Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3070
Título: Degradabilidade "In Situ" e digestibilidade "In Vivo" de feno de Brachiaria suplementado com energia e proteína
Título(s) alternativo(s): In situ degradability and in vivo digestibility of brachiaria hay supplemented with energy and protein
Autor : Lopes, Leandro Sâmia
Primeiro orientador: Paiva, Paulo César de Aguiar
Primeiro membro da banca: Evangelista, Antônio Ricardo
Pérez, Juan Ramón Olalquiaga
Barcelos, Adauto Ferreira
Área de concentração: Nutrição de ruminantes
Palavras-chave: Bovino
Suplementação
Degradabilidade
Digestibilidade
Cattle
Suplementation
Degrabability
Digestibility
Data da publicação: 21-Ago-2014
Referência: LOPES, L. S. Degradabilidade in situ e digestibilidade de feno de brachiária suplementado com energia e proteína. 2007. 44 p. Dissertação (Mestrado em Zootecnia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2007.
Resumo: Foram conduzidos dois experimentos, no Setor de Bovinocultura do Departamento de Zootecnia da Universidade Federal de Lavras, com o objetivo de determinar a degradabilidade e a digestibilidade da matéria seca (MS), proteína bruta (PB) e fibra em detergente neutro (FDN) do feno de brachiária, suplementado com energia e proteína. Foram avaliadas quatro alternativas de suplementação para o ensaio de degradabilidade in situ e para a digestibilidade in vivo. Os tratamentos foram elaborados com sal comum, uréia e mistura mineral, acrescidos de milho e ou farelo de soja. O tratamento 1 foi considerado como tratamento controle, recebendo apenas sal comum, mistura mineral e uréia.Os demais tratamentos receberam energia, proteína verdadeira e energia e proteína verdadeira, respectivamente. A técnica de degradabilidade in situ foi realizada segundo metodologia descrita por Orskov & McDonald (1979) e a técnica de digestibilidade conforme metodologia descrita por Zinn et al. (1994). Para a degradabilidade da matéria seca, somente a fração solúvel apresentou diferença (P<0,05) entre os tratamentos. Entretanto, para proteína, esta fração não apresentou diferença (P>0,05), sendo a fração insolúvel potencialmente degradável e a degradabilidade efetiva (DE) da proteína, diferente (P<0,05) para os tratamentos analisados. A degradabilidade da fibra em detergente neutro diferiu (P<0,05) apenas em relação à fração solúvel e a DE. Para o ensaio de digestibilidade, verificaram-se diferenças (P<0,05), entre os tratamentos, para a digestibilidade da MS, PB e da FDN. Conclui-se que a suplementações na ração com fonte energética, protéica e energética protéica proporcionou maior degradabilidade e maior digestibilidade da matéria seca, proteína bruta e da fibra em detergente neutro, no feno de Brachiaria decumbens de baixa qualidade.
Two experiments were conducted in the Cattle Production Sector of the Animal Science Department of the Federal University of Lavras with the purpose of determining the degradability and digestibility of dry matter (DM), crude protein (CP) and neutral detergent fiber (NDF) of brachiaria hay supplemented with energy and protein. Four supplementation alternatives for the in situ degradability and in vivo digestibility trial were evaluated. The treatments were performed with common salt, urea and mineral mixture added of corn and/or soybean meal. Treatment 1 was regarded as the control treatment, receiving only common salt, mineral mixture and urea. The other treatments were given energy, true protein and energy and true protein, respectively. The in situ degradability technique was accomplished according to the methodology reported by Orskov & McDonald (1979) and digestibility technique according to the methodology reported by Zinn et al. (1994). For the dry matter degradability, only the soluble fraction presented difference (P<0.05) among the treatments. However, for protein, this fraction did not present any difference (P>0.05) but the potentially degradable insoluble fraction and effective degradability (ED) of protein being different (P<0.05) for the studied treatments. The neutral detergent fiber degradability differed (P<0.05) only relative to the soluble fraction and ED. For the digestibility trial, differences (P<0.05) were found among the treatments for the digestibility of DM, CP and NDF. It follows that the supplementation in the ration with energy, protein and protein energy source provided higher degradability and greater digestibility of dry matter, crude protein and neutral detergent fiber in the poor quality Brachiaria decumbens hay.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3070
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DZO - Zootecnia - Mestrado (Dissertações)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.