Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1497
Título: Caracterização química e quantificação de compostos fenólicos em forrageiras
Título(s) alternativo(s): Chemical characterization and quantification of phenolic compounds in forage grasses
Autor : Lage, Fabíola Fonseca
Primeiro orientador: Saczk, Adelir Aparecida
Primeiro membro da banca: Okumura, Leonardo Luiz
Cardoso, Maria das Graças
Evangelista, Antônio Ricardo
Área de concentração: Química Ambiental
Palavras-chave: CLAE
Composto fenólico
Consórcio
Leguminosa
Gramínea
Grasse
Legume
Association
Phenolic compound
HPLC
Data da publicação: 2013
Agência(s) de fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Referência: LAGE, F. F. Caracterização química e quantificação de compostos fenólicos em forrageiras. 2009. 107 p. Dissertação (Mestrado em Química Ambiental)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2009.
Resumo: A caracterização química e a determinação dos compostos fenólicos presentes em forrageiras são de grande importância por permitirem um melhor uso dessas plantas na nutrição dos animais. Este estudo caracterizou química e bromatologicamente as forrageiras Stylosanthes guianensis cultivares Mineirão e Campo Grande, Arachis pintoi cultivares Amendoim Belmonte e Amendoim Amarillo, em consórcio com o capim "Coastcross". Identificou e quantificou compostos fenólicos presentes nessas forrageiras usando a técnica cromatografia líquida de alta eficiência (CLAE) acoplado a um detector de arranjo de diodos. As leguminosas cultivadas em consórcio obtiveram teores de matéria seca (MS), fibra em detergente neutro (FDA), fibra em detergente neutro (FDN) e lignina mais adequados para a nutrição animal e teores de fósforo, cálcio e proteína bruta (PB) mais elevados que a gramínea "Coastcross". Apenas os teores de fósforo da gramínea "Coastcross" adubada apresentaram diferença significativa (P<0,05) com o consórcio. Não foi observado aumento no teor de PB na gramínea consorciada devido ao curto período de condução deste experimento. A leguminosa consorciada que apresentou os melhores resultados para todos os parâmetros avaliados foi a Amendoim Amarillo. O consórcio não interferiu no teor de polifenóis das gramíneas e no geral esses teores foram mais altos para as leguminosas. Foram identificados e quantificados ácidos fenólicos (ácido ferúlico, ácidos p-cumárico, m-cumárico, o-cumárico), ácidos derivados da hidrólise de taninos hidrolisáveis (ácido gálico, ácido elágico e ácido caféico), monômeros de taninos condensados (catequina, epicatequina, galato de epigalocatequina, galocatequina), vanilina e quercetina utilizando a técnica CLAE. As concentrações de ácidos derivados da hidrólise taninos hidrolisáveis encontradas foram de 0,19 a 113,98 µg mg-1 MS. As concentrações de monômeros de taninos condensados foram superiores ao considerado seguro para os ruminantes (0,72 a 126,8 µg mg-1 MS), sendo necessário um estudo criterioso desses teores, quando for necessário estabelecer consórcio de pastagens entre a gramínea "Coastcross" e as leguminosas estudadas. As concentrações de ácidos fenólicos aumentaram nas forrageiras adubadas com o avanço da idade das plantas e suas concentrações ficaram em torno de 0,74 a 27,49 µg mg-1 MS.
The chemical characterization and determination of the phenolic compounds present in forage is of great importance as it allows for a better use of these plants in animal nutrition. This study characterized the chemical and bromatological composition of the forages Stylosanthes guianensi; Mineirão and Campo Grande cultivars, and Arachis pintoi; Amendoim Belmonte and Amendoim Amarillo cultivars, in association with "Coastcross" grass. The phenolic compounds present in these forage crops were identified and quantified using the high-performance liquid chromatography technique (HPLC) coupled to a diode array detector. The legumes cultivated in association obtained more appropriate levels, for animal nutrition, of dry matter (DM), acid detergent fiber (ADF), neutral detergent fiber (NDF) and lignin and higher phosphorous, calcium and raw protein (RP) levels than "Coastcross" grass. Only the phosphorous levels of fertilized "Coastcross" grass presented significant difference (P < 0.05) from those in association. An increase was not observed in the level of RP in the associated grass due to the short duration period of this experiment. The legume, in association, which presented the best results for all of the appraised parameters was the Amendoim Amarillo. The association did not interfere in the level of polyphenols of the grasses, and in general, these levels were higher for the legumes. The phenolic acids (ferulic acid, p-coumaric, m-coumaric, o-coumaric acids), acids derived from the hydrolysis of hydrolysable tannins (gallic acid, ellagic acid and caffeic acid), condensed tannin monomers (catechin, epicatechin, epigallocatechin-gallate, gallocatechin), vanillin and quercetin were identified and quantified using the HPLC technique. The concentrations of acids derived from the hydrolysis of hydrolysable tannins found were from 0.19 to 113.98 µg mg-1 MS. The concentrations of condensed tannin monomers were superior to those considered safe for ruminants (0.72 to 126.8 µg mg-1 MS). A more in-depth study of these levels is necessary when the establishment of pastures associating "Coastcross" grass and the studied legumes becomes necessary. The concentrations of phenolic acids increased in the fertilized forage crops with the progress of the age of the plants. The concentrations were around 0.74 to 27.49 µg mg-1 MS.
metadata.teses.dc.description: Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Agroquímica, área de concentração em Química Ambiental, para a obtenção do título de Mestre.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1497
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DQI - Agroquímica - Mestrado (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO Caracterização química e quantificação de compostos fenólicos em forrageiras.pdf895,57 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.