Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/13131
Título: Crescimento de Vochysia thyrsoidea Pohl (Vochysiaceae) em resposta às condições ambientais do cerrado rupestre
Título(s) alternativo(s): Growth of Vochysia thyrsoidea Pohl (Vochysiaceae) in response to the environmental of the rocky cerrado
Autor : Monteiro, Vanessa da Fontoura Custódio
Lattes: http://lattes.cnpq.br/1092240923382212
Primeiro orientador: Barbosa, João Paulo Rodrigues Alves Delfino
Primeiro coorientador: Barbosa, Ana Carolina Maioli Campos
Primeiro membro da banca: Berg, Eduardo van den
Segundo membro da banca: Martins, Giordane Augusto
Terceiro membro da banca: Habermann, Gustavo
Quarto membro da banca: Castro, Gislene Carvalho de
Quinto membro da banca: Marchiori, Paulo Eduardo Ribeiro
Palavras-chave: Plantas – Cerrado – Desenvolvimento
Estresse hídrico
Plants – Cerrado – Development
Water stress
Vochysia thyrsoidea
Data da publicação: 5-Jun-2017
Agência(s) de fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: MONTEIRO, V. da F. C. Crescimento de Vochysia thyrsoidea Pohl (Vochysiaceae) em resposta às condições ambientais do cerrado rupestre. 2017. 67 p. Tese (Doutorado em Botânica Aplicada)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2017.
Resumo: Em ambientes sazonalmente secos, as condições limitantes, especialmente a disponibilidade hídrica, podem ocasionar alterações no padrão de crescimento de plantas. Espécies arbóreas, por terem maior ciclo de vida, tendem a ter diferentes estratégias de alocação de recursos, e a capacidade de crescer ou perder módulos frente às condições ambientais pode indicar, ao longo do tempo, o sucesso de indivíduos e de populações. Assim, monitorar o crescimento dessas plantas em condições naturais é fundamental para entender a estabilidade de populações frente às variações ambientais. Dentre as espécies lenhosas que ocupam os cerrados rupestres da região de abrangência da bacia hidrográfica do Alto do Rio Grande, no sul de Minas Gerais, Vochysia thyrsoidea Pohl (Vochysiaceae) é uma espécie sempre-verde que vem sendo estudada em duas áreas de cerrado rupestre desde 2013 pelo grupo de pesquisa do Laboratório de Ecofisiologia Vegetal da Universidade Federal de Lavras. Os estudos realizados nessas áreas mostram que o crescimento da espécie é contínuo mesmo em períodos de baixa disponibilidade hídrica. Porém, para avaliar o sucesso dos indivíduos em condições de campo é necessário o monitoramento ao longo do tempo. Assim, esta tese preenche as lacunas sobre quais são os fatores que controlam o crescimento de V. thyrsoidea nos cerrados rupestres. O crescimento foi monitorado através de avaliações de incremento radial, altura, demografia foliar, expansão e mortalidade de ramos, potencial hídrico, índice de clorofila e atividade das enzimas do sistema antioxidante em duas subpopulações de V. thyrsoidea localizadas no Parque Ecológico Quedas do Rio Bonito, Lavras, MG e na Reserva Biológica Unilavras-Boqueirão, Ingaí, MG. Nesse cenário, testou-se a hipótese de que Vochysia thyrsoidea é uma espécie isohídrica e de que existem diferenças ambientais entre as áreas de estudo que influenciam o crescimento da espécie, principalmente da radiação incidente. Os resultados mostram que os indivíduos maximizam o crescimento pela manutenção do potencial hídrico. Apesar da diferença na orientação das faces das vertentes do relevo entre as duas áreas, o comportamento do crescimento foi semelhante entre as subpopulações. No entanto, os indivíduos do PEQRB apresentaram maior taxa de incremento acumulado ao final do estudo, o que foi favorecido por estarem voltados à face leste, aproveitando melhor a incidência da luz no período da manhã para a assimilação do carbono. Além disso, as duas subpopulações otimizam o crescimento radial em períodos mais quentes, com maior incidência de radiação solar. Por outro lado, o pico de produção foliar ocorre em meses mais frios e com menor radiação. Assim, essa aptidão estratégica de alocação de recursos associada com a manutenção do potencial hídrico é determinante no sucesso de V. thyrsoidea nos cerrados rupestres.
Abstract: Seasonal dry areas have limiting conditions, especially the water availability which may cause alterations in the growth pattern of plants. Tree species, since they have a longer life cycle, tend to show different strategies in the resource allocation, growth investment, and the capacity of losing modules in front of environmental conditions, indicating the success of individuals and populations along the time. Considering that, is important to monitorate the growth of these plants under natural conditions in order to understand the stability in relation to environmental fluctuations. Among the tree species that occupy rocky cerrado in the Alto do Rio Grande Basin, south of Minas Gerais, Vochysia thyrsoidea Pohl (Vochysiaceae) is an evergreen species which is a subject of research of the Plant Ecophysiology Laboratory at Federal University of Lavras, in two areas since 2013. Studies in these rocky cerrado areas show a continuous growth pattern even during periods of restricted water availability. However, to evaluate the success of these individuals under field conditions, a long-term monitoring is needed. Thus, this research is able to fill some gaps about environmental factors responsible for control of V. thyrsoidea in rocky cerrado areas. The growth was assessed using evaluations of radial increase, height, leaf demography, expansion and mortality of branches, water potential, chlorophyll index, and activity of antioxidant enzymes in two subpopulations of V. thyrsoidea, placed at Parque Ecológico Quedas do Rio Bonito (PEQRB), Lavras, MG and at Reserva Biológica Unilavras-Boqueirão, Ingaí, MG. In this scenario, we tested the hypothesis that V. thyrsoidea is an isohydric species and there are environmental differences between the two studied areas, as incident radiation, that may influence the growth of this species. Individuals maximize their growth by maintaining the water potential. Besides the difference in the orientation of the side of the relief slopes between the two areas, growth trend was similar between the subpopulations. However, individuals at PEQRB showed the highest increment at the end of the experimental period that was favored by the orientation to the east side, allowing the use of the best incident radiation in the carbon assimilation, during the morning. Furthermore, the two subpopulations optimized the radial increase during warmer and sunnier periods. On the other hand, the maximum of leaf production occurred during the cold months, with less radiation. Thus, this strategic aptitude in the resource allocation associated with the maintenance of the water potential is determinant of the success of V. thyrsoidea in rocky cerrado.
metadata.teses.dc.description: A coorientadora da tese é também membra titular da banca. Os dois últimos membros da banca são suplentes.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/13131
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções:DBI - Botânica Aplicada - Doutorado (Teses)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.