Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/31654
Título : Influência do tratamento preservativo com CCA-C na estabilidade dimensional da madeira de Eucalyptus
Título(s) alternativo(s): Effect of CCA-C preservative in the dimensional stability of the eucalypt wood
Autor: Arantes, Lorran Sousa
Hein, Paulo Ricardo Gherardi
Silva, José Reinaldo Moreira
Soares, Vássia Carvalho
Palavras-chave: Madeira - Contração
Madeira - Inchamento
Coeficiente de anisotropia
Madeira - Umidade
Wood - Contraction
Wood - Swelling
Coefficient of anisotropy
Wood - Moisture
Publicador: Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
Data da publicação: Jun-2017
Referência: ARANTES, L. S. et al. Influência do tratamento preservativo com CCA-C na estabilidade dimensional da madeira de Eucalyptus. Scientia Forestalis, Piracicaba, v. 45, n. 114, p. 285-293, jun. 2017.
Resumo : Objetivou-se avaliar em que medida o tratamento preservativo com CCA-C (Arseniato de Cobre Cromatado tipo C), afeta a estabilidade dimensional da madeira de Eucalyptus tratada em autoclave. Foram utilizadas 78 amostras (39 não tratadas e 39 tratadas com CCA-C) de madeiras de Eucalyptus urophylla x E. grandis, na qual foram submetidas a diferentes condições de adsorção e dessorção de umidade, para posterior cálculo das contrações e inchamentos da madeira. Madeiras tratadas apresentaram maiores valores de inchamento radial (α radial = 4,95%) e tangencial (α tangencial = 6,68%) que as madeiras não tratadas (α radial = 4,30% e α tangencial = 5,88%) quando saíram de uma condição de 25 °C e 60% de umidade relativa do ar e foram submetidas a uma condição de saturação com 30 °C e 80% de umidade relativa do ar. Quando saíram da condição anidra e foram submetidas à condição de 25 °C e 60% de umidade relativa do ar durante 30 dias houve efeito do tratamento preservativo com CCA-C apenas no inchamento tangencial. Contudo, quando as madeiras saturadas foram submetidas à condição anidra, a presença de sais metálicos não afetou os valores de contração. De modo geral, o tratamento preservativo com CCA-C não melhorou a estabilidade dimensional e o coeficiente de anisotropia das madeiras de Eucalyptus urophylla x E. grandis.
Abstract: This study aimed to evaluate to what extent the treatment with the preservative CCA-C affects the dimensional stability of Eucalyptus wood treated on autoclaved. 78 samples were used (39 untreated and 39 treated with CCA-C) of Eucalyptus urophylla x E. grandis wood, which were submitted to different conditions of adsorption and desorption, for subsequent calculation of shrinkage and swelling of the wood. The treated wood pieces had a higher radial swelling values (a Radial = 4.95%) and tangential (tangential a = 6.68%) than the untreated wood (a = 4.30% radial and tangential a = 5.88%) when they came out of a condition of 25 ° C and 60% relative humidity, and were submitted to a saturation condition at 30 ° C and 80% relative humidity. When they left the dry condition and were subjected to the condition of 25 ° C and 60% relative humidity for 30 days, effect of preservative treatment with CCA-C only in tangential swelling were observed. However, when the saturated wood pieces were submitted to anhydrous condition, the presence of metal salts did not affect the shrinkage values. Generally, the preservative treatment with CCA-C has not improved dimensional stability, and the anisotropy coefficient of Eucalyptus urophylla x E. grandis wood.
URI: http://www.ipef.br/publicacoes/scientia/leitura.asp?Article=05&Number=114
http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/31654
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DCF - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.