DSpace
Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAE - Departamento de Administração e Economia >
DAE - Artigos publicados em periódicos >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/204

Title: Gestão social: conhecimento e produção científica nos ENAPEGS 2007-2010
Other Titles: Social management: knowledge and scientific production in ENAPEGS 2007-2010
???metadata.dc.creator???: Cançado, Airton Cardoso
Pereira, José Roberto
Tenório, Fernando Guilherme
Rigo, Ariádne Scalfoni
Oliveira, Vânia Aparecida Resende de
Keywords: Destinos turísticos
Desenvolvimento socioeconômico
Turismo - Marketing
Tourist destinations
Socioeconomic development
Tourist - Marketing
Issue Date: 2011
Citation: CANÇADO, A. C. et al. Gestão social: conhecimento e produção científica nos ENAPEGS 2007-2010. APGS: administração pública e gestão social, Viçosa, MG, v. 3, n. 2, p. 115-137, abr./jun. 2011.
???metadata.dc.description.resumo???: A Gestão Social, como campo de conhecimento científico, vem se consolidando na última década do século XXI no Brasil. Existem cursos (extensão, graduação, especialização e mestrado) sobre o tema e periódicos especializados, tais como os Cadernos de Gestão Social e a Revista Administração Pública e Gestão Social – APGS, dentre outras. Em 2008, a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) lançou o Programa de Apoio ao Ensino e à Pesquisa Científica e Tecnológica em Administração - Pró-Administração (Edital Pró-Administração Nº 09 /2008) com o objetivo de estimular a realização de projetos conjuntos entre programas de pós-graduação em Administração, sendo que, entre as áreas prioritárias, constava a Gestão Social (CAPES, 2011a).A Associação Nacional dos Programas de Pós-graduação em Administração (ANPAD), em seus encontros anuais chegou a criar, em 2003, a área Gestão Social e Ambiental, que, em 2005, passou a ser uma subárea da área Administração Pública e Gestão Social, permanecendo assim até 2008. Em 2009, com a reestruturação das áreas temáticas, a área Administração Pública e Gestão Social foi dividida em 12 temas sendo que nenhum deles contempla a Gestão Social plenamente, que permanece apenas como título da área. Em 2010, essa área foi excluída da ANPAD, tanto no título quanto no conteúdo, sendo identificada como Administração Pública1. Em 2009, uma lista de 279 pesquisadores foi enviada à diretoria da ANPAD apoiando a criação da área de ‘Sustentabilidade, Gestão Social e Ambiental’, pois a área de Gestão Ambiental também teve o mesmo destino da Gestão Social. A diretoria da ANPAD rejeitou a proposta2, pois não considerou a Gestão Social (e também a Gestão Ambiental) como uma área do conhecimento, mas como uma área de aplicação como a gestão hospitalar e a gestão do agronegócio (NASCIMENTO, 2010). Atualmente, um dos principais espaços para a discussão da temática da Gestão Social é o Encontro Nacional de Pesquisadores em Gestão Social – ENAPEGS. Desde 2007, o evento é realizado, anualmente, pela Rede de Pesquisadores em Gestão Social3 - RGS. Com este estudo, pretende-se mostrar que Gestão Social é uma área de conhecimento relevante dentro das ciências sociais aplicadas, pela produção científica já realizada e pela organização de centenas de pesquisadores na Rede Nacional de Pesquisadores em Gestão Social (RGS). Assim, esse texto tem como objetivo analisar e discutir a produção específica sobre Gestão Social nos ENAPEGS realizados entre 2007 e 2010, no intuito de compreender como vem sendo construído o entendimento sobre a temática neste espaço. Além desta introdução, este texto tem mais quatro seções. Na próxima seção, apresenta-se uma breve contextualização conceitual da Gestão Social e a construção das categorias teóricas de análise. Na seção seguinte, são apresentados os resultados e discussão. Ao final do texto estão as considerações finais.
Abstract: To analyze the relationship between socioeconomic conditions and desires of tourist destinations in Brazil, this study was conducted to determine whether socioeconomic data, reported in the PNUD report (2000), may interfere with the short term decision of the household population to make tourism in Brazil. For this analysis, the most desirable destinations in Brazil were considered according to information available in Brazilian Tourism´s Ministry in 2006. The theoretical framework addressed two main topics: 1) tourism and its importance to local development; and 2) marketing and image of tourist destinations. After gathering the data, the following constructs were created: education, health, income, housing and demographics. The tests used to analyze the relationship between variables were: the Spearman correlation and the Chi-square. The findings showed no significant relationship between the constructs and the desire of Brazilian tourists. According to the results, it seems possible to infer that the socioeconomic conditions are not important factors to explain the population's desire for sightseeing at national level in short time.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/204
???metadata.dc.language???: other
Appears in Collections:DAE - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ARTIGO_Gestão social conhecimento e produção científica nos ENAPEGS 2007-2010.pdf514.46 kBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback