Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2918
Título: Influência de cobertura vegetal do solo e da precipitação pluvial na população de ácaros-praga e de ácaros predadores em cafeeiros orgânico e convencional
Título(s) alternativo(s): Influence of soil plant cover and rainfall on the population of pest mites and of predators in organic and conventional coffee palnts
Autor : Pedro Neto, Marçal
Primeiro orientador: Reis, Paulo Rebelles
metadata.teses.dc.contributor.advisor-co: Zacarias, Maurício Sérgio
Primeiro membro da banca: Moraes, Jair Campos de
Carvalho, Gladyston Rodrigues
Carvalho, Geraldo Andrade
Zacarias, Maurício Sérgio
Área de concentração: Entomologia Agrícola
Palavras-chave: Cobertura vegetal
Ácaro
Precipitação pluvial
Cafeeiro orgânico
Cafeeiro convencional
Data da publicação: 18-Ago-2014
Referência: PEDRO NETO, M. Influência de cobertura vegetal do solo e da precipitação pluvial na população de ácaros-praga e de ácaros predadores em cafeeiros orgânico e convencional. 2009. 73 p. Tese (Doutorado em Agronomia/Entomologia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2009.
Resumo: Os ácaros-praga Brevipalpus phoenicis (Geijskes, 1939) e o Oligonychus ilicis (McGregor, 1917) (Acari: Tenuuipalpidae, Tetranychidae) são responsáveis por perdas significativas na produção de café, e afetando a qualidade da bebida tanto na produção convencional como na orgânica. Na cafeicultura conduzida no sistema convencional, os ácaros são controlados quando necessário com acaricidas e inseticidas acaricidas e no orgânico, o controle é realizado naturalmente pelos ácaros predadores, principalmente aqueles pertencentes à família Phytoseiidae comumente encontrados em lavouras cafeeiras. Há a necessidade do uso de estratégias que favoreçam a conservação e aumento do número de ácaros predadores no agroecossistema cafeeiro. Dessa forma, os objetivos do presente trabalho foram estudar a influência de cobertura vegetal do solo na população de ácaros-praga do cafeeiro e seus inimigos naturais; influência da precipitação pluvial no número e distribuição de ácaros em dois anos e a comparação do número de ácaros em dois sistemas de produção de café, orgânico e convencional. Os experimentos foram conduzidos nas Fazendas Cachoeira e Taquaril no município de Santo Antônio do Amparo, MG. A análise das amostras e identificações dos ácaros foram realizadas no laboratório de Acarologia da EPAMIG, em Lavras, MG. Conclui-se que: algumas plantas adventícias encontradas nas entre linhas de cafeeiros são hospedeiras do ácaro vetor do vírus da mancha-anular do cafeeiro, B. phoenicis, e hospedam também os predadores da família Phytoseiidae Euseius compositus Denmark e Muma, 1970, Euseius concordis (Chant, 1959) e Euseuis citrifolus Denmark e Muma 1973, entre outros, sendo importante o manejo dessas plantas nas entre linhas dos cafeeiros proporcionando abrigo e alimento aos ácaros predadores que podem se transferir para os cafeeiros. A precipitação pluviométrica influencia nas densidades dos ácaros-praga e predadores nos diferentes sistemas de produção de café, com menor intensidade no café produzido no sistema orgânico. O sistema de produção de café convencional apresentou maiores médias para os ácaros-praga em relação ao orgânico. A espécie de ácaro predador mais observada foi o E. concordis, independente do sistema de cultivo.
Pest mites Brevipalpus phoenicis (Geijskes, 1939) and Oligonychus ilicis(McGregor, 1917) are responsible for significant losses in coffee production and affecting the quality of the beverage both in conventional and organic production. In conventional system-conducted coffee culture, mites are controlled, when necessary, with acaricides and acaricideic-insecticide and in organic one, the control of pest mites is ccomplished naturally by predator mites, mainly those belonging to the family Phytoseidae, commonly found in coffee crops. There is the need of the use of strategies which support both the conservation and increase of the number of predators in the coffee-growing agrosystem. So, the objectives of the present work were to study the influence of soil plant cover on the population of coffee tree pest mites and their natural enemies, influence of rainfall and comparison of the number of mites in two coffee-growing systems, namely, organic and conventional. The experiments were conducted on the Cachoeira and Taquaril farms in the town of Santo Antônio do Amparo, MG. The analysis of the samples and mite identifications were done in the EPAMIG Acarology Laboratory, at Lavras, MG. It follows that some adventitious plants found in the inter rows of coffee plants are hosts of the ringspot virus-vector mite, B. phoenicis, and they host also predators of the family Phytoseidae Euseius compositus DeLeon 1966, Euseius concordis (Chant, 1959) and Euseuis citrifolus Denmark and Muma 1973, among others, the management of those plants in the inter-rows of the coffee trees being important, providing both shelter and food to the predator mites which can transfer themselves to the coffee trees. Rainfall influences the densities of the pest mites and predators in the different coffee- growing systems, with less intensity in the coffee produced in the organic system. The conventional coffee-growing system presented higher means the pest mites in relation to the organic one. The most widespread predator mite species was E. concordis, independent of the growing system.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2918
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DEN - Entomologia - Doutorado (Teses)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.