Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3096
Título: Características morfo-agronômicas e deterioração controlada em sementes de Tagetes
Título(s) alternativo(s): Morpho-agronomic characteristics and controlled deterioration in Tagetes seeds
Autor : Neri, Fernanda Cristiane Simões
Primeiro orientador: Paiva, Patricia Duarte de Oliveira
Primeiro membro da banca: Usberti Filho, José Alfredo
Magalhães, Marcelo Murad
Usberti, Roberto
José, Solange Carvalho Barrios Roveri
Área de concentração: Floricultura
Palavras-chave: Tagetes
Deterioração controlada
Viabilidade
Semente
Controlled deterioration
Viability
Seed
Data da publicação: 21-Ago-2014
Referência: NERI, F. C. S. Características morfo-agronômicas e deterioração controlada em sementes de Tagetes. 2006. 69 p. Tese (Doutorado em Fitotecnia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2006.
Resumo: As espécies do gênero Tagetes, conhecidas vulgarmente por cravo-de-defunto, são plantas de fácil cultivo, bastante decorativas e de ciclo relativamente longo. Os cultivares de T. patula L., florescem durante todo o verão, são muito usadas em paisagismo; podem ser utilizadas como flor de corte ou planta envasada. Apesar da sua importância, pouco se conhece sobre os seus caracteres morfo-agronômicos e a viabilidade de suas sementes. O presente estudo foi realizado no Laboratório de Tecnologia de Sementes e Pós-Colheita da Faculdade de Engenharia Agrícola, UNICAMP e no Departamento de Genética do IAC, Campinas, SP e teve como objetivos verificar as diferenças morfo-agronômicas entre quatro cultivares de Tagetes patula e também determinar as constantes das equações de viabilidade para a espécie. Foram utilizadas sementes da espécie Tagetes patula cv. French Marigold série Bounty, (cultivares Spry, Orange, Flame e Yellow). Para a avaliação da qualidade fisiológica das sementes e determinação das constantes da equação de viabilidade para a espécie, foi utilizado o teste de deterioração controlada. Dentre os cultivares analisados de Tagetes patula, os de ciclo tardio proporcionaram plantas mais altas e hastes mais grossas, inflorescências maiores, parte aérea e radicular mais desenvolvida e menor duração do florescimento. Os cultivares precoces mostraram maior número de inflorescências por planta e por haste e também maior duração do florescimento. As sementes do cultivar Flame mostraram menor armazenabilidade em comparação com as outros cultivares analisados. Foi observada uma relação inversa entre o teor de água e a longevidade das sementes. Grupos de constantes foram obtidos para prever a longevidade de sementes dos quatro cultivares de Tagetes patula analisados, Spry, Orange, Flame e Yellow, a saber: KE=13,82; 12,02; 12,70 e 13,93; CW= 3,487; 2,147; 3,465 e 3,544; CH= 0,3221; 0,3062; 0,2758 e 0,3244; CQ= 0,002626; 0,002557; 0,002084 e 0,002649, respectivamente. As constantes para prever a longevidade para a espécie Tagetes patula, foram: KE=14,83; CW= 3,362; CH= 0,3691 e CQ= 0,003076.
The species of the genus Tagetes, commonly known by Marigold, present easy cultivation, are quite ornamental and show a relatively long flowering cycle. T. patula L. cultivars present a full blooming during the summer and can be traded either as cut flowers or as potted plants. On despite of its economic importance, little is known about their morpho-agronomic characters as well as their seed viability. This research has been performed at Post-Harvest Technology Laboratory, Faculty of Agricultural Engineering, Campinas State University, UNICAMP and at Genetic Department, Campinas Agronomic Institute, IAC, aiming at verifying morpho-agronomic differences among cultivars as well as determining seed viability constants for the species. The cultivars tested were Spry, Orange, Flame and Yellow, from Tagetes patula cv. French Marigold Bounty series. The evaluation of seed physiological quality and the determination of the viability constants were carried out under controlled deterioration conditions (constant storage temperatures and moisture contents). Late flowering cultivars revealed higher plants and thicker stems, larger inflorescence leaves, higher dry matter contents in leaves and roots and shorter flowering periods. Otherwise, early cultivars presented higher number of inflorescences / plant and stem and longer flowering period. Cultivar Flame seeds revealed lower storability among the others cultivars. An inverse relationship was observed between moisture content and seed longevity. Different viability constant sets were estimated for the cultivars Spry, Orange, Flame and Yellows, as follows: KE = 13.82, 12.02, 12.70, 13.93; CW = 3.487, 2.147, 3.465, 3.544; CH = 0.3221, 0.3062, 0.2758, 0.3244; CQ = 0.002626, 0.002557, 0.002084, 0.002649, respectively. Viability equation constants for the species Tagetes patula were: KE =14.83; CW = 3.362; CH = 0.3691, CQ = 0.003076.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3096
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DAG - Agronomia/Fitotecnia - Doutorado (Teses)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TESE_Características morfo-agronômicas e deterioração controlada em sementes de Tagetes.pdf328,54 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.