Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/28528
metadata.teses.dc.title: Modelagem volumétrica em povoamentos de Eucalipto
metadata.teses.dc.title.alternative: Volumetric modeling in eucalypt stands
metadata.teses.dc.creator: Alves, Joyce de Almeida
metadata.teses.dc.contributor.advisor1: Calegario, Natalino
metadata.teses.dc.contributor.referee1: Acerbi Júnior, Fausto Weimar
metadata.teses.dc.contributor.referee2: Rosado, Sebastião Carlos da Silva
metadata.teses.dc.contributor.referee3: Trugilho, Paulo Fernando
metadata.teses.dc.contributor.referee4: Possato, Ernani Lopes
metadata.teses.dc.subject: Modelo de Clutter
Afilamento
Expoente-variável
Ponto de inflexão
Eucalyptus spp.
Clutter model
Taper
Variable-exponent
Inflection point
metadata.teses.dc.date.issued: 2-Feb-2018
metadata.teses.dc.description.sponsorship: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
metadata.teses.dc.identifier.citation: ALVES, J. de A. Modelagem volumétrica em povoamentos de Eucalipto. 2018. 132 p. Tese (Doutorado em Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2017.
metadata.teses.dc.description.resumo: O volume e o afilamento do fuste das árvores, associados à qualidade da madeira, são as variáveis mais relevantes para determinação do valor e uso do produto. A avaliação e o desenvolvimento de modelos são essenciais para a predição adequada destas variáveis. Este trabalho foi desenvolvido com o intuito de modelar o volume de povoamentos de Eucalyptus spp. em nível de árvore, utilizando as funções de expoente-variável e em nível de povoamento, utilizando modelos de crescimento e produção florestal. No primeiro artigo, duas alternativas foram avaliadas, para estimar o crescimento e a produção em povoamentos de Eucalyptus, a partir de modificações no modelo original de Clutter e na estrutura dos dados. A alternativa 1 consistiu em testar transformações diferentes das propostas no modelo original de Clutter, para o sítio e a área basal e ajustar o modelo modificado completo (interações duplas e tripla). Nesta alternativa, todas as unidades amostrais foram utilizadas e a característica longitudinal da base de dados não foi considerada. As equações, para área basal e volume resultantes da alternativa 1, foram transformadas em sistema e ajustadas para os dados das unidades amostrais com duas ou mais medições (alternativa 2). Estas alternativas foram comparadas com o sistema originalmente proposto por Clutter. O sistema de Clutter foi a melhor alternativa. O sistema proposto na alternativa 2 apresentou estatísticas semelhantes às do sistema de Clutter. A equação de área basal da alternativa 1 apresentou baixa precisão, porém a equação do volume apresentou precisão semelhante ao sistema de Clutter. Os erros na predição do volume e da área basal para dados de validação foram maiores na alternativa 1. No segundo artigo, avaliou-se a qualidade dos ajustes de equações de expoente-variável de Kozak, para estimar os diâmetros, ao longo do fuste e volume total (sem casca e com casca) de árvores de Eucalyptus spp. Uma nova proposta, para estimar a altura relativa do ponto de inflexão – p por métodos geométricos, foi apresentada com o intuito de evitar a subjetividade na determinação de p. As funções de expoente-variável foram ajustadas, considerando diferentes estratégias na determinação de p (como parâmetro, conforme definido por Kozak e valor médio estimado por métodos geométricos) e uma nova equação de expoente-variável foi desenvolvida. As equações ajustadas apresentaram boa precisão e boa habilidade para predizer diâmetros e volume. A estratégia utilizada na determinação de p não teve influência na precisão das equações. A nova equação proposta apresentou comportamento semelhante às já desenvolvidas por Kozak, porém tem a vantagem de possuir um expoente mais simples.
metadata.teses.dc.description.abstract: The volume and tapering of tree stems, associated to wood quality, are the most relevant variables to determine the value and use of the product. The evaluation and development of models are essential for the adequate prediction of these variables. This work was developed with the intent of modeling the volume of Eucalyptus spp. at the tree level, using the variable-exponent functions, and at the stand level, using the growth and forest yield models. In the first article, two alternatives were evaluated to estimate the growth and yield of Eucalyptus stands based on modifications of the original Clutter’s model and in the data structure. Alternative 1 consisted of testing distinct transformations of the proposals in the original Clutter model for the site and basal area, and adjust the complete modified model (double and triple interactions). For this alternative, all sample plots were used, and the longitudinal trait of the database was not considered. The equations for basal area and volume resulting from alternative 1 were transformed into system and adjusted for the data of the sample plots with two or more measurements (alternative 2). These alternatives were compared to the system originally proposed by Clutter. The Clutter system was the best alternative. The system proposed in alternative 2 presented statistics similar to those of the Clutter system. The basal area equation of alternative 1 presented low precision. However, the volume equation presented precision similar to that of the Clutter system. The prediction errors for volume and basal area for the validation data were higher in alternative 1. In the second article, the quality of the Kozak variable-exponent equation adjustments were evaluated in order to estimate the diameters along the stem and total volume (outside and inside bark) of Eucalyptus spp. trees. A new proposal to estimate the relative height of the inflection point – p by means of geometric methods was presented to avoid subjectivity during the determination of p. The variable-exponent functions were adjusted, considering different strategies for the determination of p (as parameter, according to that defined by Kozak and mean value estimated by geometric methods), and a new exponent variable-equation was developed. The adjusted equations presented good precision and good ability for predicting diameters and volume. The strategy used for determining p had no influence over the precision of the equations. The new proposed equation presented behavior similar to those already developed by Kozak, however, with the advantage of presenting a simpler exponent.
metadata.teses.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/28528
metadata.teses.dc.publisher: Universidade Federal de Lavras
metadata.teses.dc.language: por
Appears in Collections:DCF - Engenharia Florestal - Doutorado (Teses)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TESE_Modelagem volumétrica em povoamentos de Eucalipto.pdf3,11 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.