Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/15190
Título : Effects of acaricides used in coffee crops on the eggs and subsequent stages of green lacewing
Título(s) alternativo(s): Ação de acaricidas utilizados em cafeeiro sobre ovos e fases subsequentes do desenvolvimento de crisopídeos
Autor: Vilela, Michelle
Carvalho, Geraldo Andrade
Carvalho, César Freire
Vilas Boas, Matheus Alvarenga
Palavras-chave: Manejo integrado de praga
Cafeeiro - Pragas
Chrysoperla externa
Fitossanitários seletivos
Integrated pest management
Coffee - Pest
External chrysoperla
Selective phytosanitary
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Data da publicação: Jan-2010
Referência: VILELA, M. et al. Effects of acaricides used in coffee crops on the eggs and subsequent stages of green lacewing. Coffee Science, Lavras, v. 5, n. 1, p. 10-16, jan./abr. 2010.
Resumo : Uma das espécies de predadores mais encontradas no agroecossistema cafeeiro é a Chrysoperla externa (Hagen, 1861) (Neuroptera: Chrysopidae); entretanto, a sua manutenção depende da utilização de produtos fitossanitários seletivos. Dessa forma, foram realizados bioensaios em laboratório para avaliar a seletividade dos acaricidas espirodiclofeno (Envidor – 0,12 g i.a.L-1), fenpropatrina (Meothrin 300 – 0,15 e 0,30 g i.a.L-1), enxofre (Thiovit Sandoz – 4,0 e 8,0 g i.a.L-1) e abamectina (Vertimec 18 EC – 0,0067 e 0,0225 g i.a.L-1) para ovos desse predador. Após a pulverização dos produtos em torre de Potter, os ovos foram colocados em tubos de vidro e mantidos em câmara climática a 25±2 oC, UR de 70±10% e fotofase de 12 horas. Os compostos foram enquadrados em classes de toxicidade de acordo com o seu efeito total (E), seguindo recomendações da IOBC. Fenpropatrina (0,3 g i.a.L-1) foi nocivo e fenpropatrina (0,15 g i.a.L-1) foi moderadamente nocivo ao crisopídeo. Os produtos espirodiclofeno, enxofre e abamectina foram moderadamente nocivos ao predador. Novos testes em condições de casa de vegetação e campo devem ser realizados para comprovação ou não da toxicidade desses compostos.
Abstract: : One of the most common predatory species in coffee agrosystems is Chrysoperla externa (Hagen, 1861) (Neuroptera: Chrysopidae). Its maintenance, however, depends on the application of non-toxic pesticides. Thus, bioassays were carried out in laboratory conditions to evaluate the selectivity of the acaricides spirodiclofen (Envidor – 0.12 g a.i.L-1), fenpropathrin (Meothrin 300 – 0.15 and 0.30 g a.i.L-1), sulphur (Thiovit Sandoz – 4.0 and 8.0 g a.i.L-1 and, abamectin (Vertimec 18 CE – 0.0067 and 0.0225 g a.i.L-1) on this predator’s eggs. The C. externa eggs were directly sprayed using a Potter’stower. The eggs were then placed in glasstubes and kept in a climatic chamber at 25±2 oC, RH of 70±10% and 12h of photophase. The pesticides were classified according to the recommendations of the IOBC. Fenpropathrin (0.30 g a.i.L-1) was harmful and fenpropathrin (0.15 g a.i.L-1) was moderately harmful to the green lacewing. The products spirodiclophen, sulphur and abamectin were moderately harmful to the predator. New assays in greenhouse and field conditions should be carried out to verify the toxicity of these compounds.
URI: http://www.coffeescience.ufla.br/index.php/Coffeescience/article/view/267
http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/15190
Idioma: en_US
Aparece nas coleções:DEN - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.