Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/15529
Título: Emprego de multilinhas na cultura da soja
Título(s) alternativo(s): The use of multilines in soybean crop
Autor : Carneiro, Aline Köhn
Lattes: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K8212907E4
Primeiro orientador: Bruzi, Adriano Teodoro
Primeiro membro da banca: Resende, Pedro Milanez de
Segundo membro da banca: Abreu, Ângela de Fátima Barbosa
Palavras-chave: Soja – Melhoramento genético
Soja – Diversidade genética
Interação genótipo-ambiente
Cultivos agrícolas – Rendimento
Soybean – Breeding
Soybean – Genetic diversity
Genotype-environment interaction
Crop yields
Data da publicação: 11-Out-2017
Agência(s) de fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal do Ensino Superior (CAPES)
Referência: CARNEIRO, A. K. Emprego de multilinhas na cultura da soja. 2017. 53 p. Dissertação (Mestrado em Agronomia/Fitotecnia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2017.
Resumo: É esperado que a estrutura genética das populações influencie a magnitude da interação genótipos x ambientes. Uma estratégia que vem sendo empregada é a multilinha, ou seja, uma mistura de genótipos com maior homeostase populacional e mais estável que a linha pura. Dessa forma, objetivou-se comparar o desempenho agronômico entre linhagens de soja per se e em mistura, e também avaliar e comparar a estabilidade fenotípica dos genótipos avaliados. Os experimentos foram conduzidos nos anos agrícolas de 2014/2015 e 2015/2016, no estado de Minas Gerais, utilizando o delineamento de blocos completos casualizados. Foram avaliadas oito cultivares comerciais e a mistura entre elas, em seis ambientes, considerando a combinação locais e anos agrícolas. Por ocasião da colheita, foram avaliados a produtividade de grãos (sacas.ha-1), o acamamento de plantas, a altura de plantas (cm) e a inserção do primeiro legume (cm). Na safra 2015/2016 foram avaliados também os teores de óleo e proteína dos grãos. O estudo da interação genótipos x ambientes foi realizado utilizando-se o método da ecovalência. Os resultados obtidos permitiram inferir que a cultivar V-Top RR foi a mais produtiva, entretanto, sua média não diferiu estatisticamente da média da multilinha. Por outro lado, a cultivar V-Top RR foi uma das que mais contribuíram para a interação genótipos x ambientes, enquanto a multilinha foi uma das mais estáveis. Em relação aos outros caracteres avaliados, a média das linhagens não diferiu da média da multilinha. Diante dos resultados, pode-se concluir que a mistura de linhagens mostrou-se uma estratégia eficiente para aumentar a estabilidade fenotípica em soja.
Abstract: The genetic structure of the populations influence the magnitude of the Genotype-Environment interaction. One strategy that has being used is multilines, in other words, a mixture of genotypes with populational homeostasis and more stability than the pure line. Therefore, the purpose of this study was to compare the agronomic performance between soybean inbred lines per se and in the multiline, as well as to evaluate and compare the phenotypic stability of the genotypes. The experiments were carried out during the crop season of 2014/2015 and 2015/2016 in the Minas Gerais State, using a randomized complete blocks design. There were evaluated eight commercial cultivars and the mixture of them, in six environments, considering the combination of sites and crop season. By the harvesting, there were evaluated: the grain yield (bag.ha-1), lodging score, plants height (cm) and 1st pod insertion (cm). In the crop season of 2015/2016 were also evaluated oil and protein grains contents. The Genotype-Environment interaction study was evaluated by the ecovalence. The cultivar V-Top RR had the higher yield; however, its average did not differ from the average of the multiline, statistically. On the other hand, the cultivar V-Top RR was one of the ones with higher to Genotype-Environment interaction contribution. Whereas the multiline was the most stable. Considering other evaluated traits, the average of the inbred lines did not differ from the multiline’s average. In view of the results, it can be concluded the mixture of inbred lines proved to be an efficient strategy to increase the phenotypic stability in soybean crops.
URI: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/15529
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções:DAG - Agronomia/Fitotecnia - Mestrado (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO_Emprego de multilinhas na cultura da soja.pdf1,01 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.