DSpace
Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DFP - Departamento de Fitopatologia >
DFP - Programa de Pós-graduação >
DFP - Agronomia/Fitopatologia - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1737

Título: Caracterização e identificação de isolados bacterianos patogênicos ao cafeeiro
Título Alternativo: Characterization and identification of bacterial isolates pathogenic to coffee plants
Autor(es): Raimundi, Melina Korres
Orientador: Souza, Ricardo Magela de
Membro da banca: Figueira, Antonia dos Reis
Resende, Mário Lúcio Vilela de
Mathioni, Sandra Marisa
Área de concentração: Fitopatologia
Assunto: Coffea arábica
Mancha aureolada
Crestamento bacteriano
BOX-PCR
Tabtoxina
Bactéria fitopatogênica
Bacterial blight
Tabtoxin
Bacterial halo blight
Data de Defesa: 18-Dez-2013
Data de publicação: 2014
Agência de Fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: RAIMUNDI, M. K. Caracterização e identificação de isolados bacterianos patogênicos ao cafeeiro. 2013. 79 p. Dissertação (Mestrado em Agronomia/Fitopatologia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2014.
Resumo: As doenças estão entre os fatores que afetam a produtividade e o rendimento do cafeeiro (Cofffeaa arabica L.), destacando-se as causadas pelas bactérias: Pseudomonas syringae pv. garcae, P. syringae pv. tabaci, P. cichorii, Burkholderia andropogonis e Xylella fastidiosa. Dentre os principais desafios encontrados por fitopatologistas está a correta diagnose dessas doenças, pois os sintomas e testes bioquímicos não têm sido suficientes para diferenciar essas bacterioses aos níveis de espécie e patovar. Técnicas moleculares, como a reação em cadeia da polimerase (PCR), têm permitido a detecção de patógenos de forma rápida e com alto nível de sensibilidade, se comparada aos métodos tradicionais. Variações dessa, como a BOX-PCR, têm sido eficazes na identificação de fitobactérias, diferenciação de isolados e avaliação da diversidade genética de fitopatógenos. Assim,objetivou-se,neste trabalho,caracterizar, identificar, e diferenciar isolados bacterianos patogênicos ao cafeeiro, por meio de técnicas biológicas, bioquímicas e moleculares. Para isso, foram coletados isolados de plantas de café infectadas em diversos municípios de Minas Gerais, os quais foram submetidos a testes de patogenicidade, bioquímicos e moleculares. De 160 isolados obtidos, 80 foram patogênicos ao cafeeiro e submetidos a testes bioquímicos, BOX-PCR e PCR, utilizando primers específicos. Foi possível a identificação dos isolados de P. cichorii e Pseudomonas syringae produtores de tabtoxina. No entanto, não foi possível a identificação dos isolados de Pseudomonas syringae , ao nível de patovar.
Abstract: Diseases are among the factors which affect the productivity and yield of coffee (Coffea arabica L.), highlighting those caused by bacteria: Pseudomonas syringae pv. garcae, P. syringae pv. tabaci, P. cichorii, Burkholderia andropogonis and Xylella fastidiosa. Among the main challenges faced by plant pathologists is the correct diagnosis of these diseases, since the symptoms and biochemical tests have not been sufficient to distinguish these bacterial diseases at the species and pathovar levels. Molecular techniques such as polymerase chain reaction (PCR) have allowed the detection of pathogens quickly and with a high level of sensitivity when compared to traditional methods. Variations of PCR, such as BOX- PCR, have been effective in identifying plant pathogenic bacteria, differentiating isolates and evaluating the genetic diversity of pathogens. Thus, the objectives of this work were: characterize, identify, and differentiate coffee plant pathogenic bacterial isolates through biological, biochemical and molecular techniques. In order to do this, isolates were obtained from infected coffee plants, collected in various municipalities in Minas Gerais, Brazil. They were submitted to pathogenicity, biochemical and molecular assays. Of 160 isolates obtained, 80 were pathogenic to coffee and subjected to biochemical tests, BOX- PCR and PCR using specific primers. It was possible to identify P. cichorii and Pseudomonas syringae isolates, which produce tabtoxin. However, it was not possible to identify Pseudomonas syringae isolates at the pathovar level.
Informações adicionais: Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Agronomia, área de concentração em Fitopatologia, para a obtenção do título de Mestre.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1737
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DFP - Agronomia/Fitopatologia - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTACAO_Caracterização e identificação de isolados bacterianos patogênicos ao cafeeiro.pdf1,11 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback