Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/28592
metadata.artigo.dc.title: Anatomy and physiology of Cattail as related to different population densities
metadata.artigo.dc.title.alternative: Anatomia e fisiologia de Taboa em relação a diferentes densidades populacionais
metadata.artigo.dc.creator: Corrêa, Felipe Fogaroli
Madail, Rafael Hansen
Barbosa, Sandro
Pereira, M.P.
Castro, Evaristo Mauro de
Soriano, Carolina Toledo Garib
Pereira, Fabricio Jose
metadata.artigo.dc.subject: Plants – Anatomy
Plants – Physiology
Plantas – Anatomia
Plantas – Fisiologia
Typha angustifolia
metadata.artigo.dc.publisher: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas
metadata.artigo.dc.date.issued: Jan-2015
metadata.artigo.dc.identifier.citation: CORRÊA, F. F. et al. Anatomy and physiology of Cattail as related to different population densities. Planta Daninha, Viçosa, MG, v. 33, n. 1, p. 1-12, jan./mar. 2015.
metadata.artigo.dc.description.resumo: O objetivo do trabalho foi avaliar os efeitos da origem em diferentes densidades populacionais de Typha angustifolia nas características anatômicas e fisiológicas. As plantas foram coletadas de populações muito (acima de 50% da capacidade de colonização) e pouco adensadas (abaixo de 50% da capacidade de colonização), sendo cultivadas sob condições controladas em casa de vegetação. As plantas de ambas as populações foram cultivadas em bandejas de plástico contendo 4 L de solução nutritiva por 60 dias. Ao final desse período, foram avaliadas a taxa de crescimento relativo, razão de área foliar, taxa assimilatória líquida, razão raiz/parte aérea, anatomia foliar e radicular, atividade da catalase e peroxidase do ascorbato. As plantas das populações muito adensadas mostraram maiores taxas de crescimento e razão raiz/parte aérea. Populações pouco adensadas apresentaram maiores valores para o índice e densidade estomáticos foliares, bem como maior espessura do parênquima paliçádico. A espessura da epiderme e exoderme nas raízes, bem como a proporção de aerênquima das populações muito adensadas foram menores, sendo que essas plantas também apresentaram maiores valores para a proporção de cilindro vascular. Somente a atividade da catalase foi diferente entre as populações, apresentando maiores valores para as populações pouco adensadas. Portanto, plantas de Typha angustifolia apresentam diferenças em sua anatomia e fisiologia relacionadas a sua origem em condições de alto ou baixo adensamento populacional. As populações muito adensadas apresentam maior capacidade de crescimento, possivelmente relacionada a reduções nas barreiras apoplásticas podendo estar associadas à maior capacidade da absorção de nutrientes.
metadata.artigo.dc.description.abstract: The objective of this work was to evaluate the effects of the population density of Typha angustifolia plants in the anatomical and physiological characteristics. Plants were collected from populations of high density (over 50% of colonization capacity) and low density (less than 50% of colonization capacity) and cultivated under controlled greenhouse conditions. Plants from both populations were grown in plastic trays containing 4 L of nutritive solution for 60 days. At the end of this period, the relative growth rate, leaf area ratio, net assimilatory rate, root/shoot ratio, leaf anatomy, root anatomy, and catalase and ascorbate peroxidase activities were evaluated. Plants from high density populations showed increased growth rate and root/shoot ratio. Low density populations showed higher values of stomatal index and density in leaves, as well as increased palisade parenchyma thickness. Root epidermis and exodermis thickness as well as the aerenchyma proportion of high density populations were reduced, these plants also showed increased vascular cylinder proportion. Only catalase activity was modified between the high and low density populations, showing increased values in low density populations. Therefore, different Typha angustifolia plants show differences in its anatomy and physiology related to its origins on high and low density conditions. High density population plants shows increased growth capacity related to lower apoplastic barriers in root and this may be related to increased nutrient uptake capacity.
metadata.artigo.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/28592
metadata.artigo.dc.language: en_US
Appears in Collections:DBI - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_Anatomy and physiology of Cattail as related....pdf746,09 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons