Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/29542
metadata.teses.dc.title: Comportamento físico-hídrico de solos submetidos ao preparo e manejo sob lavoura cafeeira
metadata.teses.dc.title.alternative: Physical-hydric behavior of soils submitted to the prepared and management under coffee plantations
metadata.teses.dc.creator: Silva, Rodrigo Fonseca da
metadata.teses.dc.creator.Lattes: http://lattes.cnpq.br/6895283328727190
metadata.teses.dc.contributor.advisor1: Oliveira, Geraldo César de
metadata.teses.dc.contributor.advisor-co1: Silva, Bruno Montoani
metadata.teses.dc.contributor.referee1: Dias Junior, Moacir de Souza
metadata.teses.dc.contributor.referee2: Silva, Sérgio Henrique Godinho
metadata.teses.dc.contributor.referee3: Colombo, Alberto
metadata.teses.dc.contributor.referee4: Severiano, Eduardo da Costa
metadata.teses.dc.subject: Solos adensados
Solos - Qualidade físico-hídrica
Movimento de água
Manejo da irrigação
Preparo do solo
Café - Produção
Condensed soils
Physical-hydric quality
Water movement
Irrigation management
Soil preparation
Coffee - Production
metadata.teses.dc.date.issued: 5-Jul-2018
metadata.teses.dc.description.sponsorship: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
metadata.teses.dc.identifier.citation: SILVA, R. F. da. Comportamento físico-hídrico de solos submetidos ao preparo e manejo sob lavoura cafeeira. 2018. 80 p. Tese (Doutorado em Ciência do Solo)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2018.
metadata.teses.dc.description.resumo: No Brasil, a cafeicultura é uma atividade de grande expressividade. Isso porque, a cadeia produtiva de café é diretamente responsável pelo desenvolvimento socioeconômico de muitas regiões brasileiras, garantindo a produção e distribuição de riquezas, além de gerar empregos. Dentre os estados brasileiros, Minas Gerais e o Espírito Santo são os maiores produtores dessa cultura. Embora essas regiões sejam grandes produtoras de café, a expansão das atividades produtivas depende da incorporação de novas áreas para o cultivo de café. Desse modo, a concorrência com outras culturas de valor econômico agregado, força os produtores a introduzir as lavouras de café em áreas com solos mais restritivos fisicamente, em razão de sua gênese, como é o caso dos solos adensados. Portanto, o uso de técnicas que viabilizem a produção de café nessas áreas é fundamental para o desenvolvimento adequado do cafeeiro, principalmente em regiões onde há ocorrência de veranicos ou escassez de chuvas. Mediante a esse contexto, os objetivos do estudo foram: i) Estabelecer condições físico-hídricas de Latossolos coesos que podem afetar o manejo da irrigação, bem como predizer consequências, servindo como subsídio de manejo para a cafeicultura irrigada estabelecida nesses solos do norte do estado do Espírito Santo, Brasil; ii) Estudar a dinâmica da água em perfis de um Cambissolo submetido a diferentes sistemas de preparo na linha de plantio associado ao uso da braquiária na entrelinha de cafeeiros. No experimento 1, situado nos municípios de São Mateus e Jaguaré, no Norte do Espírito Santo, foram estudadas duas classes de solos sob cafeicultura irrigada: Latossolo Amarelo Distrocoeso irrigado por aspersão e Latossolo Vermelho-Amarelo Distrófico irrigado por gotejamento. Nesse caso, as variáveis avaliadas foram: densidade do solo, retenção de água, resistência a penetração das raízes e intervalo hídrico ótimo. Já o experimento 2 foi conduzido em um Cambissolo que está situado no município de Nazareno, estado de Minas Gerais, Brasil. onde foram avaliados cinco tratamentos, dispostos da seguinte forma: Sulco de plantio do café revolvido a 0,40 m de profundidade (PS40); Sulco de plantio do café revolvido a 0,60 m de profundidade (PS60); Sulco de plantio do café revolvido a 0,80 m de profundidade (PS80); Entrelinha com cobertura de braquiária (EL,) e o Cerrado nativo (CN), que representa a condição de equilíbrio. Foram avaliadas a infiltração de água em diferentes tensões, a condutividade de água em solo saturado, a condutividade de água em solo não saturado e retenção de água. Os resultados demostram que no Latossolo coeso o uso do IHO permitiu identificar a faixa de umidade que a irrigação deve ser manejada para que a planta expresse o seu máximo potencial produtivo. No Cambissolo, o revolvimento do sulco de plantio promovido pela enxada rotativa associado à subsolagem nas profundidades de 0,60 m e 0,80 m melhorou a infiltração, armazenamento e movimento de água até 0,50 m de profundidade.
metadata.teses.dc.description.abstract: In Brazil, coffee cultivation is an activity of great expressiveness. This occurs because the coffee production chain is directly responsible for the socio-economic development of many Brazilian regions, ensuring the production and distribution of wealth, and job generation. Among the Brazilian states, Minas Gerais and Espírito Santo are the largest coffee producers. However, the expansion of productive activities depends on the incorporation of new areas for coffee cultivation. Thus, competition with other crops of aggregate economic value compels producers to introduce coffee crops into areas with more physically restrictive soils, due to its genesis, as in the case of condensed soils. Therefore, the use of techniques that enable coffee production in these areas is fundamental for the adequate development of coffee, especially in regions where Indian summer occurs or rainfall is scarce. In this context, the objectives of the study were: i) to establish the physical-hydric conditions of cohesive Latosols that can affect irrigation management and consequence prediction, subsidizing the management of the irrigated coffee crop established in these soils of northern Espírito Santo; ii) to study the dynamics of water in Cambisol profiles subjected to different preparation systems associated to the use of brachiaria in the coffee row spacing. In experiment 1, located in the municipalities of São Mateus and Jaguaré, in northern Espírito Santo, two classes of soils under irrigated coffee crop were studied: Dystrocohesive Yellow Latosol in spray irrigation and Dystrophic Red-Yellow Latosol in drip irrigation. In this case, the evaluated variables were: soil density, water retention, resistance to root penetration and least limiting water range (LLWR). Experiment 2 was conducted in a Cambisol located in the municipality of Nazareno, state of Minas Gerais. Five treatments were evaluated, arranged as follows: coffee furrow revolved at 0.40 m of depth (PS40); coffee furrow revolved at 0.60 m of depth (PS60); coffee furrow revolved at 0.80 m of depth (PS80); row spacing with brachiaria cover (EL,) and the native Cerrado (CN), which represents the balance condition. Water infiltration at different tensions, water conductivity in saturated soil, water conductivity in unsaturated soil and water retention were evaluated. The results show that, in cohesive Latosol, the use of LLWR allowed the identification the range of moisture in which irrigation should be managed for the plant to express its maximum productive potential. In Cambisol, the planting furrow revolving done using rotary tiller associated to the subsoiling at the depths of 0.60 m and 0.80 m improved infiltration, storage and water movement up to 0.50 m of depth.
metadata.teses.dc.description: Arquivo retido, a pedido do autor, até junho 2019.
metadata.teses.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/29542
metadata.teses.dc.publisher: Universidade Federal de Lavras
metadata.teses.dc.language: por
Appears in Collections:DCS - Ciência do Solo - Doutorado (Teses)

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.