Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/15616
Título: Características anatômicas e fisiológicas de Coffea arabica em condições de cerrado
Título(s) alternativo(s): Anatomical and physiological characteristics of Coffea arabica under cerrado conditions
Autor : Santos, Cyntia Stephânia dos
Primeiro orientador: Mendes, Antônio Nazareno Guimarães
Primeiro coorientador: Carvalho, Milene Alves de Figueiredo
Primeiro membro da banca: Carvalho, Milene Alves de Figueiredo
Segundo membro da banca: Carvalho, Alex Mendonça de
Terceiro membro da banca: Guimarães, Rubens José
Palavras-chave: Cafeeiro – Genótipos – Seleção
Cafeeiro – Fisiologia
Cafeeiro – Clima – Adaptação
Anatomia foliar
Coffee tree – Genotypes – Selection
Coffee tree – Physiology
Coffee tree – Climate – Adaptation
Leaf anatomy
Data da publicação: 3-Nov-2017
Agência(s) de fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Referência: SANTOS, C. S. dos. Características anatômicas e fisiológicas de Coffea arabica em condições de cerrado. 2017. 47 p. Dissertação (Mestrado em Agronomia/Fitotecnia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2017.
Resumo: A anatomia foliar e fisiologia podem auxiliar na identificação de cultivares mais adaptadas à determinada condição ambiental. Objetivou-se caracterizar genótipos de Coffea arabica no Cerrado do Planalto Central do Brasil por meio de avaliações anatômicas e fisiológicas. Avaliaram-se genótipos de cafeeiro, do Banco Ativo de Germoplasma da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Embrapa Cerrados, localizado no município de Planaltina, Distrito Federal. O delineamento utilizado foi inteiramente casualizado, com 23 genótipos e 6 repetições. Os genótipos avaliados foram: Acaiá Cerrado MG1474, Araponga MG1, Catiguá MG1, Catiguá MG2, Catiguá MG3, Catiguá MG3 P4, Catiguá MG3 P5, Catiguá MG3 P7, Catiguá MG3 P9, Catiguá MG3 P23, Catiguá MG3 P51, Catuaí Amarelo IAC 62, Catuaí Vermelho IAC 15, Catuaí Vermelho IAC 81, Catuaí Vermelho IAC 99, Caturra Vermelho MG0187, Guatenano Colis MG0207, Mundo Novo IAC 379-19, Paraíso MG1, Pau Brasil MG1, Sacramento MG1, San Ramon MG0198 e Topázio MG-1190. Foram avaliadas as espessuras da cutícula da face adaxial, da epiderme das faces adaxial e abaxial, dos parênquimas paliçádico e esponjoso, do mesofilo, do floema, número e diâmetro dos vasos do xilema; densidade e funcionalidade estomática; índice de área foliar; índice de clorofila e trocas gasosas. Utilizaram-se análises multivariadas a fim de distinguir os genótipos e as variáveis relevantes. Houve diferença entre o comportamento dos genótipos avaliados e algumas características indicaram maior adaptabilidade de alguns genótipos às condições de cultivo. A análise de agrupamento pelos métodos Tocher e UPGMA separou os genótipos em dez grupos e os genótipos Catiguá MG1, Catiguá MG2 e Mundo Novo IAC 379-19 permaneceram em grupos isolados, sendo, assim, os mais divergentes. A análise de contribuição relativa de caracteres identificou os índices de clorofila total, b, espessura do parênquima esponjoso, espessura do mesofilo e índice de clorofila a como as variáveis que mais contribuíram para a divergência dos genótipos. Assim, conclui-se que os genótipos de Coffea arabica avaliados apresentam diferenças entre as características anatômicas e fisiológicas, indicando adaptação destes às condições climáticas do Cerrado do Planalto Central do Brasil. Os genótipos mais divergentes foram Mundo Novo IAC 379-19, Catiguá MG2 e Catiguá MG1, dessa forma, sendo os mais indicados para futuras hibridações em programas de melhoramento genético do cafeeiro.
Abstract: Leaf anatomy and physiology may help identify the cultivars that are more adapted to certain environmental conditions. This work aimed at characterizing genotypes of Coffea arabica in Cerrado of the Brazilian Highlands, by analyzing their anatomy and physiology. We analyzed genotypes of coffee plants from the Germplasm Bank of the Brazilian Agricultural Research Corporation (EMBRAPA Cerrados) located in the city of Planaltina, Distrito Federal. We used a fully randomized design, with 23 genotypes and 6 repetitions. The genotypes we analyzed were: Acaiá Cerrado MG1474, Araponga MG1, Catiguá MG1, Catiguá MG2, Catiguá MG3, Catiguá MG3 P4, Catiguá MG3 P5, Catiguá MG3 P7, Catiguá MG3 P9, Catiguá MG3 P23, Catiguá MG3 P51, Catuaí Amarelo IAC 62, Catuaí Vermelho IAC 15, Catuaí Vermelho IAC 81, Catuaí Vermelho IAC 99, Caturra Vermelho MG0187, Guatenano Colis MG0207, Mundo Novo IAC 379-19, Paraíso MG1, Pau Brasil MG1, Sacramento MG1, San Ramon MG0198 and Topázio MG-1190. We evaluated the thickness of the adaxial cuticle, the adaxial and abaxial epidermis, the spongy parenchyma and the palisade parenchyma, the mesophyll, the phloem, the number and diameter of xylem vessels; stoma density and functionality; leaf area index, amount of chlorophyll, and gas exchanges. We used multivariate analyses to differentiate the genotypes and the relevant variables. There was a difference in the behavior of the genotypes we evaluated, because some of them had characteristics that were more adapted to the cultivation conditions. The grouping analyses based on methods Tocher and UPGM separated the genotypes into ten groups, and genotypes Catiguá MG1, Catiguá MG2 and Mundo Novo IAC 379-19 remained in isolated groups, since they were the most divergent ones. The analysis of relative contribution of characteristics showed the amount of total chlorophyll, chlorophyll b, thickness of the spongy parenchyma, thickness of the mesophyll, and amount of chlorophyll a, as the variables that contributed the most with the divergence among the genotypes. Therefore, the genotypes of Coffea arabica we evaluated had differences regarding anatomical and physiological characteristics, showing that they adapted to the climatic conditions of Cerrado in the Brazilian Highlands. The most divergent genotypes were Mundo Novo IAC 379-19, Catiguá MG2 and Catiguá MG1; thus, they are the most suitable cultivars for future hybridizations in coffee plant breeding programs.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/15616
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções:DAG - Agronomia/Fitotecnia - Mestrado (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO_Características anatômicas e fisiológicas de Coffea arabica em condições de cerrado.pdf697,01 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.