Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3145
Título: Banco de leite humano do município de Varginha-MG: perfil das doadoras e causas de descarte do leite
Título(s) alternativo(s): Human milk bank of the city of Varginha-MG: profile of donors and causes of waste milk
Autor : Prado, Marcélia Maíra
Primeiro orientador: Barcelos, Maria de Fátima Píccolo
metadata.teses.dc.contributor.advisor-co: Ferreira, Eric Batista
Primeiro membro da banca: Abreu, Luiz Ronaldo de
Oliveira, Roberto Maciel de
Palavras-chave: Leite humano - Minas Gerais
Aleitamento materno
Banco de leite humano
Descarte de leite materno
Data da publicação: 21-Ago-2014
Referência: PRADO, M. M. Banco de leite humano do município de Varginha-MG: perfil das doadoras e causas de descarte do leite. 2009. 121 p. Dissertação (Mestrado em Ciência dos Alimentos)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2009.
Resumo: This study aimed to identify key factors that contribute to the disposal of the milk donated to the Human Milk Bank of the city of Varginha, MG, and link the causes of such discharge to characteristics of the donator mothers. The research was carried out in the first semester of 2008 with 45 volunteer breast milk donators. The breast milk samples were collected and analyzed at the Human Milk Bank of Varginha-MG. The personal and social-economic data on the donators were obtained from their registration files. Samples obtained from both manual and mechanical milking types were used. All the procedures used for analysis of the breast milk quality were carried through according to the standard techniques of the Breast Milk Bank. For statistical analysis, techniques of Descriptive Statistics were used, estimation and tests of proportions c2 (chi-square) independence at 5% significance using the software R. As a result, most of the donators (64,44%) ranged from 19 to 30 years of age, 46,67% white, 62,22% having a salary income from 1,5 to 3 minimum wages per month, 60% were primipary and 51,11% had been encouraged by the BLH to donate milk. The average amount of milk donated was from a 100 to 150 mL/donator. Of the total amount of breast milk collected 76,67 liters (72,57%) were used and 29 liters (27,43%) were discarded, 19,2 liters of which discarded on the re-store procedure. Of the samples analyzed, 19 (5,28%) showed dirt and were discarded. The average acidity shown was 3,98º Dornic and 9 (2,64%) samples showed acidity higher than 8º Dornic and were discarded. 31,93% of the analyzed samples showed 800 Kcal/L of human breast milk and the calories average amount was 591,08 Kcal/L. During the microbiologic analysis only 12 (3,61%) samples showed a positive result as for total cholyform and were discarded. It is suggested that the presence of dirt in milk from donors depends on the type of milking, the donor´s age and number of children. In the presence of acid > 8ºD, it is suggested to result from the age of the donor, her social and economic level, the number of children she had previously had and age of the milk. In the presence of positivity for the microbiological test, it is suggested to result from the social and economic level and marital status of the donor. It was found that ethnicity did not affect the variables that favored the disposal of the milk donated to the BLH of the city of Varginha-MG. Looking forward to breast milk quality, it should never be considered as a casual phenomenon, but a process performed in an intelligent way so to avoid any inter-occurrences which might promote the disqualification of the product.
O presente estudo foi realizado com os objetivos de identificar os principais fatores que contribuem para o descarte do leite materno doado ao Banco de Leite Humano do município de Varginha, MG e associar as causas do descarte a algumas características das nutrizes doadoras de leite materno. A pesquisa foi realizada durante o primeiro semestre de 2008 e teve a participação de 45 doadoras voluntárias de leite materno. As amostras de leite materno foram coletadas e analisadas no Banco de Leite Humano do município de Varginha, MG. As informações pessoais e sócio-econômicas das doadoras foram obtidas a partir da ficha de cadastramento das mesmas. Foram utilizadas amostras dos dois tipos de ordenha: manual e mecânica. Todos os procedimentos utilizados para análise da qualidade do leite humano ordenhado foram realizados de acordo com as normas técnicas propostas para banco de leite humano. Para análise estatística foram utilizadas técnicas de estatística descritiva, estimação de proporções e testes c2 (qui-quadrado) de independência, a 5% de significância, com a utilização do software R. A maioria das doadoras participantes da pesquisa (64,44%) tinha idade entre 19 e 30 anos; 46,67% declararam-se de cor branca; 62,22% têm renda entre 1,5 e 3 salários mínimos; 60% eram primíparas e 51,11% foram incentivadas pelo BLH a iniciativa de doação. O volume médio por doação no período estudado foi de 100 a 150 mL/doadora. Do total de leite humano coletado foram distribuídos 76,97 litros (72,57%) e descartados 29 litros (27,43%), sendo 19,2 litros descartados no reenvase. Das amostras analisadas, 19 (5,28%) apresentaram sujidade e foram descartadas. A média de acidez encontrada foi de 3,98º Dornic e nove (2,64%) amostras apresentaram acidez maior que 8º Dornic e foram descartadas.Verificou-se que 31,93% das amostras analisadas apresentaram 800 kcal/L de leite humano e a média calórica foi de 591,08 kcal/L. Na análise microbiológica, observou-se que apenas doze (3,61%) amostras apresentaram resultado positivo para coliformes totais e foram descartadas. Sugere-se que presença de sujidade no leite das doadoras seja dependente do tipo de ordenha, da idade da doadora e do número de filhos. Para a acidez >que 8ºD, sugere-se que isso seja decorrente da idade das doadoras, do nível sócio-econômico, do número de filhos e da idade do leite. No caso da presença de positividade para o teste microbiológico, sugere-se que seja dependente do nível sócio-econômico e do estado civil das doadoras. Verificou-se que a etnia não interferiu nas variáveis que favoreceram ao descarte do leite materno doado ao BLH do município de Varginha, MG. Quando se pensa na qualidade do leite humano ordenhado, ela não deve ser considerada um fenômeno casual, mas um processo executado de forma inteligente, a fim de evitar quaisquer intercorrências que favoreçam a desqualificação e o descarte do produto.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3145
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DCA - Ciência dos Alimentos - Mestrado (Dissertações)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.