Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/32545
Título : Sobrevivência e crescimento inicial de espécies arbóreas nativas na restauração de nascentes no Sul de Minas Gerais
Título(s) alternativo(s): Survival and initial growth of native tree species in the restoration of springs in the South of Minas Gerais
Autor: Alvarenga, Auwdréia Pereira
Botelho, Soraya Alvarenga
Pinheiro, André César
Pereira, Israel Marinho
Palavras-chave: Enriquecimento de florestas tropicais
Florestas ripárias
Restauração ecológica
Florestas ciliares - Recuperação
Enrichment of tropical forests
Riparian forests
Organic restoration
Riparian forests - Recovery
Publicador: Centro Científico Conhecer
Data da publicação: 2016
Referência: ALVARENGA, A. P. et al. Sobrevivência e crescimento inicial de espécies arbóreas nativas na restauração de nascentes no Sul de Minas Gerais. Enciclopédia Biosfera, Goiânia, v. 13, n. 23, p. 1239-1250, 2016.
Resumo : Este estudo teve como objetivo, avaliar a sobrevivência e o crescimento inicial de sete espécies arbóreas nativas na restauração ecológica de florestas ciliares no entorno de nascentes na região Sul de Minas Gerais. As espécies estudadas foram Trema micrantha (Cannabaceae), Guazuma ulmifolia (Malvaceae), Lithraea molleoides (Anacardiaceae), Cedrela fissilis (Meliaceae), Aspidosperma parvifolium (Apocynaceae), Machaerium villosum (Fabaceae) e Handroanthus serratifolius (Bignoniaceae). O experimento foi realizado em delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial 7 × 3 (espécies × sítios). Onze meses após o plantio verificou-se que, com exceção de C. fissilis e de M. villosum, todas as espécies apresentaram taxa média de sobrevivência igual ou superior a 80%. A espécie que apresentou menor crescimento médio em altura após os onze meses foi C. Fissilis (9,27 cm). Com exceção dessa espécie, todas demonstram capacidade em se estabelecer neste tipo de ambiente e são recomendadas em projetos de restauração ecológica de florestas ciliares nessa região.
Abstract: This study aimed to quantify the survival and early growth of seven native tree species in ecological restoration of riparian forests in the vicinity of springs in the Southern region of Minas Gerais. The species used were Trema micrantha (Cannabaceae), Guazuma ulmifolia (Malvaceae), Lithraea molleoides (Anacardiaceae), Cedrela fissilis (Meliaceae), Aspidosperma parvifolium (Apocynaceae), Machaerium villosum (Fabaceae) and Handroanthus serratifolius (Bignoniaceae). The experiment was carried out in a completely randomized design, in a factorial 7 × 3 (species × locations). Eleven months after the plant it was found that, with the exception of C. fissilis and M. villosum, all species presented average rate of survival equal to or greater than 80%. The species that presented the lowest average growth in height after eleven months was C. fissilis (9.27 cm). With the exception this species, all demonstrated the ability to establish themselves in this type of environment and are recommended in projects of ecological restoration of riparian forests in the region.
URI: http://www.conhecer.org.br/enciclop/2016a/agrarias/sobrevivencia%20e%20crescimento%20inicial.pdf
http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/32545
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DCF - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.