Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/15473
Título: Avaliação do comportamento e do bem-estar de vacas criadas em sistema compost barn em condições tropicais
Título(s) alternativo(s): Assessment of the performance and welfare of dairy cows reared in the compost system in tropical conditions
Autor : Pereira, Mylena Ribeiro
Lattes: http://lattes.cnpq.br/9326013898107513
Primeiro orientador: Guimarães, Alessandro de Sá
Primeiro coorientador: Zangerônimo, Márcio Gilberto
Primeiro membro da banca: Pires, Maria de Fátima Ávila
Segundo membro da banca: Alves, Nadja Gomes
Palavras-chave: Gado de leite - Confinamento
Gado de leite - Conforto
Gado de leite - Estresse calórico
Gado de leite - Manejo
Milk Cattle - Confinement
Cattle - Comfort
Cattle - Caloric stress
Cattle - Management
Data da publicação: 5-Out-2017
Agência(s) de fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: PEREIRA, M. R. Avaliação do comportamento e do bem-estar de vacas criadas em sistema compost barn em condições tropicais. 2017. 77 p. Dissertação (Mestrado em Ciências Veterinárias)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2017.
Resumo: O comportamento do gado de leite pode ser afetado pelo tipo de sistema de criação. O sistema compost barn (CB) para gado de leite foi desenvolvido com o intuito de melhorar o conforto, a saúde e a longevidade dos animais, e também facilitar as práticas de manejo. O objetivo deste estudo foi caracterizar o comportamento de vacas holandesas em lactação confinadas em sistema CB em clima tropical. Para isso, foram monitorados o comportamento de 33 vacas em lactação no período de inverno e 31 no período de verão em uma propriedade (fazenda 1). Em uma segunda propriedade (fazenda 2), foram monitorados os comportamentos de 40 vacas em lactação (20 primíparas e 20 pluríparas) no período de inverno. Os registros dos comportamentos foram obtidos a cada 15 minutos, durante 48 horas, com interrupção nos períodos de ordenhas e nos horários de revolvimento da cama. Os comportamentos registrados foram: em pé ruminando (EPR), em pé em ócio (EPO), em pé comendo (EPC), deitada em ócio (DO) ou deitada ruminando (DR). Além da avaliação do comportamento dos animais, foram observados e registrados o escore de locomoção (EL), o escore de sujidade (ES), a temperatura e umidade relativa do ar dentro do galpão para posterior cálculo do índice de temperatura e umidade (ITU). Foram realizadas análises de regressão linear simples e múltiplas para avaliar a relação entre cada uma das respostas comportamentais e as possíveis variáveis explicativas. Posteriormente, as variáveis foram submetidas à análise de variância, com comparação das médias pelo teste de Tukey e SNK ao nível de significância de 5%. Análises descritivas foram utilizadas para caracterizar as observações visuais diretas dos comportamentos fornecendo médias em horas/dia. Os dados bioclimatológicos do ambiente (temperatura, umidade relativa e índice de temperatura e umidade) foram expressos em médias, bem como a temperatura superficial da cama do CB. Os escores de locomoção, de sujidade e de condição corporal foram apresentados em forma de porcentagens, sendo os dois primeiros avaliados quantitativamente por distribuição qui-quadrado. O bioclima dentro do sistema CB na fazenda 1 foi próximo ao do ambiente externo. O ITU médio nos dias de realização da pesquisa não excedeu 74, sendo que em grande parte do período de avaliação os animais estavam submetidos a um ambiente sem estresse térmico. O s escores de locomoção predominantes em ambas fazendas foram escore 0 (normal) e escore 2 (claudicação leve), não houve animal com escore 3 (claudicação grave). Do mesmo modo em ambas propriedades o comportamento dos animais foi influenciado pelo manejo e principalmente pela alimentação. Os animais se alimentaram entre 3 a 6 h/dia, a atividade de ruminação foi de 6 a 8 h/dia e o comportamento de deitar foi de 10 a 12 h/dia. Estes são os principais comportamentos que indicam o grau de conforto a que os animais estão submetidos. Diante destes resultados podemos inferir que as vacas em lactação alojadas em sistema CB em clima tropical apresentaram comportamento natural e condizente com est ado de conforto. O escore de sujidade dos animais foi elevado, indicando a necessidade dos produtores terem maior atenção ao manejo do composto para melhorar ainda mais o conforto e bem-estar dos animais criados nesse sistema.
Abstract: The behavior of dairy cattle can be affected by the type of housing system in which they are raised. The compost barn system for dairy cattle was developed to improve animal comfort, health and longevity, as well as to facilitate handling practices. The aim of this study was to characterize the behavior of cows in a compost barn in tropical climate. Thirty-three lactating cows were monitored in the winter period and 31 in the summer period. In a second property, the behaviors of 40 lactating cows (20 primiparous and 20 multiparous) during the winter period were monitored. . Records of behaviors were taken every 15 minutes for a total 48 hours, with interruptions in the milking periods and at stirring up bed. The recorded behaviors were: standing up ruminating, standing in idleness, standing up eating, lying down in idleness or lying down ruminating. During the summer period, the animals' average resting time was similar to the one expected for high production cows. In addition to evaluating the behavior of the animals, we recorded the locomotion score, dirt score, and temperature/relative humidity of the air inside the barn for further calculation of the temperature and humidity index (THI). Simple and multiple linear regression analyzes were performed to evaluate the relationship between each of the behavioral responses and the possible explanatory variables. Subsequently, the variables were submitted to analysis of variance, with a comparison of the means Tukey test and SNK at a significance level of 5%. Descriptive analyzes were used to characterize the direct visual observations of the behaviors providing averages in hours/ day. The bioclimatological data of the environment (temperature, relative humidity and temperature and THI) were expressed in averages, as well as the bed surface temperature of CB. Locomotion, dirt and body condition scores were presented as percentages, in the first two of which were quantitatively by chi-square distribution. The bioclimate within the CB system on the farm 1 was close to the external environment. The mean THI on the days of the survey did’t exceed 74, and in a large part of the evaluation period the animals were submitted to an environment without thermal stress. The predominant locomotion score in both farms was score 0 (normal) and score 2 (mild claudication), there were no animals with score 3 (severe claudication). Similarly in both properties the behavior of the animals was influenced by the management of the property and mainly by the feeding. The animals were fee d from 3 to 6 h / day, the rumination activity was from 6 to 8 h / day and the behavior of lying down was from 10 to 12 h / day. These are the main behaviors that indicate the degree of comfort in which the animals are submitted. In view of these results, we can infer that lactating cows housed in a CB system in tropical climate presented a natural behavior consistent with a s tate of comfort. The animals' soiling score was high, indicating the need for producers to pay greater attention to the correct management of the compound to further improve the comfort and welfare of the animals raised in this system.
URI: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/15473
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções:DMV - Ciências Veterinárias - Mestrado (Dissertações)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.