Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2050
Título: Uso de atributos ecomorfológicos e seleção de hábitat para a caracterização de espécies e comunidades de peixes na bacia do rio das Velhas, MG
Título(s) alternativo(s): Use of ecomorphological attributes and habitat use aspects for fish species and assemblages characterization in the rio das Velhas basin
Autor : Leal, Cecília Gontijo
Primeiro orientador: Pompeu, Paulo dos Santos
Primeiro membro da banca: Casatti, Lilian
Vieira, Fábio
Área de concentração: Ecologia e Conservação de Paisagens Fragmentadas e Agrossistemas
Palavras-chave: Seleção de hábitat
Hipervolume ecomorfológico
Segregação espacial
Convergência adaptativa
Assoreamento
Data da publicação: 2-Ago-2014
Referência: LEAL, C. G. Uso de atributos ecomorfológicos e seleção de habitat para a caracterização de espécies e comunidades de peixes na Bacia do Rio das Velhas, MG. 2009. 132 p. Dissertação (Mestrado em Ecologia Aplicada)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2009.
Resumo: O rio das Velhas, um dos principais afluentes do rio São Francisco, é o rio de grande porte mais degradado do estado de Minas Gerais. O presente trabalho foi realizado em um trecho assoreado do rio das Velhas e em três tributários em bom estado de conservação. O objetivo foi investigar o uso de hábitat e ecomorfologia das espécies de peixes da bacia. Neste contexto, foram conduzidas três abordagens: comparação das comunidades dos rios estudados em termos da composição de espécies e hipervolume morfológico ocupado por cada uma delas; análise das espécies mais abundantes em relação à seleção de hábitat e ecomorfologia e, por último, avaliação das diferenças intraespecíficas de uso de hábitat e ecomorfologia de Piabina argentea em cada rio amostrado. Os resultados mostram que não houve diferença no hipervolume morfológico ocupado por cada comunidade, indicando a existência de um padrão ecomorfológico dentro da bacia, independente do grau de preservação dos rios. Dentre as espécies mais abundantes, a maioria apresentou seleção de hábitat em relação ao substrato, profundidade e principalmente velocidade da água. As espécies bentônicas foram as mais seletivas ao substrato. A distribuição das espécies no espaço morfológico e nos grupos sugeridos pela análise de agrupamentos evidenciou a congruência entre os atributos ecomorfológicos e o uso vertical dos habitats, tendo separado espécies bentônicas e nectônicas. Por último, na avaliação de P. argentea, houve diferença ecomorfológica significativa entre as populações dos quatro rios, principalmente do Velhas em relação aos tributários. Os padrões locais de uso de hábitat desta espécie não foram congruentes em todos os rios, mas, em geral, houve predomínio do padrão regional: habitats lentos, profundidade entre 20 e 80 cm e substratos finos e de origem vegetal. As informações obtidas no trabalho, são as primeiras desse tipo para a bacia. Com as crescentes ameaças aos ambientes aquáticos, sobretudo o assoreamento do rio das Velhas, é de extrema necessidade definir os requerimentos e o uso de hábitat dos peixes, para que estratégias efetivas de revitalização do ambiente e manejo das espécies possam ser planejadas.
The rio das Velhas is one of the most important tributaries of rio São Francisco and also the most polluted large river of Minas Gerais State. The present work was carried out in a disturbed stretch of Velhas River and three well preserved tributaries. The main objective was to bring the first information about habitat use and ecomorphology of this basin fish species. In this context, we present three different approaches: a general comparison of the four assemblages in terms of species composition and morphological hipervolume; an analysis of the most abundant species and their habitat selection and ecomorphology and finally, an evaluation of intraspecific differences in habitat use and ecomorphology of Piabina argentea in each sampled river. There was no difference in the morphological space occupied by each studied assemblage. This indicates the existence of an ecomorphological pattern for different communities in the basin, even though they are in distinct preservation status. Most of the abundant species showed habitat selection for substrate, depth and specially water velocity. Benthic species were more selective to substrate than nektonic ones. Species distribution in the morphological space and Cluster Analysis groups, indicated the congruence between ecomorphological attributes and the vertical use of water column. For P. argentea, populations of the four rivers were statistically different, principally of Velhas River compared to the tributaries. Local patterns of P. argentea habitat use were not congruent in all rivers, but in general, the regional pattern prevailed: slow habitats, 20 to 40 cm and 60 to 80 cm of depth and substrate of sand, silt+clay and leave bank. This study brings out the first information of this kind for rio das Velhas basin fish fauna. The increasing impact on the aquatic environments, overall the rio das Velhas siltation, make the definition of fish species requirements and habitat use imperative, to make possible the planning of species management effective revitalization strategies.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2050
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DBI - Ecologia Aplicada - Mestrado (Dissertações)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.