Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/30344
metadata.artigo.dc.title: Efeito da vegetação em sistemas alagados construídos para tratar águas residuárias da suinocultura
metadata.artigo.dc.title.alternative: Effect of vegetation in constructed wetlands treating swine wastewater
metadata.artigo.dc.creator: Fia, Fátima Resende Luiz
Matos, Antonio Teixeira de
Fia, Ronaldo
Borges, Alisson Carraro
Cecon, Paulo Roberto
metadata.artigo.dc.subject: Dejetos de suínos
Sistemas alagados construídos
Pig manure
Constructed wetlands
metadata.artigo.dc.publisher: Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental
metadata.artigo.dc.date.issued: Mar-2017
metadata.artigo.dc.identifier.citation: FIA, F. R. L. et al. Efeito da vegetação em sistemas alagados construídos para tratar águas residuárias da suinocultura. Engenharia Sanitaria e Ambiental, Rio de Janeiro, v. 22, n. 2, p. 303-311, mar./abr. 2017.
metadata.artigo.dc.description.resumo: No presente trabalho, objetivou-se avaliar a influência da vegetação em sistemas alagados construídos (SACs) na remoção de poluentes da água residuária da suinocultura (ARS). O experimento foi constituído por três SACs, construídos em escala piloto. O SAC1 foi utilizado como controle, não sendo nele cultivada nenhuma espécie vegetal. No SAC2 foi plantada a taboa (Typha latifolia ), e no SAC3, o capim tifton-85 (Cynodon spp.). Quanto à remoção de demanda bioquímica de oxigênio (DBO) e de sólidos suspensos totais (SST), não se constatou diferença entre os SACs (p>0,05), no entanto a eficiência de remoção de demanda química de oxigênio (DQO) foi diferente entre os SACs (p<0.05) - o SAC1 foi mais eficiente que o SAC2. Com exceção de Mg, o cultivo do capim tifton-85 e da taboa não influenciou (p>0,05) a remoção de macro nem de micronutrientes. A forma de cultivo nos SACs nem mesmo o tipo de espécie cultivada tiveram influência considerável na remoção de matéria orgânica, de macro e de micronutrientes da ARS.
metadata.artigo.dc.description.abstract: This study aimed to evaluate the influence of vegetation in constructed wetlands (CWs) in removing swine wastewater (SWW) pollutants. The experiment consisted of three CWs, built on a pilot scale. CW1 was used as control, and no plant species were cultivated in it. In CW2, cattail (Typha latifolia ) was planted, and in CW3, bermudagrass (Cynodon spp.). No difference was observed between the CWs regarding the removal of biochemical oxygen demand (BOD) and total suspended solids (TSS) (p>0.05). Chemical oxygen demand (COD) removal was different between the CWs (p<0.05) - CW1 was more efficient than CW2. With the exception of Mg, bermudagrass and cattail cultivation did not influence (p>0.05) the removal of macro and micronutrients. The form of cultivation in the CWs and even the type of species cultivated had considerable influence in the removal of organic matter and nutrients of SWW.
metadata.artigo.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/30344
metadata.artigo.dc.language: en_US
Appears in Collections:DEG - Artigos publicados em periódicos



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons