Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/15435
Título: A utilização de Design Centrado no Usuário nos processos de desenvolvimento de software em instituições públicas brasileiras
Título(s) alternativo(s): The use of Centered Design for User in the software development processes in brazilian public institutions
Autor : Mota, Pollyanna Lopes
Lattes: http://lattes.cnpq.br/3467706605942975
Primeiro orientador: Freire, André Pimenta
Primeiro membro da banca: Tonelli, Dany Flávio
Segundo membro da banca: Barrosa, Débora Maria
Palavras-chave: Governo eletrônico – Estudo de casos
Governo centrado no cidadão
Software – Desenvolvimento
Electronic government – Case studies
Citizen-centered government
Software – Development
Data da publicação: 26-Set-2017
Referência: MOTA, P. L. A utilização de Design Centrado no Usuário nos processos de desenvolvimento de software em instituições públicas brasileiras. 2017. 170 p. Dissertação (Mestrado Profissional em Administração Pública)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2017.
Resumo: O uso de sistemas de Governo Eletrônico tem ganhado importância na ampliação da oferta de serviços e na promoção da participação dos cidadãos. Contudo, defende-se que, para que o Governo Eletrônico seja bem-sucedido, seja empregada uma abordagem de Governo Eletrônico centrada no cidadão, na qual os serviços e plataformas sejam desenvolvidos com a participação e com o foco nos cidadãos. Entretanto, há pouco conhecimento sobre a utilização de técnicas de Design Centrado no Usuário (DCU) nos processos de desenvolvimento de software que dão suporte às estratégias de Governo Eletrônico em instituições públicas brasileiras. O objetivo neste trabalho foi de investigar o panorama atual do desenvolvimento de software por meio de estudo de casos múltiplos em quatro instituições públicas brasileiras, observando se o processo de desenvolvimento adotado seguia as diretrizes e técnicas de DCU. Os resultados apontaram que, de maneira geral, as instituições pesquisadas seguem algumas diretrizes do DCU, tais como: a) possuem processo de desenvolvimento iterativo; b) há envolvimento ativo dos representantes dos órgãos demandantes em todo o processo de desenvolvimento de Governo Eletrônico e; c) em vários pontos do processo ocorrem validações, alguns tipos de avaliações e feedbacks fornecidos por esses representantes nos diversos artefatos que representam o sistema. Entretanto, algumas das principais limitações das instituições identificadas foram: a) a falta de identificação e envolvimento dos diversos grupos de usuários do sistema, inclusive no design e avaliação, com limitações a esses poucos representantes, geralmente ligados ao setor demandante dos sistemas e b) a falta de entendimento sobre o contexto de uso e envolvimento de grupos mais diversificados de usuários, em particular aqueles sem vínculo direto com as instituições, mas atendidos por essas. Além disso, falta às instituições avaliações em sistemas em produção, ou seja, já em uso. Faltam, também, durante o desenvolvimento de um sistema, que as instituições façam a adoção de práticas de usabilidade, acessibilidade, experiência do usuário, padrões de interface, guidelines e análise heurística. O não uso dessas boas práticas talvez ocorra pela falta de uma equipe especializada em design nessas instituições. Espera-se que os resultados desta pesquisa possam contribuir apontando as carências na implementação do DCU nas instituições públicas brasileiras sensibilizando essas instituições que desenvolvem sistemas, softwares, aplicativos, sítios e portais para os cidadãos a usarem as técnicas de Design Centrado no Usuário favorecendo a efetiva implementação de Governo Eletrônico Centrado no Cidadão.
Abstract: The use of Electronic Government (e-Government) systems has gained importance in expanding service provision and in promoting citizen participation. Nevertheless, it is argued that, for e-Government to be successful, a Citizen-Centered e-Government approach be employed, in which services and platforms are developed with the participation and focus on citizens. However, there is little knowledge about the use of User-Centered Design (UCD) techniques in the software development process that supports the e-Government structure in Brazilian public institutions. The objective in this work was to investigate the current overview of software development by means of multiple case study in four Brazilian public institutions, observing if the adopted development process followed the UCD guidelines and techniques. The results pointed out that, in general, the research institutions follow some UCD guidelines, such as: a) they have iterative development process; b) there is active involvement of the requesting bodies representatives throughout the process of e-Government development; c) at many points of the process occurs validations, some types of evaluations and feedbacks provided by these representatives on the various artifacts that represent the system. But, some of the main limitations of the identified institutions were: a) the lack of identification and involvement of the different groups of users, including design and evaluation, with limitations to these few representatives, usually linked to the sector demanding of this systems; and b) the lack of understanding about the use context and involvement of more diversified users’ groups, in particular those without direct link with the institutions, but attended by them. In addition, institutions lack evaluations in systems in production, that is, already in use. It is also necessary, during the system development, that institutions adopt usability practices, accessibility, user experience, interface patterns, guidelines and heuristic analysis. Failure to use these good practices maybe occurs due to the lack of a specialized team in design at these institutions. It is hoped that the results of this research can contribute by pointing out the shortcomings in the UCD implementation in Brazilian public institutions, sensitizing those institutions that develop systems, softwares, applications, websites and portals for citizens to use User-Centered Design techniques favoring effective implementation of Citizen-Centered e-Government.
URI: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/15435
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções:DAE - Administração Pública - Mestrado Profissional (Dissertações/TCC)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.