveis de AASD. Conclui-se que, para melhores produção e qualidade interna e externa de ovos, é necessário o consumo de 752mg de AASD ou de 864mg de aminoácidos sulfurados totais por ave/dia.
metadata.artigo.dc.description.abstract: An experiment was conduct using 360 laying hens to evaluate the dietary levels of digestible sulfur amino acids (DSAA) on performance and egg quality of hens from 25 to 41 weeks of age. Five experimental diets were formulated containing 0.578, 0.636, 0.694, 0.752, and 0.810% of DSAA and one additional diet using the recommend level. Each treatment was replicated five times with 12 birds per replicate during four evaluation periods of 28 days each. The best results for egg production, feed conversion, egg mass yield, and viable eggs were obtained by birds that consumed 729, 751, 801, and 730 DSAA mg/day, respectively. Feed intake, weight gain, percentage of yolk, and lipid yolk linearly increased with increasing levels of DSAA. A linear increase in the percentage of yolk and a linear decrease on the percentage of shell weight, Haugh unit, and specific weight were observed with increasing levels of DSAA for eggs stored during seven days. It is concluded that for the best production and egg quality, a consumption of 752 mg of DSAA or 864 mg of total sulfur amino acid per bird per day is required.
metadata.artigo.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/12633
metadata.artigo.dc.language: pt_BR
Appears in Collections:DZO - Artigos publicados em periódicos



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons