Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/13925
Title: FATORES DE RISCO ASSOCIADOS À NEFROLITÍASE RECORRENTE VIA REGRESSÃO LOGÍSTICA BINÁRIA
Fatores de risco associados à nefrolitíase recorrente via regressão logística binária
Issue Date: 1-Aug-2017
Publisher: Editora UFLA - Universidade Federal de Lavras - UFLA
Description: A nefrolitíase é uma das doenças mais comuns do trato urinário, e sua incidência vem aumentando nos últimos anos. Atinge 10 a 15% da população e a maior prevalência ocorre entre a terceira e quinta décadas. Além das repercussões clínicas, também é significativo o impacto econômico da nefrolitíase. No Brasil, dados do Sistema Único de Saúde demonstram que em 2010 foram gastos R$ 30 milhões em internações hospitalares relacionadas à litíase urinária. Neste contexto, a melhor compreensão dos fatores de risco que influenciam a nefrolitíase cria uma perspectiva de grandes avanços em termos de prevenção e tratamento. O presente estudo teve por objetivo modelar a probabilidade de nefrolitíase recorrente a partir de um conjunto de covariáveis antropométricas, de composição corporal, bioquímica sanguínea, resistência insulínica e urina de 24 horas. Os dados são provenientes do Ambulatório de Nefrolitíase do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná. Por meio da aplicação de regressão logística binária foi possível identificar que indivíduos com valores mais elevados de glicemia de jejum, de ácido úrico urinário e maior porcentagem de gordura corporal são mais propensos para desenvolvimento de nefrolitíase. Esses resultados demonstram a importância do controle glicêmico e da manutenção da composição corporal que, de forma geral, dependem de mudanças de hábitos e estilo de vida.
Nephrolithiasis is one of the most common diseases of the urinary tract and its incidence has been increasing over the past years. It affects 10 to 15% of the population and it is more prevalent between the third and fifth decades of life. Beyond the clinical effects, nephrolithiasis also has a substantial economic impact.  In Brazil, data from Unified Health System (Sistema Único de Saúde, SUS) showed that in 2010 approximately R$ 30 million was expended in hospital admissions related to urinary lithiasis. For this reason, a better understanding of the factors related to nephrolithiasis will improve the prevention and treatment of this condition. The aim of the current study was to model the probability of recurrent nephrolithiasis from anthropometric measures, body composition, blood chemistry, insulin resistance and 24-hours urine analysis. All the data were collected in the Outpatient Nephrolithiasis Clinic from the Hospital de Clínicas, at Federal University of Paraná, Brazil. Applying a model of binary logistic regression analysis, we were able to identify that patients with higher blood glucose, high levels of uric acid in urine and with higher percentage of body fat showed a significantly increased probability of developing kidney stones. These findings illustrate the importance of a healthy lifestyle in the maintenance of adequate glycemic control and body composition.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/13925
Other Identifiers: http://www.biometria.ufla.br/index.php/BBJ/article/view/107
Appears in Collections:Revista Brasileira de Biometria

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.