Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1824
Título: Controle do oídio da abobrinha com antagonistas e produtos biocompatíveis
Título(s) alternativo(s): Antagonists and biocompatible products for the control of zucchini squash powdery mildew
Autor : Santos, Andiale Pinto dos
Primeiro orientador: Bettiol, Wagner
Primeiro membro da banca: Alves, Eduardo
Morais, Lilia Aparecida Salgado de
Área de concentração: Fitopatologia
Palavras-chave: Podosphaera fusca
Antagonistas
Controle alternativo
Controle biológico
Cucurbita pepo
Antagonists
Alternative control
Biological control
Data da publicação: 30-Jul-2014
Referência: SANTOS, A. P. dos. Controle do oídio da abobrinha com antagonistas e produtos biocompatíveis. 2009. 55 p. Dissertação (Mestrado em Fitopatologia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2009.
Resumo: A eficiência de antagonistas e de produtos biocompatíveis foram avaliados para o controle do oídio da abobrinha. Para tanto, sementes de abobrinha cv. Caserta foram semeadas em vasos plásticos de 5L contendo 25% de substrato à base de casca de Pinus + 75% de latossolo (v/v) e mantidas em casa de vegetação livre de inóculo do oídio. No estádio de primeira folha expandida, as plantas foram pulverizadas com os produtos e transferidas para casa de vegetação com alto potencial de inóculo do patógeno. 1) Bacillus subtilis QST 713 [1x109 ufc mL-1, (Serenade®)] nas concentrações de 0%, 1%, 2% e 4%, diluídas em uma suspensão de leite a 10% e também nas concentrações de 108, 107, 106 e 0 ufc mL-1, diluídas em água; 2) Bacillus pumilus CCMA-661 (4,92 x 109 ufc mL-1) nas concentrações de 0%, 1%, 2% e 4%, bem como o meio líquido para cultivo de Bacillus; 3) Bacillus subtilis + Bacillus licheniformis [3,2 109 (Nemix®)] nas concentrações de 108, 107, 106 e 0 ufc mL-1, diluídos em água; 4) Lecanicillium longisporum cepa ESALQ-1300 [1x108 conidios kg-1, (Vertirril®)] nas concentrações de 107, 106 e 105 ufc mL-1, diluídos em leite a 10% e em água; 5) Óleo fixo de sementes de nim [0; 0,5%; 1%; 2% e 4%(v/v)]; 6) Extrato de alho [0%; 0,5%; 1%; 2%; 4%; 6%; 8% e 10% (v/v)]; 7) Kaligreen® [0; 0,1; 0,2; 0,4; 0,8, 1,5 e 3,0%(p/v)]; 8) Bicarbonato de sódio e bicarbonato de potássio [0; 0,5; 1 e 2%(p/v)]; 9) e quitosana (0; 25; 50; 100 e 200mg L-1(p/v)]. As pulverizações foram realizadas semanalmente durante cinco semanas. As avaliações da severidade da doença foram realizadas semanalmente, estimando-se a porcentagem de tecido foliar coberto pelo patógeno. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado com cinco repetições. Com os dados, foram calculadas as áreas abaixo da curva do progresso da doença (AACPD), as quais foram submetidas à análise de variância e teste de médias (p ≤ 0, 05). Bacillus subtilis foi eficiente em controlar a doença nas concentrações de 4 e 2%, bem como a 108 e 107 ufc/mL; Bacillus pumilus e Lecanicillium longisporum não apresentaram efeito sobre a doença. Dos produtos biocompatíveis, o Kaligreen® a 1,5%, óleo de nim a 2% e o leite a 10% controlaram eficientemente o oídio da abobrinha.
Efficacy of antagonists and biocompatible products were evaluated for the control of zucchini squash powdery mildew. Seeds of zucchini squash cv. Caserta were sowed in plastic pots of 5L containing 25% of Pinus bark substrate and 75% of soil and keeping in greenhouse without inoculum of powdery mildew. On the stage of one expanded leaf the plants were sprayed with the products and transferred to greenhouse with high inoculum potential. 1) Bacillus subtilis QST 713 [1x109 ufc mL-1, (Serenade®)] on concentration 0, 1, 2 and 4% in milk 10% and on concentration 108, 107, 106 and 0 ufc mL-1 in water; 2) Bacillus pumilus CCMA-661 (4,92 x 109 ufc mL-1) on concentration 0%, 1%, 2% and 4% and liquid medium for Bacillus growth; 3) Bacillus subtilis + Bacillus licheniformis [3,2 109 (Nemix®)] on concentration 108, 107, 106 e 0 ufc/mL in water; 4) Lecanicillium longisporum cepa ESALQ-1300 [1x108 conidia kg-1, (Vertirril®)] on concentration 107, 106 e 105 (ufc mL-1) in milk 10% and in water; 5) Fixed oil of seeds nim (0; 0,5%; 1%; 2% e 4%); 6) Garlic extract (0%; 0,5%; 1%; 2%; 4%; 6%; 8% e 10%); 7) Kaligreen® (0; 0,1; 0,2; 0,4; 0,8, 1,5 e 3,0%); 8) Sodium bicarbonate and potassium bicarbonate (0; 0,5; 1 e 2%); 9) and chitosan (0; 25; 50; 100 e 200mg L-1). The pulverization was carried out once for week during five weeks. The avaliations of disease severity were carried out once for week estimating the percentage of leaf with pathogen. The experimental design was completely randomized with five replicates. With the data was calculated the area under of the disease progress the curve (AUDPC), which were subjected to analysis of variance and average test (p ≤ 0, 05). Bacillus subtilis was efficient to control the disease in concentrations of 4 and 2% and 108 e 107 ufc mL-1; Bacillus pumilus and Lecanicillium longisporum no showed effect on the disease. The biocompatible products kaligreen® at 1,5%, nim oil at 2% and milk 10% effectively controlled powdery mildew in zucchini squash.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1824
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DFP - Agronomia/Fitopatologia - Mestrado (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO_Controle do oídio da abobrinha com antagonistas e produtos biocompatíveis.pdf2,32 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.