Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3157
Título: Resposta olfativa de duas espécies de Chrysopidae para voláteis de Brassica juncea L. induzidos por Myzus persicae Sulzer, 1776 (Hemiptera: Aphididae) e Plutella xylostella Linnaeus, 1758 (Lepidoptera: Plutellidae)
Autor : Silva, Sandra Elisa Barbosa da
Primeiro orientador: Piaggio, Martin Francisco Pareja
Primeiro membro da banca: Auad, Alexander Machado
Zevalos, Delia Milagros Pintos
Área de concentração: Entomologia Agrícola
Palavras-chave: Herbivoria
Defesa induzida
Volátil de planta
Herbivory
Induced defense
Plant volatiles
Data da publicação: 22-Ago-2014
Agência(s) de fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: SILVA, S. E. B. da. Resposta olfativa de duas espécies de Chrysopidae para voláteis de Brassica juncea L. induzidos por Myzus persicae Sulzer, 1776 (Hemiptera: Aphididae) e Plutella xylostella Linnaeus, 1758 (Lepidoptera: Plutellidae). 2014. 56 p. Dissertação (Mestrado em Agronomia/Entomologia) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2014.
Resumo: Em resposta à herbivoria, as plantas ativam processos de defesa que resultam na emissão de compostos voláteis capazes de atrair inimigos naturais dos herbívoros. Sob condições naturais, as plantas são frequentemente atacadas por mais de uma espécie de herbívoro, que pode induzir diferentes tipos de defesa indireta nelas. No entanto, poucos estudos têm abordado como a atração de inimigos naturais ocorre diante da infestação simultânea de herbívoros de diferentes guildas alimentares. No presente trabalho investigou-se a resposta olfativa de fêmeas acasaladas dos predadores generalistas Ceraeochrysa cubana Hagen, 1861 e Chrysoperla externa Hagen, 1861 (Neuroptera: Chrysopidae) aos voláteis emitidos por Brassica juncea L. com injúria de Myzus persicae Sulzer, 1776 (Hemiptera: Aphididae) e avaliou-se o efeito da indução de defesa pela injúria simultânea de M. persicae e Plutella xylostella Linnaeus, 1758 (Lepidoptera: Plutellidae) na atração de C. externa. Em um olfatômetro do tipo “Y”, foram oferecidos, para fêmeas de C. cubana e C. externa acasaladas, com 10-12 dias de emergência os seguintes odores: 1) ar limpo vs. ar limpo; 2) planta sem injúria vs. ar limpo; 3) planta sem injúria vs. planta com injúria de M. persicae. Para investigar se a injúria simultânea dos herbivoros afeta a atração de C. externa aos voláteis de B. juncea, as seguintes fontes de odores foram oferecidas: 1) planta sem injúria vs. planta infestada por M. persicae; 2) planta sem injúria vs. planta com injúria de P. xylostella; 3) planta sem injúria vs. Planta com injúria de M. persicae e P. xylostella; 4) Planta com injúria de M. persicae vs. planta com injúria de M. persicae e P. xylostella. A resposta foi medida como o braço do olfatômetro que o inseto escolheu e permaneceu por até 15 segundos. Constatou-se que não houve atratividade das fêmeas de C. cubana e C. externa para os voláteis de B. juncea sem injúria e que após a injúria de M. persicae, os voláteis de B. juncea foram atrativos apenas para C. externa. Constatou-se ainda que as fêmeas de C.externa não responderam significativamente para os voláteis de B. juncea com injúrias de P. xylostella, enquanto, mostraram maior atratividade para os voláteis de B. juncea com injúria dos dois herbívoros simultaneamente. Conclui-se com estes resultados que diferente de C. externa, C.cubana não responde aos voláteis emitidos pela planta com injúria de M. persicae e que há um efeito positivo na atração de C. externa para os voláteis de B. juncea induzidos pela herbivoria múltipla.
In response to herbivory, plants can activate defense mechanisms that result in the emission of volatile compounds that attract natural enemies of herbivores. Under natural conditions plants are often attacked by more than one species of herbivore, and this can induce different types of defenses. However few studies have addressed how the attraction of natural enemies occurs after the simultaneous infestation by herbivores of different feeding guilds. In the present study we investigated the olfactory response of mated females of generalist predators Ceraeochrysa cubana Hagen, 1861 and Chrysoperla externa Hagen 1861 (Neuroptera: Chrysopidae) to volatiles emitted by Brassica juncea L. damaged by Myzus persicae Sulzer, 1776 (Hemiptera: Aphididae). We also evaluated the effect of simultaneous damage by M. persicae and Plutella xylostella Linnaeus, 1758 (Lepidoptera: Plutellidae) in attracting of C. externa. In a Y-tube olfactometerwe offered the following odors to mated females of C. cubana and C. externa: 1) clean air vs . clean air; 2) undamaged plant vs. clean air; 3) undamaged plant vs. plant damaged by M. persicae. To investigate whether the simultaneous damage of herbivores affects the attraction of C. externa to the volatiles from B. juncea, the following odor sources were offered: 1) undamaged plant vs. plants infested by M. persicae; 2) undamaged plant vs. plant damaged by P. xylostella ; 3) undamaged plant vs. plant damaged by M. persicae and P. xylostella; 4) Plant damaged by M. persicae vs. plant damaged by M. persicae and P. xylostella. The response was measured as the arm of the olfactometer the insect chose and stayed for 15 seconds. We found no attraction of female C. cubana and C. externa to volatiles of undamaged B. juncea. After damage by M. persicae, B. juncea volatiles were attractive only to C. externa. Female C.externa did not respond significantly to the volatiles of B. juncea damaged by P. xylostella, while demonstrating greater attractiveness to volatiles from B. juncea damaged by both herbivores simultaneously. These results demonstrate that C. externa responds to volatiles emitted by B. juncea damaged by M. persicae and that there is a positive effect of multiple damage on the attraction of this lacewing. C. cubana, on the other hand, did not respond to any volatiles emitted by B. juncea.
metadata.teses.dc.description: Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Entomologia, área de concentração em Entomologia Agrícola, para a obtenção do título de Mestre
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3157
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DEN - Entomologia - Mestrado (Dissertações)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.