Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/29019
metadata.teses.dc.title: Recuperação de campos de altitude após atividade minerária
metadata.teses.dc.title.alternative: Recovery of high altitude grasslands after mining activity
metadata.teses.dc.creator: Moraes, Railma Pereira
metadata.teses.dc.creator.Lattes: http://lattes.cnpq.br/2492271406076604
metadata.teses.dc.contributor.advisor1: Pereira, José Aldo Alves
metadata.teses.dc.contributor.advisor-co1: Carvalho, Warley Augusto Caldas
metadata.teses.dc.contributor.referee1: José, Anderson Cleiton
metadata.teses.dc.contributor.referee2: Castro, Gislene Carvalho de
metadata.teses.dc.contributor.referee3: Botezelli, Luciana
metadata.teses.dc.contributor.referee4: Carvalho, Warley Augusto Caldas
metadata.teses.dc.subject: Regeneração de vegetação
Banco de sementes
Espécies campestres
Recuperação de área minerada
Regeneration of vegetation
Seed bank
Country species
Mined area recovery
metadata.teses.dc.date.issued: 9-Apr-2018
metadata.teses.dc.description.sponsorship: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (FAPEAM)
metadata.teses.dc.identifier.citation: MORAES, R. P. Recuperação de campos de altitude após atividade minerária. 2018. 138 p. Tese (Doutorado em Engenharia Florestal)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2018.
metadata.teses.dc.description.resumo: O presente trabalho foi desenvolvido com o objetivo de estudar componentes ecológicos responsáveis pela regeneração de vegetação presente nos campos de altitude, no Sudeste brasileiro. Para tal, a tese está composta por quatro artigos: No Artigo 1 – análise dos dados oriundos de revisão bibliográfica, estruturado na forma de artigo. No texto abordam-se os estudos desenvolvidos em campos de altitude e em campos rupestres, avaliando os avanços obtidos nos campos de altitude. Na sequência, foram avaliadas informações relevantes para a propagação e uso das espécies de maior ocorrência em campos de altitude. No Artigo 2 – estudou-se a viabilidade de propágulos de espécies encontradas em topsoil. Foram avaliados os propágalos emergidos, quando coletados em diferentes profundidades do topsoil estocado, em 4 coletas durante um ano de estocagem. Os resultados mostram que a composição do banco de sementes é alterada em função do período de estocagem e que o retorno do topsoil, ao local a ser restaurado, deve ocorrer até o quarto mês de armazenamento, aumentando, assim, o sucesso dos projetos de recuperação ecológica. No Artigo 3 – caracterizou-se a germinação de quatro espécies de ocorrência em campos (Aristida jubata, Tibouchina sellowiana, Vernonantura phosphorica e Baccharis tridentata), testando cinco temperaturas. Verificou-se que tratamentos com temperaturas entre 20 e 30°C favorecem a germinação, enquanto temperaturas inferiores a 12°C e superiores a 35°C inibem o processo germinativo, podendo levar à morte ou a um retardo temporário na germinação. Cabe ressaltar que mudanças climáticas locais podem favorecer alterações na composição fitossociológica de ambientes campestres. No Artigo 4 – estudou-se a espécie campestre Aristida jubata, observando como sua propagação pode contribuir com o sucesso de projeto de recuperação dos campos de altitude. A espécie apresentou características que indicam elevada taxa de resiliência ao ambiente, sendo importante o seu uso na fase inicial e o seu controle posterior para facilitar a entrada de outras espécies no ambiente.
metadata.teses.dc.description.abstract: The present work was developed with the objective of studying the ecological components responsible for the plant regeneration in the high altitude grasslands in southeastern Brazil. For such, this dissertation is comprised of four articles. Article 1 is structured in the form of an article, consisting of a bibliographic review. The text approaches the studies developed in high altitude grasslands and rupestrian fields, evaluating the advances obtained in the first. Subsequently, information relevant to the propagation and use of species of higher occurrence in high altitude grasslands were evaluated. In Article 2, the feasibility of the propagules of topsoil species was studied. The propagules from different topsoil depths, collected in four samplings, maintained in storage during one year were evaluated. The results showed that the composition of the seed bank is altered in function of the storage period, and that the return of the topsoil to the location to be restored must occur until the fourth month of storage, thus increasing the success of ecologic recovery projects. In Article 3, the germination of four species that occur in high altitude grasslands (Aristida jubata, Tibouchina sellowiana, Vernonantura phosphorica e Baccharis tridentate) were characterized, testing four temperatures. It was verified that the treatments with temperatures between 20 and 30 o C favor germination, while temperatures inferior to 12 o C and superior to 35 o C inhibit the germination process, and can lead to the death of the plant or temporary delay of germination. It is worth noting that local climate changes can favor alterations in the phytosociological composition of field environments. In Article 4, the Aristida jubata field species was studied, observing how its propagation can contribute with success of high altitude grasslands recovery project. The species presented characteristics that indicated high rate of environmental resilience, with important use in the initial phase and posterior control to facilitate the entry of other species to the environment.
metadata.teses.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/29019
metadata.teses.dc.publisher: Universidade Federal de Lavras
metadata.teses.dc.language: por
Appears in Collections:DCF - Engenharia Florestal - Doutorado (Teses)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TESE_Recuperaçao de campos de altitude após atividade minerária.pdf1,46 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.