DSpace
Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DBI - Departamento de Biologia >
DBI - Programa de Pós-graduação >
DBI - Microbiologia Agrícola - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2267

Título: Sanificantes químicos no controle de biofilmes formadas por duas espécies de Pseudomonas em superfície de aço inoxidável
Título Alternativo: Chemical sanitizers in the control of biofilms formed by two species of Pseudomonas on surface of stainless steel
Autor(es): Caixeta, Danila Soares
Orientador: Piccoli, Roberta Hilsdorf
Membro da banca: Abreu, Luiz Ronaldo de
Alves, Eduardo
Mendonça, Alexandre Tourino
Área de concentração: Microbiologia Agrícola
Assunto: Pseudomonas
Biofilme
Sanificantes químicos
Data de Defesa: 20-Fev-2008
Data de publicação: 6-Ago-2014
Referência: CAIXETA, D. S. Sanificantes químicos no controle de biofilmes formados por duas espécies de Pseudomonas em superfície de aço inoxidável. 2008. 75 p. Dissertação (Mestrado em Microbiologia Agrícola)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2008.
Resumo: A maioria das bactérias, em seu hábitat, vive em comunidades de diferentes graus de complexidade, geralmente compondo o biofilme. Uma vez instalado o biofilme, à resistência desses organismos sésseis aumenta, dificultando, assim, a ação dos sanificantes. Objetivou-se, com este estudo, avaliar a capacidade de adesão e formação de biofilme por Pseudomonas aeruginosa e Pseudomonas fluorescens em aço inoxidável AISI 304, em presença de leite desnatado reconstituído, sob diferentes temperaturas, determinando a potencialidade da remoção dos biofilmes formados pelo uso de três sanificantes químicos e determinar qual o mais eficiente na remoção de biofilmes monoespécie. O trabalho foi desenvolvido no Laboratório de Microbiologia de Alimentos e no Laboratório de Microscopia Eletrônica e Análise Ultra-Estrutural (LME) da Universidade Federal de Lavras (UFLA), MG. As bactérias utilizadas foram Pseudomonas aeruginosa ATCC 27853 e Pseudomonas fluorescens ATCC 13525. O número de células por mL de cada cultura foi quantificado utilizando-se curva padrão. Foram inoculados no leite cerca de 105 UFC/mL, tendo P. fluorescens sido incubada a 4 ºC e 7 ºC e P. aeruginosa, a 7 ºC e a 28 ºC, sob agitação branda (50 rpm). No teste de sensibilidade das células aderidas, foram utilizados peróxido de hidrogênio (5%), dicloroisocianurato de sódio (200 ppm) e ácido peracético (0,2%). Todo o experimento foi realizado em três repetições e as análises em triplicata. Os resultados mostraram que Pseudomonas aeruginosa a 28 ºC apresentou ótimo crescimento (10,4 Log UFC/mL), comparado a 3,7 Log UFC/mL e 4,2 log UFC/mL, para P. aeruginosa e P. fluorescens, a 7 ºC, respectivamente, utilizando como substrato o leite. Houve formação de biofilme apenas por P. aeruginosa, quando incubada a 28 ºC, com adesão de P. aeruginosa e P. fluorescens, quando incubadas a 7 ºC. O dicloroisocianurato de sódio foi o sanificante mais eficiente na redução da adesão e biofilme por P. aeruginosa a 7 ºC e a 28 ºC, respectivamente. Em contrapartida, o peróxido de hidrogênio foi mais eficaz na redução da adesão de P. fluorescens a 7 ºC.
Most of bacteria in their habitat live in communities of different degrees of complexity, in general composing biofilms. Once installed the biofilm, the resistance of these sessile organisms increases, making it difficult thus the action of sanitizers. It was aimed, with this study, to evaluate the capacity of adhesion and formation of biofilm by Pseudomonas aeruginosa and Pseudomonas fluorescens on AISI 304 stainless steel surface, in the presence of reconstituted skimmed milk under different temperatures, determining the potentiality of removal of the biofilms formed by the use of three chemical sanitizers and determine which the most efficient in removing monospecies biofilm. The work was developed in the Food Microbiology Laboratory and Electron Microscopy and Ultrastructural Analysis Laboratory (LME) of the Federal University of Lavras (UFLA), MG. The utilized bacteria were Pseudomonas aeruginosa ATCC 27853 and Pseudomonas fluorescens ATCC 13525. The number of cells per mL of each culture was quantified by utilizing standard curve. About 105 UFC/mL were inoculated into milk, P. fluorescens having been incubated at 4 ºC and 7 ºC and P. aeruginosa at 7 ºC and at 28 ºC, under mild shaking (50 rpm). In the sensitivity test of the adhered cells, hydrogen peroxide (5%), sodium dichloroisocianurate (200 mg/L) and peracetic acid (0.2%) were utilized. All the experiment was accomplished in three replicates and the analyses in triplicate. The results showed that Pseudomonas aeruginosa at 28 ºC presented a optimum growth (10.4 Log CFU/mL), as compared with 3.7 Log CFU/mL and 4.2 log CFU/mL for P. aeruginosa and P. fluorescens, at 7 ºC, respectively, utilizing milk as substrate. There was a formation of biofilm only by P. aeruginosa, when incubated at 28 ºC, with the adhesion of P. aeruginosa and P. fluorescens, when incubated at 7 ºC. Sodium dichloroisocianurate was the most efficient sanitizer in reducing both adhesion and biofilm by P. aeruginosa at 7 ºC and at 28 ºC, respectively. As opposed, hydrogen peroxide was more effective in reducing the adhesion of P. fluorescens at 7 ºC.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2267
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DBI - Microbiologia Agrícola - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Sanificantes químicos no controle de biofilmes formadas por duas espécies de Pseudomonas em superfície de aço inoxidável.pdf2,43 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback