Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1586
Título: Diversidade genética e anatomia foliar em acessos de mandioca (Manihot esculenta Crantz)
Título(s) alternativo(s): Genetic diversity and leaf anatomy in cassava (Manihot esculenta Crantz) access
Autor : Ribeiro, Márcia de Nazaré Oliveira
Primeiro orientador: Carvalho, Samuel Pereira de
metadata.teses.dc.contributor.advisor-co: Santos, João Bosco dos
Primeiro membro da banca: Alvarenga, Ângelo Alberico
Castro, Evaristo Mauro de
Andrade, Luiz Antônio de Bastos
Silva, Adriano Bortolotti
Área de concentração: Produção Vegetal
Palavras-chave: Genetic variability
Anatomia quantitativa
Microssatélites
Plasticidade anatômica
Variabilidade genética
Anatomical plasticity
Microsatellites
Quantitative anatomy
Data da publicação: 2014
Referência: RIBEIRO, M. de N. O. Diversidade genética e anatomia foliar em acessos de mandioca (Manihot esculenta Crantz). 2010. 77 p. Tese (Doutorado em Agronomia/Fitotecnia) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2010.
Resumo: Dentre as principais fontes de carboidratos do mundo para alimentação humana e animal encontra-se a mandioca. Consumida in natura ou processada, como alimento ou produtos industrializados. Várias técnicas se aplicam ao cultivo da mandioca, visando ao melhoramento, a exemplo do uso de marcadores moleculares e do estudo anatômico. O presente trabalho é composto por dois experimentos. No primeiro ensaio, o DNA foi amplificado com 14 primers microssatélites, dos quais 12 foram polimórficos e amplificaram um total de 26 alelos com dois a quatro alelos por loco. Os produtos da amplificação foram separados por eletroforese em gel de poliacrilamida. A similaridade genética foi estimada pelo coeficiente de Dice e a análise de agrupamento pelo método UPGMA, utilizando-se o programa NTSYS e os parâmetros de diversidade foram obtidos pelo programa POPGENE. O coeficiente de similaridade variou de 0,16 a 0,96. A heterozigosidade média observada foi de 0,18 e a esperada de 0,46. Conclui-se que o marcador SSR foi eficiente no estudo da diversidade genética entre os acessos estudados. No segundo ensaio, folhas completamente expandidas de 13 genótipos de mandioca foram coletadas e analisadas quanto às modificações quantitativas em microscopia óptica. Os genótipos apresentaram grande plasticidade anatômica para a maioria dos tecidos foliares e as modificações ocorreram nas características estomáticas, na espessura dos tecidos, no floema e no xilema. Os genótipos UFLA E, IAC 14 e UFLA J se caracterizam por apresentarem adaptabilidade às condições xéricas e os demais genótipos às condições mesófitas. Sendo assim, os genótipos apresentam características desejáveis para diferentes condições ambientais.
Cassava is found among the main sources of carbohydrates in the world for both food and feed. Consumed both fresh and processed as food or as industrialized products. Various techniques intended to improve the cultivation of cassava have been applied, such as the use of molecular markers and the study of anatomy. This work consists of two experiments. In the first experiment, DNA was amplified 14 microsatellites primers, of which 12 were polymorphic and amplified a total of 26 alleles with two to four alleles per loci. The amplification products were separated by polyacrilamide gel electrophoresis. The genetic similarity was estimated by Dice coefficient and cluster analysis by UPGMA, using the NTSYS program. The diversity parameters were achieved using the POPGENE program. The similarity coefficient ranged from 0.16 to 0.96. The average of observed heterozygosity was 0.18 and 0.46 for expected heterozygosity. One can conclude that the SSR marker was efficient in the study of genetic diversity among the accessions studied. In the second experiment, fully expanded leaves of 13 cassava genotypes were collected and analyzed for quantitative changes under optical microscopy. The genotypes showed great anatomical plasticity for most of the leaf tissue, and the changes occurred in stomatal characteristics, thickness of tissues and in the phloem and xylem. Genotypes UFLA E, IAC 14 and UFLA J are characterized by presenting adaptability to xeric conditions and other genotypes to mesophytes conditions. Thus, the genotypes show desirable characteristics for different environmental conditions.
metadata.teses.dc.description: Tese apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Agronomia/Fitotecnia, área de concentração em Produção Vegetal, para obtenção do título de Doutor.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1586
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DAG - Agronomia/Fitotecnia - Doutorado (Teses)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TESE_Diversidade genética e anatomia foliar em acessos de mandioca (Manihot esculenta Crantz).pdf598,71 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.