Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1697
Título: Adubação nitrogenada, inoculação com estirpes de rizóbio e tratamentos fungicidas de sementes em feijoeiro-comum cv. BRSMG Madrepérola
Autor : Oliveira, Damiany Pádua
Primeiro orientador: Andrade, Messias José Bastos de
metadata.teses.dc.contributor.advisor-co: Moreira, Fatima Maria de Souza
Primeiro membro da banca: Abreu, Ângela de Fátima Barbosa
Morais, Augusto Ramalho de
Florentino, Ligiane Aparecida
Área de concentração: Produção Vegetal
Palavras-chave: Fixação biológica de nitrogênio
Inoculante
Dose de nitrogênio
Fungicida
Rhizobium spp
Phaseolus vulgaris
Feijão
Inoculant
Nitrogen application rate
Fungicide
Biological nitrogen fixation
Data da publicação: 2014
Agência(s) de fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Referência: OLIVEIRA, D. P. Adubação nitrogenada, inoculação com estirpes de rizóbio e tratamentos fungicidas de sementes em feijoeiro-comum cv. BRSMG Madrepérola. 2013. 180 p. Tese (Doutorado em Agronomia/Fitotecnia) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2013.
Resumo: O presente trabalho teve por objetivos: avaliar o efeito da associação entre inoculação de sementes de feijão com rizóbio e adubação nitrogenada, verificar a eficiência simbiótica de cinco estirpes de rizóbio no feijoeiro-comum e verificar a compatibilidade entre inoculação e fungicidas comercialmente recomendados para tratamento de sementes de feijão. Para alcançar esses objetivos foi conduzido um total de 10 experimentos de campo, em quatro localidades do estado de Minas Gerais. O delineamento estatístico foi sempre blocos ao acaso com quatro repetições, a cultivar foi a BRSMG Madrepérola e a fonte de nitrogênio (N) foi ureia. Em um primeiro experimento foram empregados 07 tratamentos 1: Testemunha sem N na semeadura e sem inoculação das sementes, 2: Apenas Inoculação na semeadura, 3: Apenas N na semeadura (20 kg ha-1 de N), 4: Inoculação + N semeadura (20 kg ha-1 de N), 5: Inoculação + N semeadura (20 kg ha-1 de N) + N cobertura (20 kg ha-1 de N), 6: Inoculação + N semeadura (20 kg ha-1 de N) + N cobertura (40 kg ha-1 de N), 7: Inoculação + N semeadura (20 kg ha-1 de N) + N cobertura (60 kg ha-1 de N). O segundo ensaio também teve sete tratamentos (estirpes CIAT 899T, UFLA 02-68 de R. etli bv. mimosae, UFLA 02-100 de R. etli, UFLA 02-127 de R. leguminosarum bv. phaseoli e UFLA 04-173 de R. miluonense), comparadas a duas testemunhas sem inoculação, uma com N, na dose de 80 kg ha-1 N (½ em semeadura e ½ em cobertura) e outra sem N. No terceiro experimento adotou-se um fatorial 5 x 2 envolvendo cinco tratamentos de semente (fungicidas Vitavax-Thiram®, Maxim XL®, Certeza® e Carbomax® + uma testemunha sem fungicida) e duas inoculações (presença ou ausência da estirpe CIAT 899T). Na floração foram avaliados a nodulação, o crescimento, o teor e o acúmulo de N na parte aérea e o teor de clorofila. Na maturação determinou-se o estande final, o rendimento de grãos com seus componentes primários e o teor e acúmulo de N nos grãos. Concluiu-se que: a presença de 20 kg ha-1 de N na semeadura e de até 60 kg ha-1 de N em cobertura não reduzem a nodulação e nem o estande final do feijoeiro. Os tratamentos só com inoculação e testemunha absoluta promovem teores de N e de clorofila na parte aérea semelhantes aos dos tratamentos adubados com N. A associação de inoculação + 20 kg ha-1 de N na semeadura resulta em matéria seca, acúmulo de N na parte aérea e eficiência relativa superiores aos mesmos tratamentos isoladamente. O tratamento inoculação + 20 kg ha-1 de N na semeadura propicia teor e acúmulo de N no grão e rendimento de grãos equivalentes aos dos tratamentos adubados com as maiores doses de N. A adubação nitrogenada com 40 kg ha-1 na semeadura reduz o número de nódulos em relação aos tratamentos inoculados. As estirpes UFLA 02-100, UFLA 02-127 e UFLA 04-173 e as estirpes nativas proporcionam número de nódulos equivalentes ao da estirpe CIAT 899T. Os rizóbios nativos assemelham- se à estirpe CIAT 899T ainda no teor de clorofila na planta e de nitrogênio no grão. No que diz respeito ao teor e acúmulo de N nos grãos e ao rendimento de grãos, as estirpes inoculadas UFLA 02-127, UFLA 04-173 e CIAT 899T têm desempenho equivalente ao da adubação com 80 kg ha-1 de N. Os fungicidas não influenciam a nodulação, o crescimento do feijoeiro, o N na parte aérea e nem o rendimento de grãos. O ambiente tem grande influência sobre as características avaliadas. Em Lavras há maior número de nódulos, crescimento de planta, maior acúmulo de N na parte aérea e no grão e peso de cem grãos, o que resulta em maior rendimento de grãos. Não há efeito do tratamento fungicida sobre o estande em Lavras, mas em Lambari o produto Vitavax-Thiram reduz o estande final do feijoeiro. Em Lambari, o produto Carbomax propicia menor teor de N nos grãos em relação à testemunha e demais tratamentos fungicidas.
