Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/15581
Título: Dinâmica da mastite e saúde do úbere de vacas leiteiras em sistema Compost Barn sob condições tropicais
Título(s) alternativo(s): Dynamics of mastitis and udder health of dairy cows in Compost Barn system under tropical conditions
Autor : Fonseca, Mariana D'Agosto Miguel Fonseca
Lattes: http://lattes.cnpq.br/8339087054986110
Primeiro orientador: Guimarães, Alessandro de Sá
Primeiro coorientador: Carvalho, Bruno Campos
Segundo coorientador: Silva, Márcio Roberto da
Primeiro membro da banca: Carvalho, Geraldo Márcio de
Segundo membro da banca: Cerqueira, Mônica Maria Oliveira Pinho
Palavras-chave: Bovino de leite – Mastite
Confinamento (Animais) – Manejo
Leite – Higiene
Leite – Qualidade
Dairy cattle – Mastitis
Feedlots – Management
Milk hygiene
Milk – Quality
Data da publicação: 24-Out-2017
Agência(s) de fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal do Ensino Superior (CAPES)
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA)
Referência: FONSECA, M. D’A. M. F. Dinâmica da mastite e saúde do úbere de vacas leiteiras em sistema Compost Barn sob condições tropicais. 2017. 62 p. Dissertação (Mestrado em Ciências Veterinárias)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2017.
Resumo: O objetivo desse estudo foi descrever os índices epidemiológicos da mastite e a higiene do úbere em animais confinados no sistema Compost Barn, assim como buscar associações entre os patógenos isolados, com a ordem de parto, o período de lactação, o período do ano e a umidade da cama. Três fazendas participaram do estudo, sendo as coletas feitas em momentos diferentes em cada fazenda. Amostras individuais foram coletadas em duplicata para análise da CCS e exame microbiológico. Foi avaliado o escore de sujidade do úbere. Amostras de material da cama foram coletadas em duas fazendas para análise da densidade bacteriana e umidade. Os patógenos ambientais foram os mais isolados dos casos de mastite clínica, sendo Escherichia coli o patógeno com maior número de isolamentos. Na mastite subclínica os patógenos mais isolados foram os Staphylococcus coagulase negativa e dentre os patógenos contagiosos o que apresentou maior prevalência foi Streptococcus agalactiae. A umidade da cama permaneceu dentro do limite esperado durante o estudo e não foi associada à incidência de patógenos ambientais. Os animais permaneceram em boas condições de higiene durante o estudo. A maior sujidade contribuiu para o aumento da incidência de patógenos ambientais em uma das fazendas. No período 1 foi observado maior número de animais com escore de sujidade ≥ 2. Os terços médios e finais de lactação apresentaram maior risco na incidência de patógenos contagiosos, oportunistas e ambientais. Ordem de parto ≥ 2 teve associação com o aumento da incidência de patógenos contagiosos e ambientais. Os resultados do presente estudo indicam que o perfil dos patógenos isolados do leite é semelhante ao de outros sistemas de confinamento. O período do ano teve influência no escore de sujidade de úbere o que reforça a importância do manejo da cama durante todo o ano. Os resultados desta pesquisa mostraram a dinâmica da mastite e saúde do úbere em sistema de confinamento Compost Barn. Foi possível também observar que o escore de sujidade pode ser uma ferramenta auxiliar para controle de patógenos ambientais na rotina das fazendas.
Abstract: The objective of this study was to describe the epidemiological indexes of mastitis and udder hygiene in confined animals in the Compost Barn system, as well as to search associations between isolated pathogens from milk with, the order of calving, the lactation period, the period of the year and the humidity of the bed. Three dairies participated in the study, the samples were collected in different periods in each farm. Individual samples were collected in duplicate for SCC analysis and microbiological examination. The udder hygiene score was assessed. Bed material samples were collected on two farms for analysis of bacterial density and moisture. Environmental pathogens were the most isolated cases of clinical mastitis, with Escherichia coli being the most isolated pathogen. In subclinical mastitis the most isolated pathogens were coagulase negative Staphylococcus and of the contagious pathogens, which presented the highest prevalence was Streptococcus agalactiae. Bed moisture remained within the control range during the study and was not associated with the incidence of environmental pathogens. The animals remained in good udder hygiene during the study. Poor udder hygiene contributed to the increased incidence of environmental pathogens in one of the farms. During the warmer and higher rainfall period, a higher number of animals with a score of ≥ 2 were observed. The mid and late lactation periods presented a higher risk of incidence of contagious, opportunistic and environmental pathogens. Calving order ≥ 2 was associated with na increased incidence of contagious and environmental pathogens. The results of the present study indicate that the profile of pathogens isolated from milk in animals confined in Compost Barn is similar to other confinement systems. The period of the year had na influence on the udder hygiene score even the system being a closed confinement, which reinforces the importance of bed management throughout the year. The results of this research showed the dynamics of mastitis and udder health in Compost Barn confinement system. It was also possible to observe that the udder hygiene can be na auxiliary tool to control environmental pathogens in the farm routine.
URI: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/15581
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções:DMV - Ciências Veterinárias - Mestrado (Dissertações)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.