Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/15430
Título: Clonal integration influences on life-history traits of Eicchornia crassipes (Mart.) Sölms. (Pontederiaceae)
Título(s) alternativo(s): Inflûencias da integração clonal em aspectos da história de vida de Eicchornia crassipes (Mart.) Sölms. (Pontederiaceae)
Autor : Ferreira, Guilherme Ramos Demetrio
Lattes: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4421703P0
Primeiro orientador: Coelho, Flávia de Freitas
Primeiro membro da banca: Cornelissen, Tatiana Garabini
Segundo membro da banca: Neves, Ana Carolina
Terceiro membro da banca: Brondani, Gilvano Ebling
Quarto membro da banca: Magnago, Luiz Fernando Silva
Palavras-chave: Plants – Life cicle
Plants – Reproduction
Plant biomass
Plantas – Ciclo de vida
Plantas – Reprodução
Biomassa vegetal
Eicchornia crassipes
Data da publicação: 22-Set-2017
Agência(s) de fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal do Ensino Superior (CAPES)
Referência: FERREIRA, G. R. D. Clonal integration influences on life-history traits of Eicchornia crassipes (Mart.) Sölms. (Pontederiaceae). 2017. 80 p. Tese (Doutorado em Ecologia Aplicada)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2017.
Resumo: A clonalidade é um traço chave na história de vida das plantas e através da integração clonal entre rametes mãe e filhos podem haver alterações nos padrões de investimento de recursos. O objetivo deste trabalho foi verificar a influência da clonalidade, especificamente observada a integração clonal, em aspectos de história de vida de Eicchornia crassipes (Mart.) Sölms. A partir de experimentos realizados em casa de vegetação, investigamos a relação dos traços florais, da variação intra-individual em traços florais e dos padrões de alocação de biomassa com a manutenção da conexão entre rametes originados via reprodução assexuada e seus rametes maternais. Para isso, coletamos plantas adultas na Represa do Funil, em Ijaci, cuja segunda geração assexuada em casa de vegetação foi utilizada para o experimento. Durante três meses os indivíduos foram avaliados diariamente para verificação da floração e medição dos caracteres florais. Ao final do experimento, os indivíduos foram levados ao laboratório e suas partes (caule, limbo foliar, pecíolo e raízes) foram separadas, passaram por secagem em estufa e foram pesadas. A partir da análise desses dados, encontramos que plantas clonais, em geral, apresentam flores maiores e mais robustas. Além disso, os traços florais variam menos, em nível intra individual, nas plantas clonais do que nas plantas isoladas, indicando que a integração clonal garante o repasse de recursos para os rametes filhos em casos de baixa disponibilidade ambiental. A partir desses resultados, concluímos que a clonalidade representa um mecanismo que proporciona aumento da capacidade do investimento em reprodução sexuada e que está possivelmente ligada à garantia da polinização e da geração de propágulos viáveis em diferentes situações ambientais.
Abstract: This work aimed to examine how clonality, specifically clonal integration, influences the life history traits of Eicchornia crassipes (Mart.) Sölms. We developed greenhouse experiments in order to comprehend the relationship between floral traits, intra-individual variation on floral traits and patterns of biomass allocation with the maintenance between ramets generated by asexual reproduction and mother ramets. We collected adult individuals on Represa do Funil, Ijaci, and used their second asexual offspring generation to carry out the experiments. Individuals were daily observed during three months, and floral traits were sampled. At the end of the experiment plants were taken to the laboratory, where they were separated into parts (stems, leaf blades, petioles and roots), dried, and weighed. We found that clonal ramets exhibited larger and more robust flowers. In addition, the floral traits were less variable, on the intra-individual level, on clonal ramets than on isolated ones, indicating that clonal integration guarantee the transport of resources from mother to daughter ramets in cases of low environmental availability. These results lead us to the conclusion that clonality plays a central role on water hyacinth life history, ensuring an increase on sexual reproduction investment and is possibly linked to a viable production of propagules in different environmental conditions.
URI: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/15430
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções:DBI - Ecologia Aplicada - Doutorado (Teses)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.