Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/29288
metadata.teses.dc.title: Cryptoporthe reticulata gen. sp. nov. (Cryphonectriaceae), pathogenic to pequi Caryocar brasiliense in Brazil
metadata.teses.dc.title.alternative: Cryptoporthe reticulata gen. sp. nov. (Cryphonectriaceae), Fungo causador do cancro em Caryocar brasiliense no Brasil
metadata.teses.dc.creator: Silva, Gabrielle Avelar
metadata.teses.dc.creator.Lattes: http://lattes.cnpq.br/1748889191761514
metadata.teses.dc.contributor.advisor1: Ferreira, Maria Alves
metadata.teses.dc.contributor.referee1: Sales, Nilza de Lima Pereira
metadata.teses.dc.contributor.referee2: Guimarães, Sarah da Silva Costa
metadata.teses.dc.subject: Fungos - Cancro
Cryptoporthe reticulata
Pequizeiro
Filogenia
Fungi - Cancer
Phylogeny
metadata.teses.dc.date.issued: 21-May-2018
metadata.teses.dc.description.sponsorship: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG)
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
metadata.teses.dc.identifier.citation: SILVA, G. A. Cryptoporthe reticulata gen. sp. nov. (Cryphonectriaceae), pathogenic to pequi Caryocar brasiliense in Brazil. 2018. 49 p. Dissertação (Doutorado em Agronomia/Fitopatologia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2018.
metadata.teses.dc.description.resumo: Caryocar brasiliense Camb. é uma espécie arbórea típica do bioma Cerrado no Brasil, popularmente conhecida como pequizeiro. O fruto dispõe de elevada importância para alimentação e para a indústria de cosméticos. Durante o período de frutificação da espécie, inúmeras famílias se beneficiam da colheita direta dos frutos, sendo essa muitas vezes sua única fonte de renda no período. Durante a condução de pesquisas de campo em regiões de Cerrado no estado de Minas Gerais, foi verificada a presença de cancro nos troncos de árvores de C. brasiliense, as quais muitas vezes já estavam mortas. Constatou-se, também, a presença de estruturas com características semelhantes àquelas da família Cryphonectriaceae, a qual abriga fungos majoritariamente causadores de cancro. Objetivou-se com esse estudo isolar e identificar o fungo causador de cancro em C. brasiliense e avaliar sua patogenicidade. A identificação foi baseada na caracterização morfológica e em dados de sequenciamento de DNA da região ITS (Internal Transcribed Spacer), dos fragmentos BT1 e BT2 do gene beta -tubulina, do gene actina e da subunidade maior do rDNA. Os dados obtidos pelo sequenciamento foram comparados com sequências de outros gêneros da família Cryphonectriaceae. Para avaliação dos testes de patogenicidade, mudas de C. brasiliense foram inoculadas artificialmente. Por meio das análises filogenéticas, constatou-se que todos os isolados provenientes de C. brasiliense formaram um clado único, fortemente suportado e distinto dos demais gêneros em Cryphonectriaceae. O fungo apresenta marcadores morfológicos que o diferenciam dos outros gêneros de Cryphonectriaceae, especialmente quanto à presença de hifas ostiolares septadas agrupadas ou individuais. Os isolados estudados apresentam capacidade de causar lesões escurecidas no caule. Para completar os postulados de Koch, o fungo foi reisolado das plantas inoculadas de C. brasiliense. Esses resultados evidenciam que o fungo patogênico obtido de C. brasiliense se trata de um novo gênero e uma nova espécie em Cryphonectriaceae, então denominada Cryptoporthe reticulata.
metadata.teses.dc.description.abstract: Caryocar brasiliense Camb. é uma espécie arbórea típica do bioma Cerrado no Brasil, popularmente conhecida como pequizeiro. O fruto dispõe de elevada importância para alimentação e para a indústria de cosméticos. Durante o período de frutificação da espécie, inúmeras famílias se beneficiam da colheita direta dos frutos, sendo essa muitas vezes sua única fonte de renda no período. Durante a condução de pesquisas de campo em regiões de Cerrado no estado de Minas Gerais, foi verificada a presença de cancro nos troncos de árvores de C. brasiliense, as quais muitas vezes já estavam mortas. Constatou-se, também, a presença de estruturas com características semelhantes àquelas da família Cryphonectriaceae, a qual abriga fungos majoritariamente causadores de cancro. Objetivou-se com esse estudo isolar e identificar o fungo causador de cancro em C. brasiliense e avaliar sua patogenicidade. A identificação foi baseada na caracterização morfológica e em dados de sequenciamento de DNA da região ITS (Internal Transcribed Spacer), dos fragmentos BT1 e BT2 do gene beta -tubulina, do gene actina e da subunidade maior do rDNA. Os dados obtidos pelo sequenciamento foram comparados com sequências de outros gêneros da família Cryphonectriaceae. Para avaliação dos testes de patogenicidade, mudas de C. brasiliense foram inoculadas artificialmente. Por meio das análises filogenéticas, constatou-se que todos os isolados provenientes de C. brasiliense formaram um clado único, fortemente suportado e distinto dos demais gêneros em Cryphonectriaceae. O fungo apresenta marcadores morfológicos que o diferenciam dos outros gêneros de Cryphonectriaceae, especialmente quanto à presença de hifas ostiolares septadas agrupadas ou individuais. Os isolados estudados apresentam capacidade de causar lesões escurecidas no caule. Para completar os postulados de Koch, o fungo foi reisolado das plantas inoculadas de C. brasiliense. Esses resultados evidenciam que o fungo patogênico obtido de C. brasiliense se trata de um novo gênero e uma nova espécie em Cryphonectriaceae, então denominada Cryptoporthe reticulata.
metadata.teses.dc.description: Arquivo retido, a pedido do autor, até maio 2020.
metadata.teses.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/29288
metadata.teses.dc.publisher: Universidade Federal de Lavras
metadata.teses.dc.language: eng
Appears in Collections:DFP - Agronomia/Fitopatologia - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.