Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2208
Título: Complexos metálicos (ferro, níquel e cobalto) em sistemas de oxidação do tipo Fenton: reações e mecanismos
Título(s) alternativo(s): Metal complex (iron, nickel and cobalt) in systems of fenton oxidation type: reactions and mechanisms
Autor : Ramos, Paulize Honorato
Primeiro orientador: Guerreiro, Mário César
metadata.teses.dc.contributor.advisor-co: Ramalho, Teodorico de Castro
Primeiro membro da banca: Leal Neto, Jonas
Magriotis, Zuy Maria
Anastácio, Alexandre dos Santos
Área de concentração: Agroquímica e Agrobioquímica
Palavras-chave: Metais de transição
Oxidação
Compostos orgânicos
Cálculos teóricos
Transition metals
Oxidation
Organic compounds
Theoretical calculations
Data da publicação: 5-Ago-2014
Referência: RAMOS, P. H. Complexos metálicos (ferro, níquel e cobalto) em sistemas de oxidação do tipo Fenton: reações e mecanismos. 2011. 114 p. Tese (Doutorado em Agroquímica)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2011.
Resumo: As reações do tipo Fenton utilizando complexos de metais de transição na decomposição de peróxido de hidrogênio para geração do radical hidroxila têm recebido atenção especial devido ás suas vantagens em relação ao processo homogêneo clássico envolvendo sais solúveis de ferro. O objetivo deste trabalho foi investigar a utilização do complexos de metais de transição (Ni, Co e Fe) com o ligante ácido dipicolínico (PDC) como um catalisador homogêneo para a degradação de compostos orgânicos. Os complexos sintetizados foram caracterizados e testados na oxidação do composto modelo azul de metileno. O complexo de ferro mostrou-se mais eficiente e foi utilizado também na oxidação da quinolina e desetilatrazina. Os testes foram monitorados por espectroscopia UV-Vis e espectrometria de massas. Além disso, a fim de lançar alguma luz sobre a formação de radicais hidroxilas e do mecanismo da reação global, alguns cálculos teóricos no nível DFT foram realizados. Os resultados deste estudo demonstraram que o complexo de ferro e ácido dipicolínico sólido e formado in situ são bons catalisadores para a oxidação de contaminantes orgânicos através de um mecanismo de Fenton-like. Todos os dados teóricos mostram boa concordância com os resultados experimentais.
Fenton-like reactions using transition metal complexes in the decomposition of hydrogen peroxide to hydroxyl radical generation have received special attention due to its advantages over classical homogeneous process involving soluble salts of iron. The objective of this study was to investigate the use of transition metal complexes (Ni, Co and Fe) with the ligand dipicolinic acid (PDC) as a homogeneous catalyst for the degradation of organic compounds. The complexes have been characterized and tested in the oxidation of methylene blue model. The iron complex was more efficient and was also used in the oxidation of quinoline and desethylatrazine. The tests were monitored by UV-Vis spectroscopy and mass spectrometry. Moreover, in order to shed some light on the formation of hydroxyl radicals and the overall reaction mechanism, some theoretical calculations at the DFT level were performed. The results of this study demonstrated that the complex of iron and dipicolinic acid solid and synthesized in situ are good catalysts for the oxidation of organic contaminants through a Fenton-like mechanism. All theoretical data indicated good agreement with experimental results.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2208
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DQI - Agroquímica - Doutorado (Teses)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.