The aim of this study was to evaluate the effect of the association between inoculation of common bean seeds with Rhizobium and nitrogen fertilization, verify the symbiotic efficiency of five rhizobium strains in common bean and check the compatibility between inoculation and fungicides commercially recommended for treatment of bean seeds. For these purposes, we conducted a total of 10 field experiments in four locations in the state of Minas Gerais, Brazil. A randomized block design was always used, with 4 replications. The bean cultivar was BRSMG Madrepérola and the nitrogen (N) source was urea. Seven treatments were used in a first experiment: 1: Control without mineral N at sowing and without seed inoculation, 2: Only inoculation at sowing , 3: Only nitrogen at sowing (20 kg N ha-1), 4: Inoculation + N at sowing (20 kg N ha-1), 5: Inoculation + N at sowing (20 kg N ha-1) + N topdressing (20 kg N ha-1), 6 Inoculation + N at sowing (20 kg N ha-1) + N topdressing (40 kg N ha-1), 7: Inoculation + N at sowing (20 kg N ha-1) + N topdressing (60 kg N ha-1). The second experiment also had seven treatments (with the following strains: Rhizobium tropici CIAT 899, R. etli bv. mimosae UFLA 02-68, R. etli UFLA 02-100, R. leguminosarum bv. phaseoli UFLA 02-127 and R. miluonense UFLA 04-173), compared to two controls without inoculation, one with N supplied by urea at a rate of 80 kg N ha-1 (½ at sowing and ½ as topdressing) and another without mineral N. In the third experiment, we adopted a 5 x 2 factorial scheme involving five seed treatments (Vitavax-Thiram®, Maxim XL®, Certeza® and Carbomax® fungicides + one untreated control) and two inoculations (presence or absence of the CIAT 899T strain). Nodulation, plant growth, N content and N accumulation in the shoot as well as chlorophyll content were evaluated at flowering. The final stand, grain yield with its primary components and N content and N accumulation in the grains were determined at maturation. The study concluded that the presence of 20 kg N ha-1 at sowing and up to 60 kg N ha-1 did not reduce nodulation nor the final stand of common bean. The only inoculation treatment and absolute control treatment lead to N content and chlorophyll in shoots similar to the N fertilized treatments. The combination of inoculation + 20 kg N ha-1 at sowing results in higher dry matter and N accumulation in shoots and greater relative efficiency than those same treatments separately. The treatment of inoculation + 20 kg N ha-1 at sowing provides N content and N accumulation in the grain and grain yield equivalent to the fertilized treatments at greater N application rates. Nitrogen fertilization of 40 kg ha-1 at planting reduces the number of nodules compared to inoculated treatments. Inoculations with strains UFLA 02-100, UFLA 02-127 and UFLA 04-173 and native strains provide the same number of nodules as the CIAT 899T strain. Native rhizobia furthermore resemble CIAT 899T in chlorophyll content in the plant and N content in the grain. With regard to N content and N accumulation in the grain and grain yield, the inoculated strains UFLA 02-127, 04-173 and UFLA CIAT 899T perform in the same manner as fertilization with 80 kg N ha-1. In the situation of non-occurrence of diseases, fungicides do not affect nodulation, bean growth, N in the shoots nor grain yield. The environment highly influences the characteristics evaluated. In Lavras, there is a greater number of nodules, greater plant growth, greater N accumulation in shoots and grain and greater hundred seed weight, which results in higher grain yield. There is no effect of the fungicide treatment on the plant population in Lavras but, in Lambari, Vitavax-Thiram reduces the final bean stand. In Lambari, Carbomax leads to lower N content in the grain compared to the control and other fungicide treatments.
metadata.teses.dc.description: Tese apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Agronomia/Fitotecnia, área de concentração em Produção Vegetal, para a obtenção do título de Doutor.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1697
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DAG - Agronomia/Fitotecnia - Doutorado (Teses)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TESE_Adubação nitrogenada, inoculação com estirpes de rizóbio e tratamentos fungicidas de sementes.pdf1,06 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.