Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/13068
Título: Mancha de phoma do cafeeiro: relação com irrigação, fertilidade do solo e nutrição de plantas
Título(s) alternativo(s): Phoma leaf spot: relationship with irrgation, soil fertilization and plant nutrition
Autor : Dornelas, Gabriel Avelar
Primeiro orientador: Souza, Paulo Estevão de
Primeiro coorientador: Pozza, Edson Ampélio
Primeiro membro da banca: Pozza, Edson Ampélio
Segundo membro da banca: Alves, Marcelo de Carvalho
Terceiro membro da banca: Guimarães, Rubens José
Quarto membro da banca: Teixeira, Hudson
Palavras-chave: Café – Doenças e pragas
Fitopatologia – Métodos estatísticos
Mancha de phoma
Coffee – Diseases and pests
Plant diseases – Statistical methods
Phoma leaf spot
Phoma tarda
Data da publicação: 29-Mai-2017
Referência: DORNELAS, G. A. Mancha de phoma do cafeeiro: relação com irrigação, fertilidade do solo e nutrição de plantas. 2017. 168 p. Tese (Doutorado em Agronomia/Fitopatologia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2017.
Resumo: A mancha de phoma (Phoma tarda) (MPC) é uma das principais doenças da cultura, por causar grandes prejuízos à cafeicultura, devido à queda de folhas, seca de ramos e mumificação de frutos, ocasionando perdas na produtividade em até 43%. O fornecimento de água e o equilíbrio nutricional podem afetar a ocorrência da doença. Pouco se conhece sobre a influência da nutrição mineral e da fertilidade do solo, ao longo do espaço no campo, principalmente, com relação ao K, P, B, Ca e Mn na intensidade da doença. Dessa forma, foram realizados 3 experimentos em campo, com intuito de verificar a epidemiologia e a forma de controle, para a MPC, em diferentes condições de nutrição mineral e a irrigação. No 1º experimento, objetivou-se avaliar a interação lâminas de água com diferentes doses de P2O5 (5 lâminas de irrigação x 4 doses de P2O5) na intensidade da MPC. Realizaram-se avaliações de MPC nas folhas em intervalos de 30 dias. A curva de progresso da média da incidência da MPC variou entre os 2 anos de avaliação. No 1º ano, o pico da doença ocorreu, em ago/2012 (4,68%), já no 2º ano, em set/2013 (9,79%). Houve interação entre doses de P2O5 e lâminas de irrigação, na incidência média da MPC, sendo observado o aumento da doença com o aumento das lâminas de irrigação até a lâmina de 1,0 do Kc e nas doses 80 a 240 kg ha-1 de P2O5. O modelo não linear exponencial foi ajustado nos 2 anos avaliados. No 2º experimento, objetivou-se avaliar a interação entre doses de K e de B (4 doses de K x 4 doses de B) na intensidade da MPC. Realizaram-se 24 avaliações da MPC, nas folhas do cafeeiro, em intervalos de 30 dias. A curva de progresso média da incidência da MPC variou entre os anos de avaliação. Os picos das incidências médias ocorreram em 16/06 e 12/09 de 2013 e 20/01 e 24/04 de 2014, respectivamente. No ano de 2014, a incidência foi menor, em comparação com o ano de 2013, mesmo com alta carga pendente, possivelmente, em razão das maiores temperaturas registradas e ocorrência fora do período normal da doença. Houve interação significativa entre as doses de K e de B com a AACPI e AACPE, na qual as doses entre 0 e 200 kg ha-1 de K com doses entre 0 e 2 kg ha-1 de B apresentaram os maiores níveis de doença e, nas doses 0 a 100 kg ha-1 de K e 2 a 4 kg ha-1 de B, foi observado o menor enfolhamento. No 3º ensaio, objetivou-se avaliar o padrão espacial da relação entre a MPC e a nutrição da planta em lavoura cafeeira irrigada por pivô central. Houve dependência espacial da MPC e dos teores de P, K, Ca, B e Mn. A maior incidência da MPC ocorreu nas áreas com os menores teores de P e K e os maiores teores de B.
Abstract: The phoma leaf spot (Phoma tarda) (PLS) is one of the main diseases of the crop, causing crop damage, due to leaf fall, dry branches and mummification of fruits, causing losses in production of up to 43%. Water supply and nutritional balance may affect the occurrence of the disease; such supply can be done via drip or sprinkler irrigation. Nowadays, little is known about the influence of mineral nutrition and soil fertility along the field space, especially with respect to K, P, B, Ca and Mn in the intensity of the disease. Thus, 3 experiments were carried out in the field, in order to verify the epidemiology and form of control for the phoma leaf spot using mineral nutrition and irrigation. In the 1oexperiment, the objective was to evaluate the interaction of rates of water with different doses of P2O5 (5 irrigation depths x 4 doses of P2O5) in the intensity of the coffee phoma stain. PLS evaluations were performed at 30-day intervals. The progress curve of the mean incidence of the PLS varied between the two evaluation years. In the first year, the peak of the disease occurred in August / 2012 (4.68%), already in the 2nd year, in September / 2013 (9.79%). There was interaction between doses of P2O5 and irrigation depths in the mean incidence of the PLS, being observed the increase of the disease with the increase of the irrigation slides up to the blade of 1.0 of Kc and in doses 80 to 240 kg ha-1 of P2O5. The exponential nonlinear model was adjusted in the 2 evaluated years. In the 2nd experiment, the interaction between K and B doses (4 K dosesx 4 doses of B) on the intensity of the PLS. Twenty-four evaluations were performed on coffee leaves at 30-day intervals. The mean progress curve of the incidence of PLS varied between the 2 years of evaluation. The peaks of the average incidence occurred on 06/16 and 09/13 of 2013 and 20/01 and 04/24 of 2014, respectively. In the year 2014, the incidence was lower compared to the year 2013, even with high load pending, possibly due to the higher temperatures recorded and occurring outside the normal period of the disease. There was a significant interaction between K and B doses with AACPI and AACPE, in which doses between 0 and 200 kg ha-1 of K at doses between 0 and 2 kg ha-1 of B showed the highest levels of disease And in the doses 0 to 100 kg ha-1 of K and 2 to 4 kg ha-1 of B the smallest leafing was observed. The objective of this study was to evaluate the spatial pattern of the relationship between PLS and plant nutrition in coffee plow irrigated by central pivot. There was spatial dependence of the PLS and the contents of P, K, Ca, B and Mn. The highest incidence of the PLS occurred in the areas with the lowest P and K contents and the highest B contents.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/13068
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções:DFP - Agronomia/Fitopatologia - Doutorado (Teses)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TESE_Mancha de phoma do cafeeiro relação com irrigação, fertilidade do solo e nutrição de plantas.pdf2,49 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.