Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/15615
Título: Migratory fish habitat fragmentation by hydropower dams: history and trends for the São Francisco and Paraíba do Sul River basins
Título(s) alternativo(s): Fragmentação de habitat de peixes migratórios por usinas hidrelétricas: histórico e tendências para as bacias do São Francisco e Paraíba do Sul
Autor : Louzada, Marina Oliveira
Lattes: http://lattes.cnpq.br/1778884914328907
Primeiro orientador: Pompeu, Paulo dos Santos
Primeiro coorientador: Suzuki, Ludimilla Zambaldi
Primeiro membro da banca: Pompeu, Paulo dos Santos
Segundo membro da banca: Castro, Andrey Leonardo Fagundes de
Terceiro membro da banca: Fontes, Marco Aurélio Leite
Palavras-chave: Bacia hidrográfica – Fragmentação
Peixes – Distribuição geográfica – Mapeamento
Hidrelétrica
Barragens
Watershed – Fragmentation
Fishes – Geographical distribution – Mapping
Hydroelectric
Dam
Data da publicação: 1-Nov-2017
Agência(s) de fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: LOUZADA, M. O. Migratory fish habitat fragmentation by hydropower dams: history and trends for the São Francisco and Paraíba do Sul River basins. 2017. 41 p. Dissertação (Mestrado em Ecologia Aplicada)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2017.
Resumo: A manutenção da conectividade longitudinal e dos fluxos naturais dos rios é crucial para a preservar a abundância e a diversidade dos peixes migratórios de longa distância. Usando uma análise quantitativa baseada em mapas, analisamos o processo de fragmentação dos rios da Bacia do rio São Francisco (SFRB) e da Bacia do rio Paraíba do Sul (PSRB), no Brasil. Neste trabalho, desenhamos diferentes cenários para a fragmentação, quantificando esse processo em uma perspectiva histórica e potencial levando em consideração o estado atual e futuro da bacia hidrográfica. Determinamos também o provável número de espécies migratórias em todas as extensões lóticas remanescentes. Observamos a presença de um maior número de espécies migratórias em fragmentos iguais ou maiores que 100 km. No cenário futuro observamos que houve um aumento no número de fragmentos, especialmente aqueles iguais ou menores a 50 km, inadequados para manter a maior parte das espécies migratórias. Neste trabalho mostramos a história do desenvolvimento hidrelétrico nas duas bacias e comparamos como essas tendências podem afetar a sustentabilidade futura desses rios.
Abstract: The maintenance of the longitudinal connectivity and natural flows of rivers are crucial for preserving the abundance and diversity of long distance migratory fish. Using a quantitative analysis based on maps, we analyze the fragmentation process of the rivers of the São Francisco River Basin (SFRB) and Paraíba do Sul River Basin (PSRB), in Brazil. In this work, we drew different scenarios for the fragmentation, quantifying this process in a historical and potential perspective taking into account the present and future state of the river basin. We also determined the probable number of migratory species in every reminiscent lotic extension. We observed the presence of a larger number of migratory species in fragments equal or larger than 100 km. On the future scenario, there was an increase in the number of fragments, especially the ones equal or shorter than 50 km, inadequate to hold most of the migratory species. In this work we show the history of hydroelectric development in the two basins and compare how these trends can affect the future sustainability of these rivers.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/15615
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções:DBI - Ecologia Aplicada - Mestrado (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO_Migratory fish habitat fragmentation by hydropower dams....pdf3,22 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.